A Classe da Elite Japonesa

Tradução: Kote


Volume 2

Capítulo 2: Ponto fraco

Introdução

 

 

Os eventos ruins não pararam por aí. Na manhã seguinte, durante a aula, Chiyabashira-sensei tinha um anúncio para fazer.

“Tenho um anúncio para todos vocês hoje. Houve um pequeno problema no outro dia. Ele ali, Sudou, e alguns alunos da classe C se envolveram em um incidente. Para dizer a verdade, foi uma luta.”

A sala ficou barulhenta.

Dependendo dos detalhes do desacordo entre os dois grupos, Sudou pode ser suspenso e os pontos da classe podem ser deduzidos. Sensei contou toda a situação à classe.

Chiyabashira-sensei estava tão desinteressada e sem nenhuma expressão que até dava certa beleza para ela.

Sem pausas, ela explicou a posição neutra da escola em todo o assunto.

“Uh… por que o assunto ainda não foi resolvido?”

Hirata fez uma pergunta razoável.

“A queixa foi levantada pela classe C. Eles disseram que foi uma luta unilateral. No entanto, quando perguntamos a Sudou, ele disse que sua afirmação não era verdade. Ele disse que os alunos da classe C o chamaram, procurando uma briga.”

“Eu não estava errado; foi legítima defesa.”

Declarando isso sem nenhum piscar de vergonha, Sudou atraiu os olhares frios de seus colegas de classe.

“Mas você não tem provas. Estou errado?”

“Provas? Eu não tenho nada assim.”

“Em outras palavras, ainda não conhecemos a verdade. Portanto, a situação foi suspensa. O resultado será decidido sobre quem é o autor real.”

“Eu não sei de nada, exceto que eu sou inocente. Meu único problema é o dinheiro.”

“Ele diz isso, mas a verdade é que não há muita credibilidade. Se, como diz Sudou, houver uma testemunha ocular, a situação pode mudar. Se houver alguma testemunha da luta, levante sua mão.”

Chiyabashira-sensei continuou conversando com uma voz indiferente. Nenhum aluno levantou as mãos.

“É uma pena, Sudou, mas parece que ninguém aqui foi uma testemunha.”

“… parece que sim.”

Quando Chiyabashira-sensei olhou para Sudou com olhos duvidosos, ele olhou para sua mesa.

“Para procurar por uma testemunha, cada professor está informando sua classe sobre a situação.”

“Hah!? Você disse a todos!?”

A escola provavelmente não pode fazer mais nada. Já que Sudou levantou a possibilidade de uma testemunha, foram feitas perguntas em cada classe na escola para encontrar essa pessoa.

Para Sudou, que pretendia esconder o incidente, não era uma boa situação.

“Merda…!”

O plano de Sudou de manter isso dentro do nosso grupo já havia falhado.

“De qualquer forma, isso é tudo. Provavelmente, obteremos uma decisão final na próxima terça-feira, levando em consideração a presença ou a ausência de evidências. A aula acabou.”

Chiyabashira-sensei saiu da sala, com Sudou saindo rapidamente logo depois. Ele provavelmente sabia que ficaria irritado com alguém se ele estivesse na sala.

“Ei, Sudou não é o pior?”

O primeiro a falar foi Ike.

“Se perdemos pontos por causa de Sudou, isso não significa que teremos 0 pontos novamente?”

A situação estava ficando fora de controle e toda a sala ficou extremamente barulhenta.

Se acabássemos por perder pontos, Sudou seria o alvo da frustração da classe. Naturalmente, Kushida tentou aliviar a situação.

“Como Sensei disse, Sudou-kun estava envolvido em uma briga. Mas Sudou-kun foi arrastado para ela.”

“Kushida-chan, dizendo ‘arrastado para ela’, isso significa que você acredita nas palavras de Sudou?”

Kushida contou a história de ontem a toda a turma. Sobre como ele estava sendo considerado como um regular, e como algumas pessoas que estavam com inveja tentaram fazer Sudou expulsar do clube e a luta resultante. Ela explicou que Sudou os golpeou para se defender. A maioria da classe ouviu as palavras sinceras de Kushida em silêncio. Se Sudou ou eu tivéssemos tentado explicar toda a situação da mesma maneira, não teria o mesmo efeito.

“Ei, todos. Vocês podem me ouvir?”

Kushida aproveitou a chance de parar o alvoroço e mudar a situação.

Era uma história razoável, mas considerando seu comportamento usual, ninguém poderia acreditar tão facilmente.

“Eu gostaria de perguntar novamente. Se alguém conhece alguém nesta classe, entre os seus amigos, ou entre os seus senpais que viu o que aconteceu, por favor, contem pra mim. Você pode entrar em contato comigo a qualquer momento. Eu ficaria muito grata.”

Embora tenha dito o mesmo que Chiyabashira-sensei, a turma teve uma reação completamente diferente.

É fascinante como ela é naturalmente dotada para poder se conectar com pessoas.

A classe estava evolvida pelo silêncio. Aquele que quebrou o silêncio não foi uma testemunha ocular, mas sim, Yamauchi.

“Ei, Kushida-chan. Eu não acredito na história de Sudou. Eu acho que ele está inventando tudo isso para justificar suas próprias ações. Antes do ensino médio, ele sempre falava sobre vencer as pessoas. Ele até mesmo nos falou sobre como foi divertido vencê-los.”

Começando com Yamauchi, toda a classe expressou sua insatisfação em relação a Sudou.

“Mais cedo, eu vi ele agarrar um garoto de outra classe apenas porque eles tropeçaram no corredor.”

“Eu o vi furar fila na cafeteria e ficar bravo com alguém que tentou impedi-lo.”

As palavras de Kushida sobre a inocência de Sudou não chegaram à classe. A turma, sentindo que iriam perder os seus preciosos pontos, começaram a dizer coisas ruins sobre Sudou.

“Eu quero acreditar nele.”

O Herói da classe, Hirata, se levantou como se estivesse apoiando Kushida.

“Eu posso entender se um estudante de outra classe duvidar dele. Mas acho que é errado duvidar de um amigo, um colega de classe. Ajudar alguém em necessidade não é o que os amigos fazem?”

“Eu também penso assim~.”

Segurando as mãos de Hirata, Karuizawa seguiu os pensamentos dele.

“Se for uma acusação falsa, não seria um problema? Em qualquer caso, eu ficaria triste se ele fosse declarado culpado mesmo sendo inocente.”

Se Kushida é uma líder com um coração suave, Karuizawa é uma líder obstinada. A maioria das garotas expressou seu acordo, aparentemente influenciadas por sua presença.

É um comportamento típico do povo japonês: seguir o exemplo quando uma pessoa faz algo de forma assertiva. Secretamente, eles provavelmente estavam se divertindo com isso, mas pelo menos estavam fingindo ajudar. Por enquanto, os críticos de Sudou pararam.

Hirata, Kushida e Karuizawa. Esses três eram particularmente populares.

“Vou perguntar aos meus amigos.”

“Então eu vou perguntar aos meus senpais do clube de futebol.”

“Eu também vou perguntar por aí.”

Com esses três no centro, a tentativa de provar a inocência de Sudou começou.

Acho que eu não tenho que ajudar. De qualquer maneira, será melhor deixar as coisas com eles.

Bem, hora de desaparecer silenciosamente.

 

Parte 1

 

“Eu planejei… desaparecer, mas…”

Hora do almoço. Por algum motivo, me envolvi com o grupo de sempre e fui ao refeitório.

Os membros eram eu, Kushida, Horikita, Ike, Yamauchi e Sudou.

Foi inevitável. Quando a hora do almoço chegou, Kushida veio até mim e perguntou, “Quer ir almoçar?” com um sorriso. Eu não podia recusar, certo? Então eu disse, “Claro!”.

“Você parece se envolver em um problema atrás do outro, Sudou-kun.”

Horikita suspirou com exasperação.

Naturalmente, o tema da discussão era como provar a inocência de Sudou.

“Bem, não há nada que possamos fazer, então vamos ajudá-lo já que somos amigos, Sudou.”

Embora ele tenha tratado Sudou como uma pessoa má no início, a atitude de Ike mudou. É definitivamente porque Kushida entrou em cena. Mesmo assim, Sudou se desculpou.

“Sinto muito por ter causado problemas novamente, Horikita. No entanto, não fui o culpado desta vez. Fiquei realmente frustrado com os bastardos da classe C.”

Como se fosse o problema de outra pessoa, Sudou conversou com Horikita em um tom indiferente.

“Desculpe, mas desta vez, eu realmente não acho que vou ser de ajuda.”

Horikita imediatamente rejeitou o pedido de ajuda de Sudou.

“O mais importante para a classe D se levantar é recuperar os pontos que perdemos o mais rápido possível. No entanto, por causa de você, provavelmente não conseguiremos obter nenhum ponto. Em outras palavras, você acabou de destruir esse plano.”

“Espere um segundo. Provavelmente isso seja verdade, mas certamente eu não sou o culpado! Eu só os golpeei porque eles me provocaram primeiro! Que parte disso é minha culpa?”

“Você continua dizendo que eles começaram a luta, mas isso não é mais do que uma coisa trivial. Você não estava ciente disso?”

“Trivial minha bunda. É completamente diferente. Eu não sou o culpado!”

“É isso mesmo? Bem, boa sorte.”

Segurando sua bandeja que nem sequer tinha tocado, Horikita se levantou.

“Você não vai ajudar!? Nós não somos amigos?”

“Não me faça rir. Nunca o considerei como um amigo. Eu me sinto mais desconfortável quando estou com pessoas que não percebem quão estúpidas e tolas são. Adeus.”

Horikita suspirou, parecendo mais exasperada do que irritada, e deixou do local.

“Merda! O que ela tem!?”

Incapaz de descontar sua raiva em outro lugar, ele golpeou a mesa da cafeteria.

Eu notei os alunos nas proximidades derrubando suas sopas de miso devido ao susto. Eu os vi olhando fixamente para Sudou, mas fiquei em silêncio ao olhar para o rosto dele. Eu entendi como ele estava se sentindo.

“Eu acho que teremos de nos contentar com o que temos.”

“Eu sabia que você iria entender, Yamauchi. Estou confiando em você também, Ayanokouji.”

Parece que eu fico atrás de Yamauchi. Bem, não é realmente surpreendente.

“Mesmo se você me pedir ajuda, não posso realmente fazer muito, sabe?”

Parece que é ineficaz se autodepreciar sempre que alguém pede ajuda.

“Você tem dito isso desde ontem Ayanokouji-kun. Ike, diga algo.”

“Não, mas… bem, é estranho para Ayanokouji dizer que ele não será útil. Bem, ainda acho que é melhor do que ele não estar aqui. Provavelmente.”

Como esperado, Ike não conseguiu entender como eu seria útil.

Com um rosto presunçoso, olhei para Kushida. Esse era eu tentando mostrar o poder de ser uma pessoa chata.

“Isso é desanimador. Pensei que tínhamos nos entendido bem quando estávamos nos preparando para o teste…”

Ike disse com um tom decepcionado. Eu vi Horikita sentada um pouco mais distante, parecendo um pouco irritada.

“Eu não entendo Horikita. O que há de errado com ela, Ayanokouji? Por que ela é assim?”

Não sabia a resposta para essa pergunta. O que eu sou? Um manual de usuário para ela? Para evitar responder, enchi minha boca com arroz.

“No entanto, isso é estranho. Horikita-san quer chegar à classe A, certo? Se salvarmos Sudou-kun, a classe receberá pontos. Eu me pergunto por que ela não quer.”

“Não é porque ela não gosta de Sudou? Ela disse que não pensava nele como um amigo.”

Dizer isso não vai ajudar em nada…

Eles entenderam errado o que ela disse anteriormente e agora acham que ela tem aversão a Sudou.

“Eu não quero pensar dessa maneira, mas acho que é verdade…”

“Kushida, Horikita é─”

Inconscientemente, comecei a falar. Kushida olhou para mim com interesse.

“Horikita-san é?”

“Ah… pode não ser relevante, mas aqui estão meus pensamentos sobre isso: acho que Horikita normalmente fala de maneira dura. Mas eu também acho que vocês estão entendendo ela da maneira errada.”

“Huh? O que você quer dizer?”

“Ela não vai ajudar se não houver motivos para fazer isso… eu acho.”

“O que você quer dizer com ‘eu acho, eu acho’? Você está apenas adivinhando?”

Sudou estava irritado. Como ele gosta de Horikita, não era difícil entender que ele não gostava de ser rejeitado por ela.

Horikita provavelmente tinha percebido isso quando Chiyabashira-sensei nos contou sobre o incidente.

Isso aconteceu por um motivo. E o fim que ela previu… em outras palavras, a probabilidade de que isso acabe com resultados positivos seja quase impossível. Ao perceber isso, Horikita deliberadamente agiu de maneira fria com Sudou.

Se eu fosse dizer isso aqui, não iria fazer muita diferença, pois só os fará se sentir desanimados. Sem saber como as coisas acabarão, hesitei em responder à explosão de Sudou.

Provavelmente não querendo jogar água fria em seus planos, Horikita não disse nada e saiu.

“Bem… eu acho que é como você disse, Sudou.”

“Você nem tem uma razão para pensar assim?”

“Horikita é inteligente, afinal. Senti que ela chegou a uma conclusão que a fez agir assim.”

“Uma conclusão? Sim, a conclusão de me abandonar.”

“Não vamos acusar os outros, Sudou. É natural que Ayanokouji-kun defenda Horikita, já que ele está sempre com ela… ela é importante para ele, sabe?”

Ike me olhou com um sorriso maligno no rosto.

Sudou estalou sua língua e estendeu a mão para a bandeja, ainda irritado.

“Se alguém surgisse como testemunha, seria ótimo. Como os professores pediram para todas as classes, provavelmente isso será resolvido rapidamente.”

Eu entendo que queiram pensar dessa maneira, mas a situação seria realmente resolvida tão facilmente?

Afinal, a questão era séria. Não é algo irracional o fato de Horikita desistir. Seria um xeque-mate se a testemunha, supondo que haja uma em primeiro lugar, fosse da Classe C. Mas é natural que a classe C esconda a verdade para se proteger. Afinal, esta escola é composta por ranks. É improvável que qualquer sentimento de culpa supere as desvantagens que a classe pode obter.

Mas se a testemunha não for da classe C, o problema é onde procurar.

Se fosse alguém que fosse neutro e tivesse visto a situação se desenrolar desde o início, o resultado pode ser diferente.

“Ah, desculpem, eu vou sair um pouco. Vou perguntar aos meus senpais que acabei de ver por ali.”

Kushida levantou-se do assento.

“Kushida-chan dando o seu melhor para uma pessoa como Sudou. Isso é fofo.”

Fascinado pelas costas de Kushida, Ike estava encantado.

“Eu realmente devo me confessar para Kushida-chan…”

“É impossível. Você acha que ela vai cair ao seu nível?”

“Eu tenho mais chances que você.”

Os dois garotos igualmente encantados se contestaram.

“Se eu namorasse Kushida-chan… fufu.”

Babando, Ike começou a fantasiar com pensamentos indecentes.

“Ei. Por que você está fantasiando com minha Kushida-chan?”

“Nãão…”

“Qu-que tipo de delírios você está tendo!? Fale agora!”

Parece que ele perdeu seu senso de controle.

“O que você quer dizer com ‘que tipo’? É claro que estou pensando nela ao meu lado. Em outras palavras, abraçando.”

De alguma forma, toda a cena era imaginável, até certo ponto, com essas poucas palavras.

“Droga, não vou perder! Eu também pensei em várias coisas!”

Ei ei, isso não é ético e nem sequer adequado.

“Pare com isso. Não toque minha Kushida-chan com suas mãos sujas.”

De alguma forma, Kushida parecia lamentável.

Ela provavelmente é o objeto das fantasias de vários garotos todas as noites.

“Como pensei, a melhor parte do ensino médio são as garotas. Eu realmente quero uma namorada. Se eu tiver uma namorada durante o verão, posso ir à piscina com ela! Seria incrível!”

“Seria melhor se Kushida-chan fosse minha namorada… seria melhor se ela fosse minha namorada…”

Como se fosse algo valioso, Yamauchi disse duas vezes.

“Mas, como Kushida-chan é bonita, ela não vai conseguir um namorado mais cedo ou mais tarde…?”

“Não diga isso, Yamauchi. Não parece que ela tenha um namorado, então está tudo bem.”

Ike respondeu com confiança, embora parecesse estar tentando se tranquilizar.

“Vocês querem saber? Aposto que vocês querem saber.”

“O que? Sobre o que você está falando, Ike? Conte-me.”

Enquanto dizia, “Bem, acho que não tem jeito”, Ike sacou seu celular.

“Usando o celular que recebemos da escola, podemos realmente rastrear a localização de amigos registrados.”

Ike procurou a localização de Kushida enquanto dizia isso.

Pouco depois, o celular piscou com as informações de Kushida, mostrando que ela estava na cafeteria.

“Sempre verifico regularmente, mesmo nos fins de semana. E então eu falo com ela, fingindo que nos encontramos por acaso, para garantir que ela não tenha namorado.”

Ao cruzar os braços, Ike tinha um olhar confiante em seu rosto, mas o que ele estava fazendo não é nada mais do que persegui-la.

Já está no nível onde a polícia geralmente interviria.

“Realmente, Kushida-chan está fora do nosso alcance… ela não desceria até o nosso nível. Eu deveria almejar por algo menor…?”

“Sim… mas em primeiro lugar, minha namorada não pode ser feia…”

“Ela deve ter pelo menos um 70…”

Parece que os dois começaram a sonhar com uma namorada.

Suas ilusões com Kushida foram destruídas, mas eles não conseguiram se livrar de suas altas expectativas.

“Ayanokouji, você quer uma namorada?”

“Bem, se for possível.”

Se eu conseguisse obter uma namorada só porque queria uma, não teria muita dificuldade em socializar com outras pessoas.

“Estou apenas perguntando novamente, mas você tem certeza de que não sente nada por Horikita?”

Ele apontou seus hashis para mim enquanto perguntava.

“Não, de verdade.”

“Você tem certeza?”

Ele perguntou novamente, parecendo não acreditar em mim. Eu acenei com a cabeça vigorosamente para que ele entendesse.

“… então está bem. Pensei que estivesse apegado a ela. Quero dizer, isso seria um incômodo para Horikita.”

Não me lembro de me apegar a ninguém. Ainda mais a ela.

“Mas você está bem com Horikita? Bem, ela é bonita, mas… ela é muito chata, não é? Eu não poderia suportar alguém como ela. Ela não gostaria de ir à piscina ou sair em um encontro.”

“Eu não sei. Horikita é melhor que Kushida.”

Sudou assentiu duas vezes, três vezes e cruzou os braços enquanto se sentia orgulhoso de suas preferências.

“Se fosse alguém não relacionado, ela recusaria o encontro, mas se fosse seu namorado, ela provavelmente aceitaria, certo? E ela mostraria suas expressões de namorada que ela não mostraria a nenhum outro garoto.”

“Entendo… eu também posso imaginar. Ela é bonita, afinal.”

Enquanto olhava para Horikita, que estava a certa distância da nossa mesa, Yamauchi entrou no seu modo de ilusões.

“Mas parece que Horikita te abandonou, Sudou.”

“Isso é… bem, é verdade. Droga, agora eu me sinto triste.”

“Bem, não tenho nada a dizer, já que o número de rivais para Kushida-chan acabou de diminuir.”

Parece que Ike decidiu procurar garotas no local que tenham peitos de tamanho 70 enquanto mantinha Kushida como seu principal objetivo.

“A propósito, Ayanokouji, se você não gosta de Horikita, de quem você gosta? Sudou tem Horikita, Yamauchi tem Kushida-chan. Você vai ser um rival?”

“Quem…”

Nenhuma garota em particular veio à mente.

Por alguns instantes, pensei seriamente. Se eu escolhesse, então seria… Kushida? Ela é a pessoa com quem mais falo, então é inevitável. Mas já que eu sei que ela não gosta de mim, eu realmente não penso nela.

“Não há ninguém.”

No entanto, Ike e Yamauchi me enviaram olhares duvidosos.

“Você acredita que existem caras que não têm uma paixão por uma garota?”

“Não há ninguém assim. Não esconda isso de nós, Ayanokouji.”

“Ao contrário de vocês, eu realmente não conheci muitas garotas além de Horikita e Kushida.”

“Bem, eu acho. Eu realmente não vi você falar com outras garotas.”

É triste que seja verdade.

“Devo apresentar você a algumas garotas?”

Colocando um braço ao redor do meu ombro, Ike falou com confiança.

“Não é triste que você esteja tentando me apresentar algumas garotas quando você nem sequer tem uma namorada?”

“Uu… sim…”

“Sae-chan-sensei disse que teríamos férias no verão, certo? Definitivamente vou ter uma namorada até lá. Kushida-chan, se possível! Ou alguma outra garota bonita!”

“Eu também, eu também! Mesmo que ela seja a pior, eu vou conseguir uma namorada… e então vou ter minha vida amorosa no ensino médio!”

“… quando devo me confessar para Horikita…”

Os três falaram sobre as garotas que estavam em mente.

“Nós devemos ter uma competição para ver quem consegue uma namorada primeiro que os outros. A primeira pessoa a ter uma namorada pagará um rango para todos! Tudo bem?”

Era difícil decidir se eu era um amigo de verdade participando de uma competição como essa.

“O que há de errado, Ayanokouji? Por caso, você vai dizer que você não vai participar?”

“Não, eu só queria saber por que a primeira pessoa a ter uma namorada é a pessoa que vai ter que gastar dinheiro com todos.”

“Ah, eu vejo. Você apenas está com ciúmes, certo?”

“Uma pessoa com namorada é uma pessoa feliz. Como eles estão felizes, eles convidam todos para comer. É esse tipo de sentimento.”

Embora eles estivessem empolgados, o problema de Sudou ainda persiste.

 

Parte 2

 

A turma se dividiu em grupos depois das aulas.

Mas em primeiro lugar, não havia muitas pessoas ajudando.

Hirata e Karuizawa lideraram a equipe Herói & Garota, enquanto Kushida liderava a equipe Garota Bonita & Companhia.

Eles decidiram procurar pela testemunha.

Mesmo assim, é difícil obter resultados em tão pouco tempo.

Existem 400 alunos matriculados na escola. Mesmo que todos da classe D fossem excluídos, não fazia muita diferença.

Seria difícil, mesmo que todo o tempo durante a manhã, intervalo e o tempo depois das aulas fossem incluídos.

“Bem, eu vou pra casa.”

“Você realmente está indo embora, Horikita-san?”

“Sim.”

Horikita respondeu sem hesitação e saiu da sala de aula.

Como esperado de Horikita. Ela não estava se sentindo pressionada pelos olhares dos outros na sala, que pareciam dizer: “Você está indo embora?”. Quando ela virar uma adulta, provavelmente será do tipo que deixaria rapidamente uma festa onde os outros estivessem bebendo─prometendo terminar as coisas na próxima reunião─sem ler o humor.

“Bem…”

Se a tática de Horikita é sair desse jeito, a minha tática é sair silenciosamente pelas sombras.

“Ayanokouji-kun.”

Kushida me chamou com uma voz ansiosa. O tamanho pequeno da sala de aula impediu a minha fuga, fui descoberto imediatamente apesar dos meus passos furtivos.

“O que é? Você precisa de alguma coisa de mim?”

Desculpe Kushida. Eu vou rejeitar seu convite com um coração de aço. E então vou voltar para os dormitórios.

“Você… também vai ajudar, certo?”

“É claro.”

Eu não podia recusá-la. Os olhos virados para cima de Kushida e seu pedido de forma bonita eram uma combinação letal.

Não tinha nada que eu pudesse fazer; senti que estava sendo controlado por Kushida. Eu não consegui resistir.

Se uma pessoa resolvesse ficar acordada, eles pegariam no sono entre 24 a 48 horas. Apesar de algumas pessoas que ocasionalmente afirmam que podem ficar acordadas por um longo tempo sem dormir, acabariam desmaiando.

Simplificando, uma pessoa tem um limite quanto ao tempo que ela pode suportar. É um mecanismo humano.

Depois que eu terminei de dar uma desculpa, Kushida deu uma sugestão.

“Eu realmente quero ter a ajuda de Horikita-san desta vez. Você pode, por favor, perguntar pra ela novamente?”

“Mas ela já foi pra casa.”

Eles não conseguiram detê-la à apenas alguns minutos atrás. Já era o tempo da revanche?

“Sim. Você pode segui-la? Se for Horikita-san, eu acho que ela definitivamente se tornará uma grande ajuda.”

“Bem, isso é verdade.”

“Se tomarmos nosso tempo para persuadi-la, não teremos uma chance?”

Se ela quiser tentar novamente, não tenho o direito de detê-la. Assenti com a cabeça, dizendo-lhe que entendi.

“Ike-kun, Yamauchi-kun, vocês podem ficar aqui? Eu voltarei rapidamente.”

“Está bem.”

Os dois não estão no melhor dos termos com Horikita. De qualquer maneira, não parece que Kushida os traria para virem junto.

“Vamos.”

Tomando o braço de Kushida, deixei a sala de aula. Eu me pergunto o que é esse sentimento agridoce. Por algum motivo, ouvi as vozes irritadas de Ike e Yamauchi atrás de mim. Deve ter sido apenas minha imaginação. Heh.

Quando cheguei à entrada do prédio, não havia nenhum sinal de Horikita. Eu decidi sair do prédio. Como ela não é do tipo que para por besteira no caminho de volta, ela provavelmente estava indo direto para os dormitórios.

Eu empurrei a multidão de estudantes. Logo depois, vi Horikita entre a escola e os dormitórios (já que não há muita distância entre eles).

A maioria dos estudantes voltavam para os dormitórios em grupo de duas pessoas ou mais, mas havia uma única figura que se destacava.

“Horikita-san.”

Eu hesitei antes de falar com ela, mas Kushida gritou seu nome com confiança.

“… o que foi?”

Horikita se virou, parecendo um pouco surpresa. Parecia que ela não esperava que continuássemos atrás dela.

“Eu realmente quero que Horikita-san ajude com o incidente de Sudou-kun… isso não é possível?”

“Eu pensei que já tinha rejeitado isso há alguns minutos atrás.”

Ela encolheu os ombros, como se a pessoa com quem estava conversando fosse uma idiota.

“Eu sei, mas… mas acho que precisamos fazer isso para chegar à classe A.”

“Precisamos fazer isso para chegar à classe A, huh?”

Parecendo que não estava nem um pouco convencida, Horikita não ouviu as palavras de Kushida.

“Se você quer ajudar Sudou-kun, vá em frente. Eu não tenho o direito de detê-la. No entanto, se você precisa de alguém para ajudar, peça a outra pessoa. Estou ocupada.”

“Ninguém está brincando sobre isso.”

Eu respondi involuntariamente. Ela olhou para mim, com os olhos que diziam, “Por que você está falando?”.

“É importante ter meu tempo sozinha. É incômodo ter esse tempo arrebatado.”

Como esperado da linha de pensamento de um solitário, ela não gostava de gastar tempo com outras pessoas.

“Mesmo que eu o ajude agora, isso vai acontecer novamente. Não será apenas um ciclo vicioso? Você pode acreditar que Sudou-kun é a vítima desta vez, mas eu penso diferente.”

“Huh?… Sudou-kun não é a vítima? Embora seria preocupante se ele estivesse mentindo.”

Kushida não entendeu o que Horikita disse.

“Talvez a classe C realmente tenha começado a luta desta vez, mas no final, Sudou-kun também é o culpado.”

“Es-espere, por que? Ele não foi arrastado para a luta?”

Com uma expressão que dizia, “Meu deus…”, Horikita olhou em minha direção.

Eu não, eu não disse nada. Evitei olhar nos olhos dela.

Depois de alguns segundos de silêncio, Horikita falou com uma voz cansada.

“Por que ele foi arrastado para esse incidente? Será difícil chegar à solução de todo o problema sem resolver esta questão fundamental. Não aceito ajudar até que esta questão seja respondida. Como não posso ajudá-lo, por que você não pergunta ao cara do seu lado? Embora finja não entender, ele provavelmente sabe o que estou pensando.”

Por favor, pare de falar com a impressão de que estou entendendo.

Kushida me olhou com uma expressão confusa, como se ela estivesse perguntando, “Você sabe?”

Horikita, não diga nada desnecessário… ela retomou a caminhada, implicando que nos restava resolver o problema. Kushida, tendo entendido algo das palavras de Horikita, não conseguiu detê-la.

“Sudou-kun também é… o culpado? É isso mesmo?”

Kushida olhou para mim, pedindo conselhos.

Depois que Horikita revelou que eu estava fingindo, mesmo que eu tentasse fingir ignorância, o futuro ainda parecia preocupante. Além disso, se Kushida me fizesse uma pergunta com uma expressão fofa, eu até mesmo daria as informações da minha conta bancária.

“Eu entendi o que Horikita disse. Pelo menos, Sudou é parcialmente culpado aqui. Ele é o tipo de pessoa que facilmente se ressente dos outros, então ele tem um comportamento violento e tende a dizer coisas imprudentes para quem o provoca. Fiquei surpreso e impressionado quando ouvi dizer que Sudou estava sendo considerado como um regular. Ele parece bom no basquete, mas sua arrogância e seu orgulho acabariam por fazer com que algumas pessoas, especialmente aquelas que praticam muito, o odiassem. Além disso, tem havido rumores de que Sudou tem brigado desde antes do ensino médio. Não conheço ninguém que conhecesse Sudou anteriormente, mas, visto que o rumor circula por algum tempo, deve haver alguma verdade nisso.”

A impressão que as outras pessoas tinham de Sudou não era boa.

“Isso iria acontecer mais cedo ou mais tarde. É por isso que Horikita disse que Sudou também era o culpado.”

“Em outras palavras, suas ações habituais causaram essa situação, não é?”

“Sim. Enquanto ele continuar provocando aqueles que o rodeiam com seu comportamento, esse tipo de problema será inevitável. E se não há provas, sua imagem, particularmente sua impressão aos olhos dos outros, seria usada contra ele. Por exemplo, digamos que há dois suspeitos por um caso de assassinato. Um deles tem um assassinato anterior em sua ficha, enquanto o outro leva uma vida correta e diligente. Em quem você acreditaria?”

Se as pessoas fossem forçadas a responder isso, a maioria teria dado a mesma resposta.

“Isso é óbvio; a pessoa que leva uma vida correta.”

“Com ou sem provas, deve ser tomada uma decisão; mesmo que não seja a verdade. Isso é o que está acontecendo agora. Enquanto Sudou não reconhecer seus erros, Horikita não cederá.”

No entanto, parecia um pouco diferente da expressão “você colhe o que planta”.

“Eu vejo, então é isso que ela quis dizer…”

Kushida, finalmente entendendo o que Horikita quis dizer, deu um pequeno aceno de cabeça.

“Então, Horikita-san não está ajudando para ensinar a Sudou-kun uma lição?”

“Algo parecido. Ao puni-lo, ela quer que Sudou tenha um pouco de autoconsciência.”

Kushida parecia entender, mas não podia concordar com isso.

Em vez disso, parecia que ela estava brava; ela apertou seus punhos em raiva…

“Não entendo por que ela abandonaria Sudou-kun apenas para puni-lo. Se ela não está satisfeita com alguma coisa, ela deve dizer-lhe diretamente. É para isso que serve um amigo.”

Em primeiro lugar, eu não acho que Horikita considere Sudou como um amigo… deixando isso de lado, ela não era o tipo de pessoa que ensinaria isso direito. Ela não tinha senso de responsabilidade pelos outros.

“Você deve fazer o que você acredita estar certo. Em primeiro lugar, querer ajudar Sudou não está errado.”

“Sim.”

Kushida assentiu sem hesitação. Ela é do tipo que ajuda os outros, na maioria das vezes, são seus amigos. Para ser sincero, é uma coisa muito difícil de fazer; algo que apenas pessoas como Kushida poderiam fazer.

“No entanto, provavelmente é melhor ter mais cuidado ao contar diretamente a Sudou. Não vai adiantar contar isso e ele não refletir sobre o ocorrido, ele deve tomar consciência disso sozinho.”

“… certo. Seguirei o conselho de Ayanokouji-kun.”

Mudando sua linha de pensamento, Kushida esticou suas costas.

“Por agora, vamos procurar uma testemunha.”

Depois de voltar para a sala de aula, me juntei aos outros.

“Vocês não conseguiram convencer Horikita?”

“Desculpe, nós tentamos.”

“Não é culpa de Kushida. Deve ficar tudo bem com as pessoas que temos agora.”

“Espero que possamos trabalhar juntos, Ike-kun, Yamauchi-kun.”

Kushida ficou ali, seus olhos brilhando, pedindo por ajuda. Os dois olharam para ela com um amor louco em seus olhos.

“Pra onde estamos indo?”

Procurar aleatoriamente por uma testemunha não seria eficiente.

Provavelmente seria melhor elaborar um plano antes de fazer qualquer movimento.

“Se todos estão bem com isso, que tal perguntarmos para a classe B primeiro?”

“Por que a classe B?”

“Porque ela é a classe que mais se beneficiaria se uma testemunha for encontrada.”

“Desculpe Ayanokouji-kun, mas eu não entendi direito.”

“Entre as classes D e C, qual classe é um obstáculo para a classe B? Simplificando, qual classe é uma ameaça maior para eles?”

“Claro! É a classe C. Então devemos perguntar a classe C por último. Mas por que não a classe A?”

“Em primeiro lugar, há pouquíssimas evidências. A classe A não precisa fornecer ajuda em uma situação que não os afete, pois esta disputa é entre as classes C e D.”

Claro, ainda não tínhamos certeza se a classe B poderia ser confiável. Se fossem espertos, eles poderiam ter um plano para derrotar não só a classe C, mas também a classe D. Mesmo que seu plano não seja tão detalhado, eles teriam algum tipo de plano.

“Tudo bem, vamos para a classe B!”

“Espere.”

Segurei por reflexo a parte de trás do colar de Kushida quando ela começou a andar.

“Nya~!”

Assustada, Kushida soltou um miado.

“Moe~!”

Yamauchi tinha um coração em cada olho devido ao lindo grito de Kushida. Essa ação provavelmente foi de propósito…

Embora eu tivesse pensado isso, meu coração morreu pela sobrecarga de fofura.

“As habilidades de comunicação de Kushida são vitais aqui. No entanto, não é tão simples como entrar casualmente na classe e tentar fazer amigos.”

“Então é assim?”

Se a testemunha fosse um amigo, ou se ajudaria gratuitamente, não haveria problema. No entanto, se fosse uma pessoa mais calculista, ela não concordaria em ajudar sem um preço.

Não saberemos se ajudarão ou não nos ajudarão até falarmos. Mesmo se levarmos isso em consideração… as coisas sairão como esperado?

“Você tem conhecidos na classe B?”

“Sim. Há algumas pessoas com quem converso e me dou bem.”

“Vamos primeiro tentar perguntar a essas pessoas.”

Nós não queríamos que isso se espalhasse rapidamente, que estávamos procurando testemunhas com urgência.

“Uma por uma? Não é melhor perguntar a todos de uma vez?”

Ike parecia não gostar da estratégia indireta.

“Eu também acho que estamos olhando para isso um pouco negativamente demais. Pode ser bom perguntar para a classe B primeiro, mas acho melhor perguntar para muitas pessoas ao mesmo tempo. Talvez não possamos encontrar a testemunha a tempo, se fizermos isso muito devagar.”

“Entendo. Isso pode ser verdade; faça o que você achar melhor, Kushida.”

“Desculpe Ayanokouji-kun.”

Kushida manteve suas mãos juntas na frente de seu rosto como desculpa. Não era sobre isso que ela deveria se desculpar. É natural que nossas opiniões não coincidam, e se houvesse vários pontos de vista diferentes, devemos ir com a opinião da maioria. Eu me retirei e deixei o plano para Kushida e os outros. Inesperadamente, senti o olhar de alguém em mim e olhei para trás.

Apenas cerca de um terço da classe permaneceu na sala de aula.

Nada parecia fora do lugar.

Eu não pude identificar o que está me incomodando.

 

Parte 3

 

A primeira sala que visitamos dava um sentimento um pouco estranho. Embora tivesse o mesmo design por dentro, parecia que chegamos a um lugar completamente diferente. Corrigi a minha incompreensão inicial de que quando um time joga em casa ou joga fora não faria muita diferença. Como não sabíamos se a classe seria uma inimiga ou uma aliada, nossa impressão inicial da classe também era diferente. Até mesmo Ike e Yamauchi ficaram chocados; eles não conseguiram se mover da porta.

Sendo a única imperturbável, Kushida começou a conversar com seus amigos com um sorriso logo após entrar na sala. Que atitude incrível. Ela conseguiu conversar facilmente com seus amigos, independentemente do seu gênero, semelhante à forma como agia na classe D. Eu não seria capaz de fazer o mesmo.

Os dois que estavam com mais ciúmes eram Ike e Yamauchi. Kushida estava conversando e se divertindo com pessoas que eram claramente mais atraentes.

“Me-merda! Há muitos outros que estão atrás da minha Kushida-chan!”

O que você quer dizer… que tipo de dialeto é esse?

“Não entre em pânico Ike, está tudo bem. Temos uma vantagem, estamos na mesma classe que Kushida-chan!”

Com sentimentos de irritação, os dois orgulhosos consolaram um ao outro. Embora houvesse apenas 10 pessoas na sala, Kushida começou a explicar a situação para aqueles que estavam lá.

A atmosfera da classe B era a mesma que a Classe D, ninguém esperaria isso vindo de um grupo de estudantes de honra. Não eram rígidos e, ao contrário de como eu os imaginava, havia pessoas que tingiram seus cabelos e algumas das garotas usavam saias que eram muito curtas.

Eu acho que não se deve julgar um livro pela capa. Por acaso havia algo além da habilidade acadêmica que fizesse a classe B ser melhor que a classe D? O sistema desta escola ainda tinha muitos mistérios.

É incômodo pensar nessas coisas.

Como Kushida já tinha tomado a dianteira, eu deixei que ela cuidasse das coisas.

Tentando não ser notado pelos outros, eu dei alguns passos para trás da entrada.

“Eu quero ir para casa…”

Eu não queria que eles me ouvissem enquanto me queixava.

Do lado de fora, vi o clube de atletismo dando voltas ao redor da pista.

Como o ar condicionado era confortável, eu não tinha vontade de sair.

“Os clube esportivos realmente estão dando duro.”

Tendo terminado de examinar a classe B, Ike se juntou a mim ao olhar pela janela. Ele é um cara instável; essa espera deve ter sido um aborrecimento para ele.

“As pessoas que participam das atividades dos clubes são estúpidas.”

“O que há com esse pensamento repentino? Você sabe que dizer esse tipo de coisa fará metade da escola ficar contra você, não é?”

Eu não sabia o número exato, mas eu estimava que cerca de 60 a 70 por cento dos alunos participavam de atividades em seus clubes.

“Onde está o mérito em um regime de treino tão severo? Se eles gostam de se exercitar, então devem fazer isso apenas como um passatempo.”

Era estranho considerar as atividades dos clubes apenas como um benefício ou uma desvantagem.

Participar de clubes tinha seus benefícios. Você seria capaz de socializar com os outros, bem como experimentar o sucesso e o fracasso. Estas eram experiências não incluídas nos estudos. Além disso, os membros do ‘clube de ir pra casa’ não receberiam os benefícios de estar em um clube.

“Deve ser.”

Aguardei pelo relatório de Kushida nos próximos minutos, mas não sabia o que esperar.



Comentários