A Classe da Elite Japonesa

Tradução: COTE Brasil


Volume 4

Capítulo 3: Dupla Pergunta

Introdução

“…você está de brincadeira?” Horikita me cumprimentou com um tom de voz culpado.

“Infelizmente é verdade. Kouenji subitamente acabou e terminou o exame para o seu grupo” – Eu respondo a ela.

“Você é um idiota? Por que você não o impediu de andar por aí desse jeito? Essa era sua responsabilidade como colega de quarto dele” – Ela me diz.

“Isso é impossível, além disso, não adianta chorar sobre o leite derramado agora” – Eu disse.

O método de força bruta que Kouenji usou para terminar o exame de seu grupo estava circulando em torno dos estudantes, fazendo com que a turma estivesse em alvoroço. É por isso que no bate-papo de ontem Horikita queria me conhecer diretamente. Parece que ela ainda não está convencida como ela estava balançando a cabeça de um lado para o outro.

“Eu vou repreendê-lo por isso na próxima vez que eu o ver, eu gostaria de evitar tais incidentes novamente no futuro” Horikita me diz.

“Você deveria saber que isso é inútil, as palavras não vão chegar até ele. Você só vai se arrastar em seu ritmo. Por enquanto, vamos nos concentrar em nossos próprios grupos” eu disse em resposta.

Como ele é meu colega de quarto, posso ser culpado por não tê-lo parado a tempo, então decidi mudar de assunto.

“De fato, meu grupo está cheio de inimigos problemáticos, mas eu não vou sair atrás deles”, Horikita me conta. Sua atitude é mais forte do que nunca, e suponho que vou ter que deixar isso para ela neste caso. Do meu lado, também, estou tendo um pouco de dificuldade em lidar com Ichinose, que o Hoshinomiya-sensei enviou para me investigar.

“Falando nisso, já que você também é uma menina, eu gostaria de perguntar uma coisa”, digo a ela.

“O que há com essa linha de raciocínio? Eu sempre fui uma garota desde o começo, você sabe” ela instantaneamente retruca, tendo entendido mal minhas palavras como sarcasmo quando ela olha para mim com olhos levemente desapontados.

“Não. Não é isso, não é isso. Eu só estava dizendo que gostaria de te perguntar quanto menina”. Já que parecia que ela ficaria mais irritada se eu continuasse tentando dar desculpas assim, eu rapidamente comecei a explicar.

“Eu gostaria de informações sobre Karuizawa” eu digo a ela. Como estou planejando fazer contato com Karuizawa, preciso de informações sobre ela. Se ela fizesse uma classificação de meninos na classe, tenho certeza que estaria em último, afinal.

“Então você gostaria de me consultar sobre o assunto de Karuizawa?” Horikita me pergunta. Eu concordo.

“Eu gostaria de acompanhar os membros do meu grupo, mas estou achando um pouco difícil. Eu devo ser capaz de lidar com Sotomura e Yukimura, mas Karuizawa é um problema. Depois que o teste na ilha terminou, você foi convidada para um almoço por Karuizawa, certo?” Eu digo a Horikita.

“Você deveria saber que eu já a rejeitei, eu não estou interessada em Karuizawa-san. Se você quer informações sobre ela, por que você não vai perguntar a Hirata-kun? Se é ele, ele certamente será capaz de guia-lo” Horikita responde para mim. Isso é verdade, mas antes do início do exame, eu tinha estragado a chance de almoçar com Karuizawa e Hirata. Certamente Hirata se lembra do ocorrido também, então eu gostaria de evitar perguntar a ele por um tempo.

“Você está preocupado que ela possa ser o VIP ou algo do tipo?” Horikita de repente me pergunta.

“Isso é parte disso. Mas agora, é impossível para mim entender o comportamento de Karuizawa. Eu estava apenas curioso” digo a ela.

“Então é um desperdício de tempo, o comportamento dela não tem nenhuma razão por trás disso. Se você se preocupa com ela, vai ser apenas um desperdício de seu tempo”, ela responde a mim.

“Horikita, não acho que seja bom dizer isso dos outros”.

“Dizer isso sobre os outros? O que você quer dizer?” ela me pergunta.

“É claro que você só viu o lado egoísta e irritante de Karuizawa até agora. Mas você sabe que ela provavelmente tem um lado bom também?” Eu respondo a ela.

“Existe realmente um lado bom? Eu não posso imaginar isso. Ela não é apenas cheia de falhas?” Horikita me pergunta. Naturalmente, atualmente, no que diz respeito à cooperação, devo admitir que Horikita é igual ou pior que ela.

“Quando você encontra alguém pela primeira vez, o primeiro instinto é julgá-lo em suas aparências, seja ela legal ou fofa ou algo assim. Então você os julgaria através do diálogo para ver o seu eu interior. Se eles são sociais ou agressivo ou passivo e tal”. Tendo dito isso, Horikita cruza os braços e espera pelas minhas próximas palavras.

“Mas mesmo isso ainda é apenas o exterior. Sua mentalidade real não será imediatamente visível a partir disso. Tome Kushida, ou Ibuki ou até mesmo eu, por exemplo. A personalidade ‘frontal’ e a personalidade ‘de trás’ estão bem divididas”, disse Horikita. .

“Karuizawa-san tem tal divisão também?” ela me pergunta.

“É algo que a maioria das pessoas tem, mesmo que elas não saibam disso. Horikita, você também tem”. Porque sempre que ela está na frente de seu irmão, ela sempre expõe sua verdadeira natureza frágil.

“Eu ainda não estou totalmente convencido, mas posso entender que você a conhecerá melhor através do contato direto”, diz Horikita. É claro que é mais fácil falar do que fazer, porque se eu não tivesse decidido me esforçar, nunca seria capaz de conhecer a verdadeira natureza de Karuizawa.

“E? ​​Existe um bom uso para Karuizawa-san?” Horikita me pergunta.

“Eu não posso colocar isso claramente em palavras ainda, mas se eu tivesse que dizer que seria a ‘habilidade de governar’. Ela tem iniciativa e não há como negar que seu status na Classe D é inabalável”, digo Horikita. No entanto, no nosso grupo (Coelho), eu não vi esse lado dela ainda. É por isso que pensei em averiguar a verdadeira natureza de Karuizawa o mais rápido possível.

“Supondo que ela tenha tal capacidade, o que você fará? Você vai trazer Karuizawa-san para o nosso grupo também?” ela me pergunta.

“Eu me pergunto sobre isso” eu digo a ela. Enquanto eu estava pensando sobre a minha resposta, aquele homem de ontem voltou para nós.

“Vocês dois estão tendo um encontro na sombra?” Foi Ryuuen quem disse isso. Ele não estava com Ibuki hoje, mas sim, se aproximando de nós com um sorriso assustador no rosto.

“Você é muito livre, mesmo se você me encurralar assim, não há nada que você possa ganhar” Horikita repreende Ryuuen.

“Eu sou o único que decide sobre isso. Então, você decidiu tentar encontrar o VIP?” E novamente Ryuuen se senta em uma cadeira próxima sem permissão.

“Quaisquer que sejam meus planos, não vou dizer” Horikita diz.

“É uma pena, eu pensei em discutir isso com você. Mas parece que você ainda não fez nenhum progresso na sua busca” Ryuuen diz a Horikita.

“Isso é interessante, então você está dizendo que sabe quem é o VIP então?” Horikita pergunta a ele. Mas olhando para ela com uma expressão estranha, Ryuuen a responde como se esperasse que ela lhe perguntasse isso desde o começo.

“ ‘Eu já descobri quem é o VIP', você acreditaria em mim se eu dissesse isso?” Ryuuen pergunta Horikita.

“Não, eu não sei. Você não é alguém como Ichinose-san ou Katsuragi-kun com aliados do seu lado. Você só tem inimigos. Ninguém iria reunir esse tipo de informação para você” Horikita responde a Ryuuen.

“Isso não é verdade. Na verdade, eu não estou no clube de ‘fazer amigos’ como eles. Mas fazer amigos e reunir informações são duas coisas completamente diferentes”, diz Ryuuen em resposta. Ele falou com Horikita com uma atitude quase parecida com uma professora que estava desapontada com o aluno por não obter a resposta certa.

“Infelizmente, eu já mergulhei minhas mãos neste exame. Dependendo das circunstâncias, a classe C pode ser a única a vencer”, diz Ryuuen.

“N-não”. Não, o que ele diz pode ser apenas a verdade.

A escola sempre faz exames baseados em critérios muito específicos. Os tempos intermédios eram os mesmos, as finais eram as mesmas e o teste da ilha também era o mesmo. Se você entende as “regras” por trás do exame, é possível obter uma pontuação alta e produzir bons resultados. Se isso for verdade, este exame não é diferente. Se é ele, ele já deve entender esse fato.

“É muito simples, você só tem que encontrar um ‘alvo', isso é tudo. Desmonte a estrutura do grupo e analise-o até encontrar a resposta”.

“Na verdade, qualquer um teria pensado nisso. Mas será que eles responderão honestamente? Como a escola garante o anonimato, pode-se simplesmente permanecer em silêncio e ganhar 500.000 pontos dessa maneira”. Horikita conta para Ryuuen. Mas Ryuuen responde calmamente em resposta à dúvida de Horikita.

“Eu só tenho que ter certeza que é uma situação em que eles responderiam honestamente sem mentiras”.

“Uma situação para fazê-los responder honestamente sem mentiras?” Horikita pergunta a ele.

“Desde que pedi a todos os seus contatos, posso simplesmente perguntar-lhes um a um sem que a escola saiba.” Ryuuen diz.

“Você está louco? Isso é proibido pela escola. Se descoberto, você será expulso” Horikita pergunta a ele em choque.

“Não é um problema. Estou aqui agora porque não é um problema. Você entende o significado disso?” Ryuuen diz. 

Era um método de força bruta que Ryuuen só podia usar porque ele tem a estatura de um tirano absoluto. Se ele forçosamente olha para o telefone do aluno de outra classe, sem dúvida, Ryuuen seria denunciado e expulso. Mas Ryuuen é dominante na Classe C. O que quer que ele faça, ninguém daria uma reclamação. E se não houver reclamações, não há problema. Isso significa que as ações de Ryuuen ainda estão dentro dos limites seguros das regras da escola. Essa deve ser a estratégia de Ryuuen. A estratégia para retirar à força todos os segredos da Classe C. E se isso for verdade, Ryuuen poderia ter as identidades de até três VIP's. Isso seria uma sugestão maciça para ele neste exame.

Para colocar uma maneira fácil de entender, seria como escrever a pergunta e responder em lados diferentes de um painel. Normalmente você não saberia a resposta a menos que você vire o painel. Mas se o painel for dobrado como um papel, talvez seja possível obter uma sugestão da resposta do outro lado. Basicamente, Ryuuen já pode saber os nomes de todos os VIPs deste exame.

“Parece que você finalmente entende a situação” Ryuuen diz finalmente.

“… Sim. Mas se você já sabe a resposta, você não deveria ter enviado para a escola?” Horikita pergunta a ele.

“Talvez eu esteja apenas brincando”.

“Você não sabe quando alguém vai chegar à resposta, você não deveria estar tão desprevenido se for”, diz Horikita em resposta. Não há provas, mas tenho a sensação de que a suposição de Horikita está correta. Se ele já sabe a resposta, não adianta atrasar. Ele deveria ter terminado quando pudesse.

“Então, finalmente estou no último estágio”.

“Ryuuen-kun, a propósito, posso te perguntar uma coisa? Ontem o exame do grupo (Macaco) terminou. O que você acha disso?” Horikita pergunta a ele.

“Nada em particular, eu não me importo com o que os fracos estão fazendo”. Ryuuen simplesmente deixou essas palavras para trás enquanto se afastava.

“Eu não sei quanto do que ele disse é verdade”. Horikita tinha uma expressão perplexa no rosto enquanto olhava para as costas de Ryuuen que estava se afastando. 

E então, com confiança, olhei para baixo da cadeira de Horikita e lá encontrei um único telefone com o modo de gravação ativado. Naquele telefone, uma conversa. Apenas uma conversa. Foi enviada. Não tinha nem campainha nem vibração ativadas. E não vi o conteúdo completo do chat, mas por um momento, vi as palavras “Desculpe sobre ontem” enviadas por alguém para Ryuuen.

Talvez haja algo errado com sua turma? Eu não queria cavar mais fundo nisso e retornei à minha postura normal na minha cadeira. Horikita rapidamente compreendeu a situação e rapidamente pegou seu próprio telefone e digitou isso para mim.

[Se esse telefone é realmente dele, é melhor não falar displicentemente], ela digitou para mim. O que ela disse é verdade.

“Você acha que o que Ryuuen disse era verdade? O que ele disse sobre fixar os VIP's de todas as classes. Horikita me olhou surpresa por um momento, mas então ela rapidamente entendeu o significado por trás das minhas palavras.”

“Eu me pergunto. Eu não posso dizer com 100% de certeza, não há muito tempo para este exame depois de tudo”.

“Você também é bruto”.

“Eu vou observar você até o osso, também precisamos encontrar os VIP's o mais rápido possível” Horikita, então, me diz.

“Mais fácil falar do que fazer, não tem como eu fazer isso”, digo a ela.

“Eu não estou esperando muito de sua parte também, mas eu só queria informações sobre o grupo (Coelho) de você”, diz ela. Ao ter essa conversa, pude destacar o talento de Horikita e minha própria incompetência. Ao fazê-lo, a suspeita seria desviada de mim até certo ponto. Afinal, Ryuuen tentou escutar usando seu próprio telefone.

“Se não houver uma expectativa particular em mim, vou tentar”, digo a Horikita. Então, sem dizer mais nada, Horikita apertou um botão no elevador e saiu. 

Agora, eu deveria voltar para o meu quarto e dormir? Ou criar uma estratégia para o exame?

De qualquer forma, decidi deixar o telefone de Ryuuen como está. E com isso, decidi voltar para o meu próprio quarto. Eu também posso aprender mais sobre o grupo de Horikita e Hirata a final. E, felizmente, Hirata também está no mesmo lugar que eu. E ele deveria estar se aproximando deste exame com uma perspectiva diferente de Horikita depois de tudo. Mas Hirata não estava no quarto quando cheguei lá, só Yukimura. E ele estava sentado na beira da cama com uma expressão severa no rosto.

“Algo está errado?” Pergunto-lhe. Eu não posso ignorar um colega de quarto assim, e Yukimura também percebeu que eu estava lá desde que ele suspirou baixinho e murmurou para mim.

“É sobre o nosso grupo. Por que temos que estar com Karuizawa e Sotomura?” ele resmunga.

“O que há com você, de repente”.

“Você não ouviu? Parece que há um padrão de como os grupos são designados. O grupo (Dragão) tem os alunos mais excelentes atribuídos a ele. Isso torna tudo pior”, diz ele. Entendo agora. É por isso que ele estava se sentindo ansioso. De fato, o grupo (Dragão) ao qual Horikita pertence tem os melhores.

Não há dúvida sobre isso a julgar pela conversa dos professores ontem e avaliação do próprio Ryuuen. 

Se formos apenas por habilidade acadêmica, Yukimura também estaria lá com Hirata e Horikita. 

É claro que ele não ficaria satisfeito por ser colocado no grupo (Coelho). Yukimura evitou usar o nome diretamente, mas ele estava me olhando atentamente. Não há nada que eu possa fazer, mesmo que você diga isso. Então decidi ir para a minha cama e esperar até que Hirata voltasse. Mas Yukimura estava olhando para mim com olhos desconfiados o tempo todo.

“Ayanokõji. Eu só quero verificar com você para ter certeza. Mas você não é o VIP, certo?” Yukimura me pergunta.

“Eu não vou negar isso, mas há algum significado na checagem?” Eu pergunto a ele em resposta.

“Claro, neste exame a ‘cooperação’ é essencial. Em outras palavras, se você cooperar, não perderemos”, ele me diz.

“Isso é verdade. Infelizmente, eu realmente não sou o VIP”.

“É verdade, certo? É melhor você não estar tentando roubar pontos para si mesmo” Yukimura me diz. Como parece ser sua política pessoal duvidar de outros, isso não foi surpresa para a resposta de Yukimura para mim.

“Eu não sou o VIP, posso acreditar que você não é também, Yukimura?” Pergunto-lhe.

“Claro que não sou. A propósito, Sotomura também não é o VIP.”, Yukimura me diz. Esta foi uma confirmação entre amigos, quase como um código dizendo “não se traiam”.

“Eu também perguntei a Karuizawa e ela negou ser a VIP, mas acreditar em suas palavras é uma questão diferente” 

Yukimura continua. Parece que Yukimura, que não gosta de Karuizawa, está inclinado a não acreditar nas palavras dela. É claro que, para ter certeza, ele poderia simplesmente ter checado seu telefone, mas dado o relacionamento entre eles, isso parece difícil de fazer. Parece que Yukimura ficou satisfeito por agora, já que ele não perguntou mais nada. 

Eu enterro meu rosto no travesseiro e fecho meus olhos. Eu me senti desconfortável em ter alguém na sala me vendo dormir, mas não é tão desagradável. Eu posso ser tão adaptável quanto um camaleão quando preciso, em termos de fazer amigos também. Parece que até Yukimura começou a me reconhecer como amigo. Adormeço depois de ouvir o leve suspiro de Yukimura do outro lado da sala.

***

Parte 1

À tarde, fui mais uma vez à sala de discussão do grupo (Coelho). Mas mesmo no mesmo lugar e no mesmo espaço, dependendo de com quem você está, a atmosfera também mudará inevitavelmente. Cheguei na sala dez minutos antes do início da discussão e quem chegou logo depois de mim foi Karuizawa. Quando ela me viu, sua expressão se transformou em uma expressão enojada e ela imediatamente desviou os olhos de mim. Ela então se sentou em um canto da sala (o canto mais distante de mim) e começou a mexer no seu telefone. Não é como se tivéssemos uma briga ou algo assim, ou que não nos damos bem. Eu sou simplesmente colocado, odiado por ela. Mas esse é o pior tipo de relacionamento a ter.

Se há uma razão por trás do ódio, há espaço para reconciliação. No entanto, se houver apenas uma antipatia ambígua de mim, não posso fazer nenhuma inovação com ela. Atualmente, minha posição com ela é muito ruim. Eu poderia ter saído da sala e passado algum tempo no corredor até que Ichinose e os outros chegassem. Mas eu não posso simplesmente sair porque a atmosfera está ficando estranha aqui.

Rapidamente corrigi minha postura de uma maneira condizente com uma pessoa digna como um homem. De qualquer forma, esse tipo de exame é particularmente ruim para mim. Especialmente porque gira em torno do conceito de ‘diálogo’, que é uma fraqueza para mim. Depois de passar o semestre inteiro como um solitário, não é como se eu pudesse de repente começar a cultivar uma imagem tagarela. Mas Karuizawa parece não ter intenção de ficar quieta desde que colocou o telefone perto da orelha e começou a falar.

“Ahh, Rinocchi? Como estão as coisas aí? Aqui? As coisas estão horríveis”, ela falou com a amiga pelo telefone. Como éramos as únicas pessoas na sala, naturalmente eu podia ouvir cada parte da conversa dela. A pior parte é que uma vez que ela termina seu chamado, um silêncio desconfortável desce sobre o quarto. Então ela falou comigo: “Aah … falando nisso, você é o VIP? Porque parece que Yukimura-kun e Soto ….. algo-kun não são” ela me pergunta. 

Pelo menos, lembre-se do nome de Sotomura, pensei. Como não havia mais ninguém na sala, parece que ela me escolheu para conversar.

Foi uma pergunta que Yukimura também me fez há pouco. Não pode ser verdade que todos gostariam de verificar isso comigo.

“Não” eu respondo a ela.

“Entendo, então tudo bem”. Mas, ao contrário de Yukimura, ela não pediu novamente para confirmar.

“Você confia em mim?” Eu pergunto a ela.

“Ha? Você disse que não é o VIP, certo?” ela responde para mim. 

Fiquei surpreso que ela confiasse tão facilmente em minhas palavras. Não é como se nos descemos bem ou algo assim. Mas eu suponho que não há nenhuma necessidade real de confirmar isso de qualquer maneira, porque o que eu estou realmente procurando neste exame não são os pontos. O que eu quero confirmar é se essa pessoa conhecida como “Karuizawa Kei” é realmente uma existência útil ou não para mim.

“Vocês dois estão adiantados”. Parece que os três alunos da Classe B chegaram ao mesmo tempo.

“Vamos nos dar bem hoje também”, respondo a Ichinose. Ichinose também chamou Karuizawa com essas palavras, mas Karuizawa a ignorou e continuou mexendo em seu telefone.

E como foi ontem, os membros se reuniram antes da discussão. Parece que a situação ainda não mudou nas discussões anteriores.

A classe A rapidamente se distanciou e apenas as três classes restantes se reuniram para formar um círculo. Vendo isso, Karuizawa se levantou e foi para a Classe A e sentou-se ao lado de Machida da Classe A. Essa ação foi provavelmente tomada como uma medida defensiva contra Manabe. Machida não participou ativamente das discussões, mas sua ‘presença’ ainda era muito forte e sua voz ainda era influente no grupo. E ainda há a diferença de força entre um estudante do sexo masculino e um feminino, o que deixa as meninas de Manabe e da Classe C incapazes de fazer qualquer coisa para Karuizawa com Machida por perto.

Se Karuizawa tivesse decidido depender do eu não confiável ou de Sotomura, Manabe e seu grupo não teriam hesitado em atacá-la. Pensando assim, a decisão de Karuizawa de escolher Machida está correta.

“Tudo bem, se alguma coisa acontecer, eu definitivamente vou te salvar” Machida promete Karuizawa.

“Obrigado, Machida-kun” Karuizawa diz em resposta. 

Parece que, sendo invocado, Machida se tornou excessivamente consciente sobre Karuizawa. Já que ela é uma garota bonita do lado de fora, não tinha como evitar, mesmo que sentimentos para protegê-la nascem dentro de Machida. 

Deixando de lado esta nova história de amor, o verdadeiro problema agora é o exame. Assim como nós, as outras classes provavelmente também entendem. Eles já devem ter falado sobre isso como nós falamos, e devem saber se o VIP está em sua classe ou não.

“Agora, eu tenho pensado nisso desde a noite passada. Mas, eu acho que nós deveríamos discutir agora um com o outro uma maneira de descobrir quem é o VIP”, diz Ichinose.

“Isso de novo? Eu já disse a você que há pessoas com quem você não pode negociar. E sem a nossa participação, não há como você descobrir o VIP, certo?” palavras que zombam de Ichinose assim vieram da Classe A.

“Eu não penso assim, eu acho que é uma questão de confiança aqui. E é por isso que hoje, vamos jogar cartas com todos. É claro que eu não tornarei compulsório, então apenas as pessoas deveriam se juntar” Ichinose continua enquanto tirando um baralho de cartas com um sorriso.

“Hahahahaha, construindo confiança com um jogo de cartas? Isso é estúpido” Classe A continua sua zombaria.

“Você pode pensar isso, mas se você tentar isso é surpreendentemente divertido. Vai ser uma longa hora para passar sozinho em silêncio. Tudo bem se você não se sentir entediado” Ichinose diz em resposta e, como de costume, Classe B todos expressam seu consentimento para a Ichinose.

“Eu também participarei. Estou livre de qualquer maneira”, acrescenta Sotomura. Mas é claro que parece que ninguém mais está disposto a concordar com o plano de Ichinose, então levanto minha mão levemente e ofereço meu consentimento para ela.

“Então são os cinco de nós. Por enquanto eu estou pensando em jogar Daifugo. Existe alguém que não entende as regras aqui?” Ichinose nos pede.

Claro, até certo ponto, eu também entendo as regras dos jogos de cartas. Daifugo incluído. Parecia não haver problemas com todos os outros também e assim o jogo começou suavemente. Os outros que não estão envolvidos no jogo estão desinteressados ​​em nós ou nos mandando olhares de vez em quando. Ichinose então passou a embaralhar as cartas que estavam divididas entre nós cinco. Eu tenho um Coringa, 2 e 3 de Clubes. Parece que uma mão muito intensa se formou. Minha mão atualmente sobrecarregaria a maioria dos outros jogadores, mas em Daifugo, você não pode dizer com certeza que a mão mais forte sempre vence. Uma revolução pode ocorrer e enfraquecer sua mão e enviá-lo em espiral em uma perda.

Mas não há como negar o fato de que minha mão atualmente me dá uma vantagem. Eu deveria propor uma estratégia sólida para utilizar esta mão. Eu tenho que admitir, jogar cartas é uma experiência muito mais profunda do que eu jamais imaginei. Sem mencionar que a personalidade de cada jogador é destacada no jogo. Ichinose, por exemplo, não está lutando apenas com a própria mão, mas também analisando cuidadosamente os outros jogadores e usando seu ritmo para sua vantagem. Hamaguchi está apostando tudo no final do jogo. Parece que suas estratégias refletem suas personalidades.

“MAIS UMA VEZ!” Sotomura gritou. Sotomura, que geralmente é muito conhecedor de tópicos relacionados ao otaku, eu esperava exibir uma personalidade muito mais calma. Mas parece que ele é o momento de ficar com raiva quando ele começa a perder. Mas ele também parece ser do tipo que relaxa rapidamente desde que ele voltou ao normal quando o jogo terminou.

Eu acho que isso é provavelmente o que Ichinose estava esperando. Para descobrir as personalidades e características dos jogadores. Claro que só ajudou um pouco, e o diálogo com o resto do grupo ainda não está ocorrendo. Mas isso significaria não apenas Sotomura, mas ela também poderia ter explorado meu comportamento.

Da perspectiva de Ichinose, me pergunto como seria visto. Do ponto de vista objetivo … tenho certeza de que é um homem realmente chato. Ativo com uma boa mão, mas passivo com um ruim. Eu devo parecer um tipo muito comum de homem. Essa abordagem é melhor do que se adaptar ao jogo e colocar as observações do Ichinose em desordem. E assim continuamos a jogar cartas, a partir de Daifugo e até o final tínhamos jogado Old Maid. E quando terminamos, uma hora já havia passado. Nem a Classe A nem a Classe C se juntaram e, no final de tudo, apenas nós cinco participamos dos jogos do início ao fim.

“Isso foi divertido, às vezes é bom jogar da maneira antiga”, disse Sotomura, aparentemente mais feliz jogando cartas do que tendo que passar por uma hora de discussão.

Mas apenas repetindo esses jogos como uma espécie de tática de guerra psicológica, ainda não consigo ver quais são os verdadeiros objetivos da Classe B aqui. Tenho certeza de que é algo que só Ichinose sabe.

“Então … eu vou me despedir”.

“Onde você vai?”.

“Eu não posso permitir que a Classe A afaste assim depois de tudo”.

“Então você está indo para ir ver o Katsuragi-kun?” Parece que a Ichinose está planejando fazer contato direto com o homem que planejou a estratégia de fortaleza fechada da Classe A. Embora eu normalmente não seja o tipo social de pessoa, eu deveria aproveitar esse fluxo.

“Se estiver tudo bem com você, posso ir junto com você?” Eu pergunto a ela.

“É claro que estou completamente bem com isso. Ayanokõji-kun, também está interessado em Katsuragi-kun?” Ichinose me pergunta. Não é como se ela estivesse sendo cautelosa comigo, mas genuinamente curiosa quando ela inclinou a cabeça enquanto me perguntava.

“Esse não é o caso, é só que Horikita também está no mesmo grupo que Katsuragi” eu respondo a ela.

“Certo, entendo. Então vamos juntos, vamos? Vejo você mais tarde, Hamaguchi-kun” Ichinose disse adeus e ela saiu comigo, balançando a cabeça como se estivesse convencida do meu raciocínio. Hamaguchi a vê. Apesar de ver a Ichinose como líder, parece que a Hamaguchi também é capaz de realizar ações individuais. Isso é muito diferente do relacionamento ‘rei-sujeito’ que Katsuragi e Ryuuen fazem com sua classe.

Enquanto as discussões estiverem em curso ao mesmo tempo, o tempo de dissolução também deve ser o mesmo. Ichinose acelerou o passo pelo corredor para chegar antes que o grupo (Dragão) dissolvesse seu encontro.

“Vamos nos apressar, ok?” Ela me disse. E com essa declaração, Ichinose rapidamente caminha para o destino com uma leve pressa. Como os quartos estão todos localizados no mesmo andar, é possível percorrer rapidamente a distância entre o quarto de um grupo para outro. São apenas um ou dois minutos desde o fim do período de discussão, e os alunos no chão ainda são escassos. E logo cheguei em frente ao quarto do grupo (Dragão).

Claro que não podíamos ouvir as vozes das pessoas lá dentro, mas ainda sentíamos a presença deles e paramos em frente à sala.

Talvez o fato de que ninguém esteja saindo signifique que há uma longa discussão em andamento. Enviei-lhe uma conversa, mas ainda não estava marcada como “lida” por Horikita.

“Parece que eles estão tomando seu tempo”.

“Difícil imaginar Ryuuen e Katsuragi discutindo uns com os outros. Ou talvez este seja o poder da Classe B se mostrando?”

“Eu me pergunto, Kanzaki-kun não é o tipo que leva os holofotes assim … e falando de que Horikita-san e os outros são da Classe D, certo? Parece que a Classe D também tem uma formação consideravelmente notável lá” Ichinose diz-me em resposta.

Não é só Horikita, há também Hirata e Kushida, pensei. E cerca de 10 minutos após o tempo alocado, a porta da sala do grupo (Dragão) finalmente se abriu. A primeira pessoa que saiu do quarto foi a que Ichinose estava procurando, Katsuragi. Vários alunos da classe A seguiram atrás dele. Tendo notado Ichinose, Katsuragi se virou para ela.

“Ichinose, o que você está fazendo aqui? Isso não é uma coincidência, certo?”

“Há algo que eu gostaria de discutir com o Katsuragi-kun. Você tem algum tempo?” ela pergunta a ele.

“O intervalo do exame é longo. Não há nada para eu fazer de qualquer jeito, então há mais do que tempo suficiente”, ele diz a ela. Como esperado, ele não ignorou Ichinose, líder da Classe B, e respondeu às perguntas dela. Tendo entendido a intenção de Katsuragi, os estudantes às suas costas foram em frente e partiram sem ele.

“Não há problema se eu ficar para trás, certo?” ele pergunta a Ichinose.

Assentindo, o Ichinose rapidamente se move para os muros, de modo a não perturbar os passerbys. Tendo conseguido me juntar à conversa, fico do lado de Ichinose. E da perspectiva de Katsuragi, ter apenas eu como o único observador parecia ser aceitável e ele não disse nada.

“A julgar pelas nossas discussões, eu posso mais ou menos entender a estratégia do Katsuragi-kun. Você proibiu todos os alunos da Classe A dos grupos de falarem, certo? Se sim, você reconsideraria essa decisão sua? Este exame atual gira em torno do diálogo, não é? Ichinose pergunta a Katsuragi. Três vezes agora em nossas discussões, a Classe A manteve teimosamente o silêncio. E esse tipo de fortaleza não é algo que o Ichinose possa quebrar em um só golpe. Para o Ichinose, esta deve ser uma oportunidade para quebrar essa defesa. Agora, vamos ver a resposta de Katsuragi.

“Um pedido razoável. Mas isso é algo que eu tenho cansado muitas vezes desde ontem, a ponto de achar que você está atrasado em me perguntar isso, Ichinose”, ele responde.

Parece que a estratégia de Katsuragi recebeu muito mais atenção do que o esperado.

“Eu tive minhas próprias circunstâncias para considerar, em qualquer caso Katsuragi-kun, você reconsideraria sua estratégia de manter silêncio?” Ichinose pergunta a ele. Katsuragi parecia estar considerando as queixas levantadas contra ele pelas outras três classes.

“A resposta é a mesma, não importa quem pergunta, esta é uma estratégia que eu fiz para vencer. E há um raciocínio por trás disso também. Você diz que este exame gira em torno do diálogo. Mas se há algo que eu discordo, é isso. Esse exame testa o ‘pensamento’. Seria problemático se você entendeu mal esse aspecto do exame. É por isso que, considerando o exame, eu decidi proibir a discussão. Não há nenhum problema” Katsuragi responde a Ichinose.

“Mas Katsuragi-kun, é como dizer que você rejeita o exame em si”, responde Ichinose.

“Minhas palavras podem ser contundentes, mas não estão erradas. Não apenas este exame, mas também os que estão por vir. Estarei procurando maneiras de obter resultados sem fazer nada. Vou jogar para valer para a classe.” A posição atual de A. Eu acredito que não há nada de errado com isso”, ele diz a ela.

“Sim, se isso fosse uma competição direta entre as classes, Katsuragi-kun tem a idéia certa, mas em um exame de classe mista como este, este é realmente o jeito certo de fazer as coisas?” Ichinose pergunta a ele. Ichinose entrou em contato com Katsuragi para tentar mudar sua opinião, mas desta vez parece que Katsuragi fez a escolha certa. Existem apenas quatro resultados possíveis para este exame. Os alunos podem optar por passar no exame por meio de qualquer um desses resultados. Não interessado na luta entre as classes, Katsuragi parece estar se concentrando apenas em liderar a Classe A através deste exame.

“Discussão adicional é inútil, Ichinose. Você deveria saber que eu não estou mudando minha decisão” ele diz a ela.

“Quebrar uma montanha sem se mover um centímetro, é isso?” Ichinose comentou com um sorriso amargo. Não tendo visto nenhum sinal dele desistindo, parece que ela entendeu que Katsuragi não estará a bordo com a nossa ideia. Eu esperava esse tipo de resultado desde o início um pouco.

“Você ainda vai lutar?”

“Claro, esse é o objetivo deste exame”. Ichinose e Katsuragi. Duas poderosas elites se enfrentando diretamente.

“Sinto muito, mas eu já posso ver os resultados deste exame. Enquanto nós da Classe A recusarmos cooperar, suas ações serão severamente limitadas. Não haverá chance de você ganhar”. De fato, mesmo com três classes perfeitamente unidas, este exame não é fácil de esclarecer. Assim que a identidade do VIP for revelada, alguém é obrigado a se tornar traidor. Enquanto o traidor ganhar alguma coisa, a cooperação será difícil de manter até o fim.

Se a recompensa não for distribuída de maneira justa e justa, também não haveria sentido em cooperar, afinal de contas.

“Diga-me uma coisa. Se você fosse o líder da Classe A, não usaria a mesma estratégia que eu?” Katsuragi pergunta a Ichinose.

“Eu me pergunto, eu ainda não vi coisas da perspectiva da Classe A. Afinal, se você está em posição de ser caçado assim, não deveria ser depois que você teve muita experiência sendo caçada? Correndo desde o início é uma coisa difícil”.

Como se ouvisse bobagens, Katsuragi fechou os olhos e cruzou os braços e finalmente cruzou os olhos com Ichinose mais uma vez.

“Esta é apenas a minha imagem pessoal, mas acho que se estivéssemos na mesma posição, você também teria renegado o diálogo e escolhido a mesma estratégia que eu. Se é para proteger minha classe, não me importo de receber críticas de outros” Katsuragi diz com a suposição de que a Ichinose compartilha a mesma convicção que ele.

E Ichinose simplesmente sorri suavemente em resposta a sua avaliação dela.

“Desculpe por tomar o seu tempo, eu acho que entendo agora. Seus sentimentos e sua maneira de pensar”, ela diz a ele.

“Bom ouvir. Desculpe-me”. Ichinose não se moveu nem um centímetro quando viu Katsuragi.

“Este exame é muito fácil quando você joga com a defesa, hein? Eu não deveria ter feito algo desnecessário”, diz Ichinose. Nessa frente, apenas as classes em necessidade desesperada de pontos teriam que desesperadamente descobrir dicas. Mas mesmo assim há um risco enorme. Remover o VIP também pode causar problemas para a classe.

“Mesmo assim, Kanzaki-kun e os outros ainda não estão saindo”. Mesmo que Katsuragi e Classe A tenham saído primeiro, os outros além deles ainda não se mostraram. 1 hora foi a quantidade mínima de tempo necessária para discussão, mas a discussão além desse ponto não é proibida afinal.

“Você vai esperar por Kanzaki?” Eu pergunto a Ichinose.

“Ayanokõji-kun também está esperando por Horikita-san, certo? Eu gostaria de ouvir o que eles têm a dizer também, vamos esperar juntos”. 

Ela pode falar com Kanzaki sempre que quiser, mas minha oportunidade de conversar com Horikita é limitada. Já que Katsuragi a ignorou, ela também pode querer ouvir as opiniões das outras classes também. Mas desde o início, eu não acho que haja uma maneira de romper a estratégia de Katsuragi em primeiro lugar. E desse ponto em diante, esperamos cerca de 30 minutos e a porta do quarto do grupo (Dragão) finalmente se abriu. Os que saíram onde os alunos da Classe C, exceto Ryuuen, também havia Kushida e Hirata.

“Hmmm? Ayanokõji-kun, o que você está fazendo aqui? Você está esperando por Horikita-san?”. Tendo me visto, Kushida se aproximou de mim estranhamente. A lembrança do que aconteceu com ela ontem surgiu em minha mente e meu corpo endureceu imediatamente. Mas parece que Kushida ainda é a mesma de sempre e não mostrou nenhum sinal de mudança. É um pouco infeliz.

“Olá, Kushida-san”.

“Uwaa, é Ichinose-san. Olá. Isso foi inesperado e uma combinação estranha”. Parece que Kushida não sabia que estávamos familiarizados e não conseguia esconder sua surpresa.

“Eu estou esperando por Horikita-san e Kanzaki-kun, mas eles ainda estão falando por dentro?” ela pergunta a Kushida.

“Esses dois ainda estão conversando com Ryuuen-kun, parece que você pode entrar”. Kushida gesticula para a porta como se estivesse nos convidando para entrar.

“Tudo bem, tudo bem. Eu posso esperar se eles ainda estiverem no meio da discussão”.

“Não está tudo bem? O limite do exame é de apenas 1 hora. Qualquer coisa além do que você está livre para entrar e sair quando quiser. Além disso, você não sabe se eles ainda estão fazendo o exame ou não”. E com uma atitude um pouco agressiva, Kushida abre a porta e nos obriga a entrar. Como fui forçado a entrar e sem motivo para recusar, entrei com Ichinose. Meus olhos encontraram Hirata por um momento.

E na sala, três pessoas estavam sentadas ligeiramente afastadas uma da outra. Quase parecia uma situação de três estados. Mas não foi uma atmosfera tensa que senti, mas mais relaxada. No momento em que intrusos puseram os pés no quarto, seus olhares imediatamente se voltaram para nós. Horikita e Kanzaki não mostraram muita mudança em suas expressões, mas Ryuuen parecia ter encontrado algo engraçado quando ele riu. E então ele levanta a mão e chama a Ichinose.

“Yo. Você veio até aqui para algum reconhecimento? Não seja tímido, sente-se”.

“Esta é certamente uma combinação interessante. Estou muito interessada em ouvir o que você está falando depois da hora requerida”.

“Kuku, é claro. Originalmente, você deve ter pensado que você estaria no lugar de Kanzaki. Mas o fato é que você pertence a um grupo diferente. E uma pequena equipe com o essencial nisto. Ou talvez seja apenas esse o tipo de pessoa que você é”, ele diz para Ichinose.

“Vamos lá, Ryuuen-kun. As colocações foram decididas pela escola, como eu poderia saber? Estamos apenas lutando com base nas informações e na situação que nos foi dada. Do jeito que você está dizendo, parece que inverteu e a escola intencionalmente nos agrupou.”

Ichinose age como se ela não tivesse percebido ou notado nada, mas Ryuuen não é o tipo de homem que acredita em algo assim. Enquanto ri, ele rapidamente se move e fecha a distância entre ele e Ichinose. E parece que ele nem percebeu a minha presença. Mas, pessoalmente, gostei mais dessa maneira.

“Se você ainda não percebeu, então eu vou te dizer. Neste exame, aqueles grupos de professores decidiram intencionalmente sobre os grupos. Isso é óbvio. Isso também significa que há uma razão pela qual você foi excluída deste grupo, apesar de ser a líder da classe B” Ryuuen diz para Ichinose.

“Hmm. Então não é um grupo aleatório mas predeterminado hein? Eu sabia que o grupo do Ryuuen-kun era feito de pessoas extremamente talentosas, mas parece que outros grupos também são decididos assim. Obrigado pela sua informação. Mas, está tudo bem? Dando me informações assim?” ela pergunta a ele. 

A resposta de Ichinose deveria ter sido esperada, mas não senti falta da mudança na expressão facial de Ryuuen. Normalmente, ao ouvir fatos que não se deve saber, haveria surpresa, ansiedade ou dúvida. Mas sem perder o ritmo, Ichinose agradeceu sua informação. Essa não foi uma resposta natural. É claro que, olhando para ele do ponto de vista da outra parte, a reação de Ichinose deve ter feito parecer que ela tinha conhecido essa verdade o tempo todo, mas estava apenas escondendo o fato. Mesmo que ele não saiba disso, a possibilidade de ele ter extraído essa informação apenas por instinto também é alta. Foi apenas uma breve conversa, mas ambas as partes pareciam ter brilhado um pouco de informação umas sobre as outras.

Nesse caso, se a Ichinose percebeu que os agrupamentos intencionais do lado da escola não são importantes. O que é importante é o “por que?”, se ela percebeu, ela decidiu ficar em silêncio sobre o assunto. Isso é o que é uma luta para ler os meios de movimentos uns dos outros.

“Mas mesmo assim…”. E com um rosto exasperado, Ryuuen finalmente se virou para mim.

“Eu também gosto de correr atrás da bunda de uma mulher. Mas você é ainda pior do que isso, não é? Primeiro Suzune, e agora Ichinose. Você está sempre pendurado na bunda de uma mulher”, ele me diz. É claro que essa não foi minha intenção, mas agora que penso nisso, ele também não está errado e não posso negar isso.

Não é como se Ryuuen estivesse particularmente interessado em mim, já que ele não diz mais nada depois disso.

“Você veio em um bom momento, Ichinose. Eu tenho uma proposta interessante para fazer para você”.

“Proposta? De qualquer forma eu vou ouvir você. Mas o que é isso?”

“É conversa inútil. Desperdício de tempo até emprestar-lhe o ouvido”. Aparentemente já tendo ouvido essa proposta, Horikita rapidamente cortou como se quisesse evitá-lo.

“É uma proposta trabalhar juntos e esmagar a Classe A. Mas parece que Suzune e Kanzaki me rejeitaram”, diz ele.

“O que você quer dizer?”.

“Eu já disse a Suzune sobre isso antes, mas eu já conheço as identidades de todos os VIP's da Classe C que você vê”. E assim como Katsuragi tinha a própria estratégia dele, agora parece ser a vez de Ryuuen falar de sua própria estratégia.

Parece que evoluímos além do estágio em que já estávamos de manhã.

“Três turmas combinam forças e compartilham informações, incluindo as identidades de todos os VIP's e ignoram as regras da escola para este exame”. Então é isso que a aliança de três classes significaria.

“Essa é uma idéia ousada. Mas o quão realista ela é em um assunto completamente diferente. Em primeiro lugar, como podemos confiar que o Ryuuen-kun já conhece os VIP's da Classe C?”.

“Você não pode confiar em mim e isso é natural. Então nós não fazemos um contrato neste caso? Uma promessa de compartilhar as identidades dos VIP's entre nós e se agrupar em A. Dessa forma, deixando A de lado, três classes teriam efetivamente formado um cerco contra ele”.

Mas esta é uma estratégia que parece entrar em colapso se a Classe A se recusar a jogar junto.

“Mesmo se nós escrevermos um contrato, sem saber quem vai te trair, ainda é sem sentido. Está tudo acabado se a Classe C nos trai”. A declaração de Horikita assim foi o acompanhamento natural de tal proposta. A partir das informações que eu recolhi, parece que Ryuuen já formou uma aliança com a Classe A por algum tempo. E durante o teste na ilha, Ryuuen mostrou sua propensão para a traição. O fato de Katsuragi não ter levantado uma queixa contra isso mostra como esse cara faz o seu trabalho.

A estratégia em si não é tão ruim, no entanto, o fato de que Ryuuen é quem propôs que é o problema.

“O que Horikita-san diz é razoável, mas a menos que também saibamos a identidade dos VIP's como Ryuuen-kun, esta é uma proposta sem sentido”.

“Não adianta se fazer de burra, não tem como você não ter analisado as classes também” Ryuuen retruca para Ichinose. Ambos tinham sorrisos em seus rostos, mas a atmosfera entre eles tinha mudado um pouco como agulhas picando toda a sua pele.

“Você está me superestimando. Eu não fiz tal coisa, e além disso, esta proposta é de alto risco de baixo retorno. Eu não posso aceitar isso” Ichinose diz a Ryuuen.

“Há tempo para segredos e há um tempo para ações”.

“Pode ser assim do seu ponto de vista, mas agora que você está coletando informações de forma tão agressiva. Não é seu sonho subir para a Classe B dessa maneira?”

“Horikita-san da Classe D também se opõe. Desde o início, não havia como essa proposta ser aceita”.

“Isso é óbvio, Suzune tem um motivo para recusar a proposta depois”.

“O que isso quer dizer” Horikita pergunta a Ryuuen.

“Você entende, não entende? Para que essa estratégia funcione, você precisa entender perfeitamente a sua própria classe em primeiro lugar. E para a Classe D que não tem trabalho em equipe, essa é uma tarefa impossível. Certo? E também é impossível para a Classe A, que atualmente é dividida em duas facções”, ele responde. A atmosfera muda mais uma vez, e agora parece que uma atmosfera nebulosa desceu sobre a sala.

“Mas para mim, que governa a classe e a incrivelmente popular Ichinose, essa estratégia é possível. Agora eu propus uma aliança de três classes, mas mesmo que sejam apenas duas classes ainda é possível. A probabilidade que as regras do exame podem diminuir um pouco, mas se sou eu, certamente posso fazer isso. Se eu posso fazer isso, tanto a A quanto a D podem muito bem ser despidas”, diz Ryuuen. Descobrir os VIP's da Classe A e da Classe D trabalhando juntos como duas classes. Essa foi a proposta de Ryuuen.

O fato de Ryuuen ter proposto corajosamente essa estratégia para a Classe B pedindo por sua cooperação na frente de Horikita, eu, Kushida e da própria Classe D é incompreensível e perturbador. Mesmo que essa estratégia não seja perfeita, parece que Ryuuen poderia ganhar alguma coisa conhecendo as identidades dos VIP's da classe e alcançaria esse ponto em apenas um passo adiante. Se assim for, este será um momento vital para a Classe D.

“Isso pode ser palavras desnecessárias, mas isso não significa que sua estratégia ainda é imperfeita?” Eu tinha pensado que ela simplesmente observaria aqui, mas agora a posição de Horikita parece ser uma marcação dele como um inimigo. Mesmo se a Ichinose decidir se aliar à Classe D, ainda não sabemos até onde podemos confiar nela.

E considerando isso, seria um erro extremamente fatal permitir que a Ichinose estabelecesse uma conexão com Ryuuen aqui.

“Você entende a situação agora, perseguidor?” Ryuuen ri como se tentasse zombar de mim, mas eu decidi não ficar quieto e respondi com minha sincera opinião.

“Se as classes B e C formam uma aliança aqui, naturalmente desta vez as classes A e D também formariam uma aliança, você não diria? Eu admito que a Classe D está fraturada agora, mas uma vez que a possibilidade de perder se torna realidade, Acredito que tudo vai acontecer. É o mesmo para a Classe A também“.

“Não é como se eu estivesse me aliando a Ichinose neste momento de qualquer forma. Então, a menos que você possa averiguar o fato de que tal aliança se formou, duvido que Katsuragi iria cooperar com você” Ryuuen responde para mim. É certo que Katsuragi é um homem cauteloso que não aceitará negociações tão ambíguas. No entanto, desde que ele também sofreu nas mãos de Ryuuen, ainda há espaço para argumentar com ele. Depois do que eu disse, parece que Horikita também percebeu que essa proposta não funcionaria.

“Não há nenhum ponto neste diálogo. Eventualmente nós vamos estar na garganta um do outro de qualquer maneira”, disse ela.

“O que você quer dizer com isso, Suzune?”

“Tudo o que quero dizer é que ele tem um ponto. Se você pretende continuar esta discussão como uma reunião de estratégia. Vou ter que assumir ‘isso é realidade’ e agir de acordo também”, diz Horikita em resposta.

“Como você deseja, estou ansioso para ver se você consegue formar um relacionamento cooperativo ou não, hein?” Ryuuen diz que, como ele aleatoriamente lança hostilidade contra seus inimigos, enquanto, ao mesmo tempo, estende descaradamente uma oferta de cooperação para eles também.

Horikita responde com determinação em lutar em resposta a isso. Este é certamente um impedimento voltado para a Ichinose. Se ela trai a Classe D agora, ela será vista como traidora por todas as outras classes também. Uma pessoa que trai até mesmo seus aliados na queda de um chapéu por uma questão de pontos. Se tal reputação fosse para ficar presa a Ichinose agora, ela puxará sua perna pelo resto de sua longa vida escolar.

“Sinto muito Ryuuen-kun, mas também houve pessoas na Classe B que foram feridas por suas ações. Mesmo que seja para ganhar pontos, eu não posso cooperar tão facilmente com você”.

“Entendo, isso é lamentável” Ryuuen diz a Ichinose. Mas seu rosto mostra que ele esperava esse resultado desde o início e não se decepcionou nem um pouco. Ryuuen então se levantou para sair da sala e passou por nós. Quando ele saiu, Ryuuen se virou apenas uma vez para olhar para mim. Talvez ele tenha feito isso inconscientemente, mas seu olhar pousou no meu rosto.

“… não pode ser” ele sussurrou e saiu. Eu, claro, não reagi àquelas palavras dele.

Quando Ryuuen balançou a cabeça e saiu, Kushida também falou.

“Eu tenho que sair agora também, meu amigo está me chamando”. Se desculpando assim, Kushida rapidamente saiu do quarto depois de Ryuuen.

“Parece que ele viu através de nós”. Ichinose suspirou ligeiramente.

“Isso vai ser problemático, sendo alvo de alguém assim”.

“Mesmo que ele tenha o kanji para o dragão em seu nome, ele é uma cobra de um lado para o outro. Uma vez que ele está de olho em sua presa, ele vai para qualquer coisa para devora-la. Mas ao invés de mim agora, é Horikita-san que ele está de olho. Agora Ryuuen é o mais cauteloso da Classe A, e ele deve estar ciente do fato de que a Classe B também seria seus inimigos um dia”, diz Ichinose.

Isso é verdade, a Classe D só tinha surgido das profundezas em que se afundara após o recente teste na ilha. Talvez seja um resultado disso, mas nenhuma das outras classes está vendo a Classe D como uma ameaça severa ainda.

“Esta tudo bem, Horikita não é do tipo que se desmorona sob pressão”, digo a ela.

“Claro”. Eu disse isso, mas ainda existe a possibilidade de que Horikita ainda possa evoluir da pressão exercida sobre ela aqui. Isso eu tenho certeza. Seja agora ou daqui a dez anos, se você vai evoluir como pessoa, geralmente você precisa ser dividido primeiro.

“Horikita-san, Ayanokõji-kun. Já que as pessoas agora sabem sobre a aliança entre as nossas classes, por isso vou pedir apenas no caso, mas você acredita neste exame, uma aliança que transcende as classes pode realmente ser formada?” Ichinose nos pergunta.

“Não há necessidade real de hostilidade aqui, mas pedir cooperação pode ser um pouco difícil. O exame em si é organizado para que duas classes cooperando perfeitamente sejam impossíveis. É por isso que a cooperação absoluta e inabalável entre a Classe B e a Classe D é Eu não acho que tal aliança possa ser formada”.

“Umm. Como esperado de Horikita-san. Você entende o exame perfeitamente, parece. A idéia de Ryuuen-kun foi inviável desde o início. Foi uma boa jogada se aliar a você” Ichinose diz a Horikita, aparentemente feliz que suas idéias pareçam perfeitamente.

“Sim. A estratégia de Ryuuen-kun terminará em fracasso. Não há necessidade de se preocupar com isso. O problema é a estratégia criada por Katsuragi-kun. Tendo falado com ele mesmo, o que você acha?” Ichinose pergunta a Kanzaki e Horikita sobre Katsuragi.

“Como eu relatei para você ontem, não há espaço para os outros grupos falarem com eles. Ele não responde a nós e se recusa a participar das discussões também. Eu não acredito que ele mudará sua postura antes do exame termina. A postura é a mesma, mesmo sem a presença de Katsuragi?” Kanzaki pergunta a Ichinose.

“Sim. Também é inútil para o meu fim. Parece que teremos que nos comprometer nessa situação com uma abordagem diferente”. O número de períodos de discussão restantes é três. E depois disso, cada grupo terá que enviar suas respostas individualmente.

É quando teremos que fazer uma escolha. Para a turma ou para o grupo? Ou talvez apenas para você mesmo.

“Eu voltarei para o meu quarto”. Como todos do grupo (Dragão) haviam saído da sala, Horikita também se moveu para retornar ao seu quarto. Naquele momento, Ichinose se encontrou com Hamaguchi, que parecia estar esperando do lado de fora por ela. Ichinose olhou brevemente para a parte de trás de Horikita e depois voltou a olhar para mim.

“Se estiver tudo bem com você, você me acompanharia um pouco?” Ichinose me pergunta.

“Claro. Tudo bem”. No momento não é apenas Ichinose, mas também dois outros alunos da Classe B comigo, então me senti um pouco apertado.

Depois de nos separarmos de Kanzaki e chegarmos ao convés, fomos repentinamente recebidos com as figuras de estudantes que já tinham mudado de humor.

“Horikita-san pode ter dito isso, mas eu ainda acredito que todos nós podemos trabalhar juntos e ainda há espaço para cooperação”, conclui Ichinose.

“Espaço para cooperação?”

“Sim, a Classe A subitamente tomou essa postura e fiquei surpresa, mas ainda há espaço para cooperação. É por isso que precisamos expor tudo, você não concorda?” ela me pergunta.

“Todos?”.

“No final do dia, este exame é principalmente sobre encontrar o VIP, então isso significa que tudo o que temos a fazer é descobrir o máximo possível de ‘não-vips' para diminuir a possibilidade. Eu vou te dizer … Eu não sou o VIP, mas eu vou encontrá-los, e eu vou trazer o nosso ‘grupo’ para a vitória” Ichinose claramente me diz enquanto olha nos meus olhos. E acrescentou isso.

“Se você ainda duvida que eu sou o VIP e estou simplesmente me escondendo, mesmo se você me perguntar a minha resposta para isso é simples … Eu estou fazendo tudo o que posso para a Classe B”. Essas palavras me perfuraram com uma aura misteriosa que eu não conseguia descobrir.

Tendo observado o comportamento de Ichinose até agora, só há uma coisa para questioná-la. Se ela realmente quisesse pedir minha cooperação aqui e agora e desejar obter confiança absoluta de mim, ela deveria ter dado um passo adiante. Ou seja, revelar o conteúdo de seu telefone para mim para verificar se ela não é o VIP. Mas a Ichinose não está mostrando sinais de fazer isso, nem notei sinais dela tentando tirar o celular. Então devo tomar sua declaração como as divagações de uma mulher mentalmente doente? Ou como uma história que ainda tem um lado oculto? Essa foi a razão da misteriosa aura. Pode ainda ser a sábia decisão de aceitar honestamente sua oferta aqui agora.

“… é absurdo?” Ichinose me pede ansiosamente depois de receber apenas o silêncio de mim.

“Não, desculpe. Não é essa absurda de uma proposta. Eu estava surpreso que você seria tão honesta comigo. Normalmente, ninguém tentaria trazer todo o ‘grupo’ para a vitória se eles realmente fossem o VIP entre todos”.

“Eu não vou usar mentiras em um lugar como este. Eu teria se eu precisasse durante o exame, mas tanto quanto eu posso, eu tento ser honesto”, ela me diz.

“Tudo o que eu te disse até agora, eu pretendo fazer para permitir que minha classe ganhe justiça e honestidade. Eu apenas pensei em encontrar o VIP para ver se eles compartilham a mesma idéia. Ah, Ayanokõji-kun, não precisa responder se você não quiser. Eu só queria que você soubesse os meus sentimentos. Eu pensei que seria mais fácil se estivéssemos na mesma classe”, diz ela.

“Embora relacionamentos cooperativos perfeitos possam ser impossíveis, ainda é uma boa idéia manter bons relacionamentos. Se eu não responder honestamente aqui, esse relacionamento pode desmoronar”, respondo.

“Não, não. Nada disso”. Ela tentou me impedir de responder em pânico, mas isso não é algo que eu deveria esconder aqui.

O que Ichinose diz é, sem dúvida, verdade, o preço que ela ganha por me trair aqui é pequeno. Não há sentido em enganar a Classe D, que já havia afundado até o fundo e agora está subindo novamente. Claro, eu não posso dizer com certeza que ela está sendo 100% honesta, assim como não se pode ter 100% de certeza de que eles não serão atingidos por um asteróide e morrerão. Mas acho que posso me dar ao luxo de ser honesto com ela aqui também.

“Eu não sou o VIP. Nem Yukimura. Eu tenho certeza sobre Yukimura. Mas eu não sei sobre Karuizawa e Sotomura. E pessoalmente, eu concordo com você, Ichinose. Sem objeções.” Eu digo a ela.

Eu ouvi de Yukimura que nem Sotomura e Karuizawa parecem ser o VIP também, mas é melhor eu deixar essas declarações incertas fora dessa conversa. Eu ainda não posso dizer que eles não são VIPs com confiança. E a julgar pela sua atitude e comportamento, o que Yukimura confiou em mim é certamente verdade. Yukimura não é o VIP.

“D-Desculpe. Eu pareço ter forçado você a falar”. Ichinose então abaixa a cabeça diante de mim como se tivesse sido tomada pela culpa. Mas não há necessidade de se desculpar. Porque um dia, é “eu” quem deveria estar se desculpando com ela pelo que estou prestes a fazer.

“Hamaguchi-kun, você poderia vir aqui por um momento?”.

“Qual é o problema, Ichinose-san?” Quando Hamaguchi se aproximou, Ichinose começou a informá-lo da situação atual. Depois de ouvi-la, ele pareceu surpreso que Ichinose conseguisse construir um relacionamento cooperativo com a Classe D. Eu achava que a personalidade de Ichinose teria conseguido a aprovação da turma.

“Se ele próprio confirmou isso também, não há razão para eu recusar. Eu também não sou o VIP. Não há problema em confiar em mim”, diz Hamaguchi. E considerando seu relacionamento com a Ichinose, sua credibilidade também é bastante alta. Há muito pouco mérito em mentir aqui, porque poderia arruinar seu relacionamento com Horikita se exposto depois de tudo.

“Então você ainda não checou sua classe”, perguntei a ela. Se é a Ichinose que está queimando com popularidade, ela poderia ter obtido as informações de sua classe, mesmo sem usar um reinado de terror como Ryuuen fez.

“Eu tento deixar meus colegas de classe tomarem uma ação individual. Esse tipo de coisa. Há aqueles que só querem pontos para si mesmos. Não é como se eu pudesse decidir o VIP entre eles de qualquer maneira”, diz Ichinose.

“Pode ser difícil, mas eu vou verificar o restante. Se eles responderem honestamente, eu deixarei Ayanokõji-kun saber disso depois”.

“Sou grato por isso. Mas não é como se eu fosse contar tudo sobre a Classe D. Ainda não podemos dizer que estabelecemos um relacionamento positivo ainda e ainda não há garantia de que o que você acabou de me dizer é a verdade” Eu digo Ichinose.

“Tudo bem. Enquanto Ayanokõji-kun sozinho cooperar comigo, eu ficarei satisfeita apenas com isso”.

E com isso, nós três discutimos o exame de um ponto de vista neutro e a cooperação dentro do grupo (Coelho) tornou-se subitamente uma possibilidade. Eu, Ichinose, Hamaguchi e Yukimura. Nós quatro não somos certamente o VIP. Eu posso ter certeza de Yukimura, pelo menos, observando seu comportamento e atitude. Isso deixa 10 outras pessoas além de nós. O VIP está, sem dúvida, escondido entre os 10. De qualquer forma, é uma tarefa mais difícil do que encontrar o líder durante o teste na ilha. É precisamente por isso que este é um exame. O VIP também sentirá a pressão sobre eles e, desde que evitem tomar atitudes abertas, eles podem se manter ocultos. Parecia injusto no início, mas a escola certificou-se de equilibrar o exame.

“Então? Como você pretende encontrar o VIP daqui em diante? Mesmo se perguntarmos diretamente, eu duvido que eles se nomeassem honestamente. Não é como se eles pudessem ser persuadidos apenas com palavras como nós três”, diz Hamaguchi. para nós.

“O objetivo deste exame é fazer algo sobre isso, certo?” Exatamente, este é um exame do mais alto calibre. Para extrair informações de uma pessoa tentando desesperadamente mantê-la oculta. Agora, com a Ichinose fazendo sua mudança, uma mudança na situação atual inevitavelmente ocorrerá.

***

Parte 2

A menos que alguém seja capaz de ler mentes, encontrar o VIP não será uma tarefa fácil. 

Todas as pessoas nascem mentirosas e estão acostumadas a mentir, se existe uma pessoa que nunca mentiu nem uma vez em suas vidas, essa própria existência seria uma mentira. Para os humanos, as mentiras são uma parte inseparável de nós mesmos. No mínimo, entre as pessoas reunidas nesta sala, uma delas é o VIP. 

Ainda há tempo até que a discussão comece, no entanto, a razão pela qual eu cheguei cedo como da última vez foi observar o comportamento de todos no grupo. E as primeiras que chegaram para a discussão da noite foram as garotas da Classe C. Elas entraram alegremente conversando umas com as outras. Ao me ver, instantaneamente baixaram suas vozes de maneira enojada e rapidamente se distanciaram de mim.

Em seguida foi Yukimura, que entrou na sala com um rosto de aparência afiada. Casualmente me cumprimentando com um olhar, ele logo se sentou perto de mim. Ele não parecia ser diferente do habitual. 

Depois veio o grupo da Classe A. Machida e Takemoto. E então Morishige. Como de costume, já que decidiram manter o silêncio, decidiram se sentar no outro extremo da sala. Perto de onde as meninas da Classe C estavam sentadas.

“Ei, Machida-kun, hoje, depois que isso acabar, você quer vir brincar conosco? As três garotas estão planejando se divertir depois disso, mas ainda não encontraram ninguém”.

“Vamos ver …” – Machida respondeu a eles.

Machida geralmente não participa da discussão, mas sua ‘presença’ ainda é forte. Deixando de lado Ichinose e Ibuki, parece que todas as outras garotas do grupo estão interessadas nele. Não é como se eu estivesse com ciúmes dele ou algo assim … mas eu posso estar com um pouco de inveja dele. Ou a Classe C tinha desistido de encontrar os VIPs ou talvez isso ainda fosse parte do plano deles, mas com essas palavras eles convidaram Machida para brincar com eles. É assim que homens e mulheres aprofundam seus relacionamentos? Parece que Machida também está satisfeito com isso, já que parecia feliz ao considerar seu convite. Então Sotomura e Karuizawa entraram na sala. Mas ao invés de juntos, parecia que eles acabaram de chegar ao quarto ao mesmo tempo, como Karuizawa tinha um olhar descontente em seu rosto.

“Hey. Esse é o meu lugar”. Apesar de ter chegado mais tarde, Karuizawa conta isso para as meninas da Classe C, enquanto as encaravam apesar de terem chegado mais cedo. Depois de ver as outras garotas flertando abertamente com Machida, parece que Karuizawa ficou ainda mais bravo com elas.

“Não sei do que você está falando, mas qual é o seu lugar? Apenas ache outro lugar para sentar”, disse Manabe a Karuizawa.

“Eu disse que é o meu lugar. Mova-se”, ela respondeu.

“Huh? Você não vê que eu estou falando com Machida-kun agora? Nós vamos estar jogando esta noite” Manabe diz a Karuizawa.

“Machida-kun, por favor, diga a ela mesmo. Que você me quer sentado ao seu lado” – Karuizawa pergunta a Machida. 

Parecendo um pouco envergonhado, Machida parecia estar dividido sobre quem escolher. Mas Karuizawa logo entendeu a situação, e rapidamente se interpôs entre Manabe e Machida, segurando a mão de Machida.

“Desta vez, vamos jogar juntos. Só nós dois. Ou você escolheu aquela garota? Eu odeio mulherengos, então se você vai brincar com aquela garota eu não vou sair com você” – Karuizawa diz a Machida. 

Eu estava honestamente surpreso que ela diria algo assim com tanta ousadia ao sair com Hirata. Na verdade, Machida parecia atraído pelas palavras “só nós dois” e já tinha decidido qual garota escolher.

“Você poderia, por favor, se mudar? É onde Karuizawa está.” – Machida diz a Manabe.

“Huh? O que é que isso quer dizer? Irritante …”. Dizendo essas palavras com o rosto que dizia da mesma forma, as meninas da Classe C se afastaram de Machida. 

E assim Karuizawa rapidamente se mudou para aquele espaço vazio e sentou-se. Na verdade, ela sentou-se tão perto que era quase como se estivesse colada a Machida. Honestamente, seus corpos já estavam conectados neste momento.

Talvez a única razão pela qual as pessoas não achassem essas ações frívolas era porque as pessoas já sabiam como era Karuizawa. Talvez ele não saiba que ela está saindo com Hirata, ou talvez ele saiba, mas parece que Machida começou a abrir seu coração para Karuizawa, ou já se apaixonou por ela. 

Se estamos falando apenas de aparências, Karuizawa é realmente bonita, e se você olhar para ela da perspectiva de gostar dela, também é possível que sentimentos protetores possam nascer dentro de você. 

O interessante é que o grupo que acabou de ser formado ontem já havia começado a desenvolver sua própria hierarquia de poder e ecossistema atualmente. 

Um solitário é um solitário, enquanto uma pessoa for popular, permanecerá popular mesmo assim.

O particionamento dos alunos em hierarquias já está completo. Mas esse particionamento não é feito da maneira usual. Por exemplo, se duas pessoas compartilhassem o mesmo status no grupo, inevitavelmente uma subiria e a outra cairia em status. Pode até ser descrito como um ambiente de ‘sobrevivência do mais apto’ e aquele que perde na referida competição seria rebaixado para um nível mais baixo entre seus pares. Talvez até ao fundo da escada. Até o ponto onde a existência deles não importaria um ponto, mesmo que eles não estivessem lá. Por exemplo, alguém como eu neste caso. 

A coisa interessante sobre este exame é que ele força as pessoas que competiram umas contra as outras a se juntarem. Mesmo Ichinose, que é extremamente popular entre sua classe, tem problemas para influenciar seus inimigos nesta classe.

“Vamos nos dar bem hoje também!” – A própria Ichinose chegou e trouxe a vida de volta ao quarto desanimado. 

Eu também imediatamente percebi que a atmosfera na sala é especialmente espessa hoje e escolhi não falar de maneira descuidada. Mas mesmo assim, as ações de Karuizawa pareciam muito fortes e incompreensíveis para mim. Se ela quisesse se aproximar de Machida, ela não precisava antagonizar as garotas da Classe C para fazê-lo. Eu apenas senti que esse evento e o exame em si não tinham conexão direta. Como alguém que estava assistindo Karuizawa desde o começo do primeiro semestre, posso dizer depois de observar sua personalidade e suas ações. Que Karuizawa quer ficar no topo. Claro, ela não é uma pessoa tão talentosa que ela pode subir ao topo do grupo de garotas assim.

Mas existe algo como “relações humanas” que entram em jogo aqui. É um fato que Karuizawa com uma personalidade forte se tornou o líder das garotas da Classe D. Além disso, ela se tornou a namorada de Hirata, a força orientadora da classe e ganhou influência com os meninos também. Se alguém aplicar o comportamento de Karuizawa a essa instância, a verdade se torna mais clara. Ela se liga ao homem mais forte que pode encontrar, como Machida, e ganha influência no grupo dessa maneira. Funciona, de fato, as garotas da Classe C que não conseguiram dominar a influência de Machida já estavam relutantemente voltando para seus próprios lugares. Karuizawa aceita o risco de ser odiado em troca de dominação absoluta.

Por um senso de superioridade?

Por auto satisfação?

Ou apenas ansiando pelos holofotes?

Ainda não consigo ver a causa raiz desse comportamento, mas evidentemente algo nesse sentido foi responsável por suas ações.

“Isso não é bom”.

“Sim, se continuarmos assim, estaremos permitindo que o VIP fuja”. Quem respondeu meu murmúrio foi Yukimura, que por acaso estava sentada ao meu lado. Seria estranho para mim corrigi-lo sobre o assunto, então eu fui junto com o fluxo.

“Vamos ver, vamos ver. A classe A não vai participar das discussões como sempre. Certo?”.

“Claro. Por favor, sinta-se livre para continuar a discussão sem nós. Nossa posição não mudou”. O estudante sentado ao lado de Machida, que fez aquela declaração que ocultara suas emoções o tempo todo, era Morishige. Eu o vi antes deste exame. De acordo com o que ouvi, a Classe A atualmente é dividida entre duas facções. A facção Katsuragi e a facção Sakayanagi. Morishige foi um dos que traiu Katsuragi durante o teste na ilha. Enquanto ele normalmente não escutaria as ordens de Katsuragi obedientemente assim, Sakayanagi está ausente deste cruzeiro devido a problemas de saúde e sem alguém para lhe dar ordens diretamente, ele não teve escolha a não ser seguir as ordens de Katsuragi.

Eu esperava que Katsuragi perdesse instantaneamente a influência na classe depois de sua falha durante o teste na ilha, mas parece que ele não vai cair tão facilmente. Como ele também mantinha seu silêncio há dois dias, parece até que Morishige acredita que não tem escolha a não ser suportar as ordens de Katsuragi.

“Como vai ser um desperdício passar uma hora assim, vamos jogar de novo?” Ichinose diz que ela se acostumou a isso quando propôs um jogo de cartas após a confirmação inicial. Neste exame, existem diferentes abordagens que podem ser tomadas, mas o Ichinose parece querer encontrar o VIP através do diálogo, enquanto o Katsuragi adotou a abordagem oposta ao impedir todo o diálogo.

Por outro lado, a estratégia de Ryuuen é transformar todo mundo em um inimigo enquanto assume o controle absoluto de sua própria classe. Mas não posso ter certeza de que essas são suas estratégias individuais até que a cortina caia. Afinal, seria impossível falar sobre isso enquanto jogava cartas por uma hora inteira. Yukimura parecia estar examinando desesperadamente os arredores, mas ele não parece ter uma ideia de quem seria o VIP. Eu tenho certeza que é o mesmo para os outros alunos também e essa é certamente a conclusão que todos eles alcançaram. Mesmo que o diálogo tenha sucesso, é improvável que o VIP se nomeie. Uma vez que a hora passou, observo a ordem em que os alunos saem da sala.

Os alunos da Classe C, que sempre foram um dos primeiros a sair da porta, ainda não parecem estar saindo, enquanto a Classe A, sempre a primeira a sair, fez isso como de costume. No entanto, parece que Machida e Karuizawa estão ocupadas trocando seus números de contato um com o outro e fazendo arranjos para se contatarem. Então Yukimura e Sotomura se levantaram para sair.

“Vamos voltar, Ayanokõji você está saindo, certo?”

“Sim”. E, ao mesmo tempo, Karuizawa também sai para falar com alguém no telefone, aparentemente conversando sobre algo interessante. E quando ela sai, as três meninas da Classe C também passam por nós para segui-la.

“Essas três garotas. Elas não parecem um pouco estranhas para você?” Yukimura parecia ter notado algo estranho sobre elas e olhou para mim com uma expressão preocupada.

“Você acredita que sim? Eu não notei nada” Sotomura responde a ele em um tom de voz louco. Deixando de lado a opinião de Sotomura, a intuição de Yukimura está correta. Parece que as garotas da Classe C estão acumulando muita raiva dela. Yukimura e eu saímos do quarto para o corredor do lado de fora. E vimos as três meninas correndo atrás de Karuizawa rapidamente no corredor. Eu prefiro não segui-las sozinho. Ibuki, que também parece desinteressado em Karuizawa, não está lá.

“Pode ser uma briga pessoal entre elas?” Yukimura olhou para mim como se perguntasse o que fazer.

“Vamos segui-las. Pode não acabar em violência, mas pode causar um pouco de alvoroço”.

“Caramba, Karuizawa, sempre fazendo coisas que fazem as pessoas a odiarem … mesmo que eu quisesse encontrar o VIP eu mesmo”. Enquanto Sotomura saía para voltar ao seu quarto, Yukimura e eu rapidamente seguimos as quatro meninas em silêncio.

Quando chegamos em uma esquina, ouvi o som de uma porta se fechando e vi a entrada da escada de emergência se fechando. Mas não havia razão para usar as escadas de emergência a menos que os elevadores fossem quebrados, o que significava que alguma outra coisa está acontecendo aqui.

“Ei, o que você está fazendo me levando para um lugar como esse?” Eu silenciosamente abri a porta da escada de emergência e ouvi uma voz de dentro.

“Não se faça de boba conosco, você empurrou Rika não foi? Comece a falar”.

“… Oo-que. Por que você está me acusando? Eu te disse que você está acusando a pessoa errada, não é?” As três meninas então se aproximaram de Karuizawa e a empurraram para a parede como se para evitar que ela escapasse. Mas mesmo em uma situação como essa, Karuizawa continuou a negar as acusações sem pedir desculpas. Não foi realmente ela então?

“Eu tenho algo para fazer agora, você se importaria de se afastar?”

“Então, deixe-me confirmar isso agora. Vou ligar para Rika. Se realmente não for você, então eu vou te perdoar”.

“Eu não sei do que você está falando, eu vou chamar os professores”.

“O que você vai dizer aos professores? Não é como se estivéssemos usando a violência em você agora. Se você disser a eles, nós também poderíamos dizer que você empurrou Rika, seria um problema para você também”. Parece que elas não têm intenção de recuar quando agarraram os braços de Karuizawa enquanto ela tentava escapar e a empurrou de volta para a parede.

Uma das garotas começou a usar o telefone para contatar a garota chamada Rika.

“E-espere um minuto”. Quando ela percebeu que a situação era tão séria, Karuizawa tentou impedi-las de fazer a ligação.

“Por que você está com tanta pressa?”.

“… acabei de me lembrar. Eu acidentalmente esbarrei com aquela garota” Karuizawa rapidamente diz a elas.

“Como você é mentirosa, você se lembra dela desde o começo, não é? Eu não me importo de nenhuma maneira, mas você vai se desculpar com Rika?”

“Não. Ela é a única errada. Ela é uma garota tola”. Eu pensei que Karuizawa iria aceitar a responsabilidade por isso, mas parece que ela é tão teimosa como sempre. Apesar de saber que ela irritaria ainda mais as meninas da Classe C, ela ainda dizia essas palavras.

“Ela está realmente me irritando. Eu estava mesmo pensando em perdoá-la por suas ações, se ela pedisse desculpas a Rika. Não importa, eu não irei perdoar ela agora”. E com isso, ela empurrou o ombro de Karuizawa com a palma da mão.

“Você não ia perdoá-la desde o começo … certo?”. Era uma garota chamada Yamashita que sempre havia seguido atrás de Manabe até agora, que dizia isso.

“Shiho-chan, eu não posso mais me segurar. Eu realmente não vou perdoar Karuizawa”.

“Eu sei né? Tenho certeza de que Rika compartilha os mesmos sentimentos que você. Vamos seriamente intimidá-la”.

Desta vez, com mais força, ela bateu no ombro de Karuizawa com a palma da mão novamente. Yukimura tentou abrir a porta rapidamente, mas eu agarrei seu braço e o parei. Mesmo se parássemos com isso agora, Karuizawa será inevitavelmente sofrerá intimidação novamente no futuro. Mas permitir que eles usem a violência para saciar sua raiva agora servirá como um impedimento no futuro. E dependendo do grau de violência, pode até ser possível ameaçá-los com o contato com a escola. E o mais importante, agora a existência de Karuizawa Kei está prestes a mudar.

“Ha … haaa”. Karuizawa parecia estar tendo problemas para respirar. Ou talvez ela pareça estar com dor. Mas ela agarrou a cabeça com as duas mãos. Mas a visão de seu sofrimento, em vez de evocar empatia, provocou mais raiva de Manabe e das outras garotas.

“Mesmo se você agir de forma feminina, eu não vou mais te perdoar”. Ela então pegou o cabelo de Karuizawa e levantou a cabeça com força.

“Eu sempre odiei o rosto de Karuizawa, você não acha que ela é realmente feia?”

“Eu sei certo? Você quer cortar o rosto dela?” uma das garotas perguntou.

“Pa-pare".

“P-pare, ela está dizendo. O que aconteceu com essa determinação que você teve há um tempo atrás?” Parece que quanto mais você odeia seu inimigo, mais você procura atacar suas vantagens. Se estamos falando apenas de beleza, não há dúvida de que Karuizawa é a mais bonita. Mas parece que Manabe, Yamashita e Yabu não ficarão satisfeitos até que neguem a aparência de Karuizawa assim. Depois de tremer silenciosamente, Karuizawa ficou incapaz de se mover. Não havia mais nenhum traço do que costumava ser visto agora. A verdadeira natureza de uma pessoa sempre surge em um dilema como esse. Um pouco mais disso e em breve poderei ver e conhecer mais a Karuizawa Kei.

Mas parece que o senso de justiça de Yukimura entrou em ação, já que ele parece incapaz de aguentar mais. Ele então rapidamente abriu a porta com força e surpreendeu as três garotas lá dentro. Por outro lado, como se tivesse sido salva, Karuizawa olhou para Yukimura com uma expressão de alívio.

“O que você está fazendo?”.

“O-o quê? Eu estava conversando com a Karuizawa-san, certo?” Manabe olhou para Karuizawa com uma expressão ameaçadora, como se a desafiasse a dizer uma palavra, mas Karuizawa não é o tipo de pessoa que se intimida com isso.

“Hey Yukimura-kun, faça alguma coisa. Elas me sequestraram violentamente do nada e começaram a me empurrar. Elas são as piores, né? Eles eram irritantes, então eu disse a elas que me deixassem em paz”. Normalmente Karuizawa nunca se importaria com Yukimura, mas ela provavelmente é grata a ele agora que ele apareceu aqui para salvá-la. Seu rosto parecia transmitir seu alívio. Mas a Classe C parecia estar odiosamente olhando para Yukimura. Quase como dizer isto não tem nada a ver com Yukimura.

“Eu estou apenas ajudando Rika com seu problema com Karuizawa. Desde que você veio aqui, você também deve ter ouvido a história”.

“… Eu acho que você deveria deixar pra lá. Se elas acidentalmente esbarram uma na outra, não é como se Karuizawa tivesse culpa”. Yukimura não teve escolha senão responder assim.

“Você cala a boca. Isso não tem nada a ver com você”.

“…..”. Desde que ele foi dito para calar a boca pelas meninas da Classe C, desta vez Yukimura não teve escolha a não ser obedientemente calar a boca. Karuizawa então começou a olhar para Yukimura como se estivesse olhando para um homem patético enquanto eu lentamente pegava meu telefone em voz baixa.

“Apenas me deixe em paz já. Caso contrário, eu vou chamar alguém” Karuizawa diz a eles.

“Chamar? Chamar quem? Hirata-kun? Machida-kun? uma prostituta como você pode chamar tantos homens quanto quiser”. Diz-se que uma luta entre mulheres é suja e não pode ser resolvida facilmente através da violência como o conflito de um homem. Como alguém que se envolveu nisso, achei doloroso olhar e ouvir.

“Havia um professor que passou antes, acho melhor você sair”. Não tendo outra escolha, eu entrei e disse aquelas palavras para acabar com a luta. Tenho certeza que a Classe C também não deseja causar uma cena aqui.

“Eu absolutamente vou fazer você abaixar a cabeça pela Rika”. Era uma ameaça para Karuizawa do outro lado dizendo que usariam qualquer meio necessário para isso. Karuizawa tentou desesperadamente agir forte, mas é óbvio que ela não é mais capaz disso. Parece que as outras garotas também sentiram a fraqueza de Karuizawa quando olharam de cima para Karuizawa com olhares condescendentes.

“Você está bem?”. Incapaz de deixar Karuizawa desse jeito, Yukimura tentou acalma-la.

“Me deixe em paz!”. Karuizawa rapidamente deu um tapa na mão de Yukimura quando ele tentou ajudá-la.

“Que diabos? Eu vim para te ajudar porque estava preocupado”.

“Cale a boca! Ninguém te pediu para fazer isso” Karuizawa disse enquanto recuperava o fôlego. Yukimura deu um passo atrás, como se estivesse oprimido por suas palavras. Eu também dei um passo atrás para não me envolver nisso, mas Karuizawa me encarou intensamente com uma expressão de raiva antes de abrir a porta da escada de emergência com força. E então batendo atrás dela.

“O que diabos é o problema dela? Sempre causando problemas para nós”. Eu entendo os sentimentos de ressentimento de Yukimura em relação a ela. Uma ‘encrenqueira’ é uma boa maneira de descrever Karuizawa.

Mas parecia que ele também estava cansado pela provação, como Yukimura não disse mais nada e saiu da porta da escada de emergência também. Agora sozinho na escada de emergência, pensei em Karuizawa. E o lado vulnerável que o líder das garotas da Classe D tinha mostrado.

A aparência aterrorizada que Karuizawa acabara de ter não era apenas porque ela estava sendo ameaçada, mas devido a outra coisa que ia além disso.

***

Parte 3

Meia-noite depois que o segundo dia terminou. A piscina que estava lotada durante o dia estava em silêncio. Eu estava lá para esperar

por uma chamada para confirmar uma certa coisa. Como os telefones que nos foram atribuídos após a inscrição já tinham os números de contato dos professores adicionados, era extremamente simples para mim entrar em contato com Chabashira-sensei. Embora estivéssemos no meio do verão, estamos navegando bem acima da superfície do oceano, de modo que o vento da noite estava bastante frio.

“… desculpe por manter você esperando, Ayanokõji”.

“Eu realmente não me importo. Mais importante, desculpe por chamar você tão tarde”.

“É uma consulta de um estudante, como professora, tenho a obrigação de responder. Não é nada estranho. Para melhor ou pior, esta é a primeira vez que você me chama aqui sozinho".

Chabashira-sensei, que não cuida da Classe D com amor, não é muito apreciada pelos alunos, mesmo na lisonja. Mesmo que os alunos tenham um problema, é improvável que eles peçam uma consulta.

“Há algo que eu gostaria de perguntar sensei … seu rosto está muito pálido”. Eu não notei a princípio no escuro. Mas Chabashira-sensei tinha um rosto mortalmente pálido.

“… não se preocupe com isso. São apenas coisas adultas. Então qual é o problema?” Eu poderia mais ou menos entender a situação desde que eu podia sentir o cheiro do álcool vindo de sua respiração.

“Nesta escola, você me disse que não há nada que não possa ser ‘comprado’ com pontos. Mas há exceções, correto?”.

“Eu suponho que sim, exceções existem naturalmente. Por exemplo, se você tentar comprar a vida de professores e alunos com pontos, não podemos permitir que isso aconteça”.

“Então a coisa mais cara já comprada com pontos no passado —” Mas antes de terminar minha pergunta, rapidamente senti a presença de um intruso.

“Ya-ha! Sae-chan. Você está se sentindo bem?” Foi Hoshinomiya-sensei que apareceu. Foi apenas uma coincidência? Não, a probabilidade disso é infinitamente baixa. Teria sido impossível para ela tropeçar nesse lugar sem ter seguido o Chabashira-sensei.

“… você não está bêbada?”

“Hmm? Não, claro que não, não tem como eu ficar bêbada. Você está talvez brincando de idiota comigo?”

“Realmente … você pode segurar seu licor muito bem, como de costume. Tanto ontem quanto hoje também”. Hoshinomiya-sensei manteve seu ritmo e continuou falando.

“Olá Ayanokõji-kun. Você está se sentindo bem?” Agindo excessivamente familiar comigo, ela se aproximou de mim, e agindo excessivamente familiar de novo, ela colocou as mãos em volta dos meus ombros tão perto que eu podia sentir o álcool vindo de sua respiração. Claro que alguém menor de idade como eu não saberia, mas o álcool é de uma bebida? Apenas sentindo o cheiro, já sinto que nunca vou beber.

“Eu estou bem. Eu não estaria aqui se não estivesse” digo a ela.

“Uma resposta fofa realmente impressionante. Então Ayanokõji-kun gosta de tsundere, onee-sans como Sae-chan?” Hoshinomiya-sensei me perguntou.

“Não faça isso com os alunos. Isso vai interferir na nossa conduta profissional”. Felizmente, Chabashira-sensei agarrou Hoshinomiya-sensei pela nuca e a tirou de cima de mim. Eu me lembro da conversa entre os professores que ouvi ontem. Até mesmo os professores são cautelosos entre eles, competindo entre eles e enganando uns aos outros para chegar à classe superior.

Eu não sei se essa competição é para aumentar o salário de um professor, ou se é algo transmitido entre Chabashira-sensei e Hoshinomiya-sensei de seus dias de estudante. Tenho certeza de que a escola e os professores tentam tornar o sistema mais justo. Se as informações vazassem injustamente, isso por si só seria um problema grave. Os professores não podem evitar assumir a responsabilidade por isso. Considerando isso, é muito provável que a Ichinose tenha sido designada para o grupo (Coelho) sem ter sido informada de nada em particular. Ela possui um discernimento aguçado e habilidades de observação, afinal. Mais cedo ou mais tarde, ela começará a suspeitar que algo está acontecendo. Sobre ‘por que’ deveria ser atribuído a (Coelho) grupo em particular. Seria bom se ela escrevesse como uma coincidência.

Se isso acontecer, preciso considerar um contra-ataque. E apenas pensando nisso, eu já comecei a solidificar minhas defesas.

“Então, o que vocês dois estão falando sobre isso tarde da noite? Isso não é um grande problema?”

“Grande problema? Como professora, não é óbvio para mim responder às ansiedades do meu aluno e consultá-las?” Chabashira-sensei responde a Hoshinomiya-sensei.

“Mas se isso é verdade, você não poderia fazê-lo em um lugar mais aberto? Não há necessidade de ser discreto com ele”.

Enquanto Hoshinomiya-sensei tenta descobri-la, Chabashira-sensei mantém seu senso de racionalidade e calma.

“É o que o próprio Ayanokõji pediu. Ele queria me consultar em particular sem ninguém saber”, ela finalmente responde.

“Hmmm … bem, não é como se eu tivesse alguma reclamação sobre isso”.

“Entendo, se você entendeu, volte para o bar. Vou me juntar a você em breve”.

“Ok, ok! Leve o seu tempo, mas lembre-se de não fazer nada sexual”, diz Hoshinomiya-sensei a Chabashira-sensei. E deixando para trás um aviso desnecessário, Hoshinomiya-sensei voltou para o navio. Parece que ela é capaz de esconder sua presença com muita facilidade.

“Desculpe. Por serem professores problemáticos”.

“Sem problemas”. Chabashira-sensei não disse nada sobre eu ser explorado. Eu não sei o que está acontecendo entre as duas, mas sinceramente isso não tem nada a ver comigo.

“De qualquer forma, continuando de onde paramos. A maior coisa comprada com pontos no passado”. Quando assenti levemente, Chabashira-sensei olhou pensativamente para mim.

“Se eu tenho que dizer, seria ‘mudar as regras da escola’. É claro que você só pode mudar isso realisticamente. Por exemplo, você pode mudar os regulamentos para permitir que você chegue à escola um minuto depois do habitual e tal”. Chabashira-sensei escolheu usar um exemplo para explicar e não um fato.

“Apenas um exemplo?”

“Insatisfeito?”.

“Não, tudo bem. Com isso eu consigo entender mais ou menos o sistema escolar e os usos dos pontos melhor”. Isso significa que dependendo de como você usa seus pontos, mesmo que seja por um motivo trivial, pode-se desafiar o próprio sistema escolar. Parece que os pontos privados são um ativo extremamente vital.

“Você poderia ter perguntado isso por e-mail. Você não precisava me chamar para isso”, diz Chabashira-sensei.

“Porque mandar um e-mail para você deixaria um registro. Eu gostaria de evitar isso”, digo a ela. E eu decidi deixar por isso e me dirigi para uma saída diferente da que a Hoshinomiya-sensei acabou de usar. Embora haja muitas coisas que eu gostaria de confirmar com ela, suponho que isso seja suficiente por enquanto.

“Eu estarei te pedindo um favor em breve”, digo a ela. E quando me virei para sair, Chabashira-sensei por um momento, olhou para mim incerta.

***

Parte 4

 

Meia noite. Ou mais precisamente, duas horas depois da meia-noite. Parece que meu colega de quarto acordou em silêncio. Tomando cuidado para não acordar os outros três dormindo no quarto, ele lentamente saiu da cama. Como os alunos foram obrigados pelas regras da escola a dormir em seus quartos, eles também podem deixar seus quartos enquanto não dormem. Tendo confirmado que ele não estava simplesmente indo ao banheiro, eu também peguei a chave do meu quarto e saí da cama sozinho. Não há garantia de que ele fará sua jogada hoje, mas parece que os resultados do meu trabalho estão finalmente se mostrando.

Quando ele percebeu que eu também estava acordado, ele rapidamente se virou para olhar para mim. Nossos olhos se encontraram. E sem desviar o olhar  de seus olhos, eu disse a ele que havia algo que eu precisava falar com ele. Ele respondeu que estaria esperando no corredor. Então ele saiu do quarto e, no corredor, estava esperando por mim com uma expressão ligeiramente perturbada. Foi Hirata que estava me esperando.

“Eu acordei você ou você já estava acordado?” ele me pergunta.

“O último. Eu pensei que você sairia do quarto esta noite” eu respondi.

“Por que você achou isso? Hoje é a primeira vez que eu realmente saí do quarto à noite”. Eu avaliei a situação e decidi que dar uma volta pelo mato não nos levaria a lugar nenhum e perguntaria a ele honestamente.

“Não, é só que, Karuizawa entrou em contato com você hoje à noite?” Eu perguntei a ele. E com essa palavra ele parecia entender tudo. Como esperado de Hirata, de fato, sua capacidade de compreender a situações é incomparável.

“Você sabe de alguma coisa?” ele pergunta.

“Eu estou no mesmo grupo que Karuizawa depois de tudo. Eu não sei até que ponto, mas mais ou menos eu entendo a situação” eu disse a ele.

Hirata parecia estar esperando eu dizer mais alguma coisa. E, de fato, com essa explicação que acabei de dar, ainda não seria motivo suficiente para eu segui-lo essa noite.

“Você uma vez me disse que queria que eu agisse como a ponte entre você e Horikita, certo?” Eu perguntei a ele.

“Entendo, então você está aqui porque Horikita-san mandou você, é isso?” ele pergunta em resposta. Isso me poupa o trabalho de ter que explicar mais a ele, então é mais conveniente para mim.

“Sim. Ela me mandou relatar tudo do grupo (Coelho) para ela, incluindo a situação de Karuizawa. Então, uma vez que ouvi sobre a situação de Karuizawa e falei com Horikita, ela me mandou conversar com ela. É claro que ela me mandou pedir ajuda a você, mas desde que você me disse para ser a ponte entre você e Horikita, eu pensei que preferia não me aproximar de você. Esta é uma chance para eu ouvir isso de você também”, eu disse a Hirata.

“Que informação ela quer?” ele me pergunta.

“Tudo o que você sabe sobre Karuizawa e o conteúdo da sua conversa com ela” eu disse a ele.

Parece que Hirata, que ainda não conhece as circunstâncias do grupo (Coelho), está confusa sobre por que ela precisaria de informações sobre Karuizawa em particular, além de informações sobre o próprio grupo. Mas, no mínimo, ele entende que essa informação provavelmente afetará o que acontece no futuro.

“Eu não tenho certeza do quanto eu posso te dizer, eu ainda preciso considerar os sentimentos de Karuizawa-san” Hirata me diz. E com isso, Hirata começou a andar pelo corredor. Nesse cenário calmo, eu também não sinto vontade de forçá-lo a falar, então eu também andei atrás dele com um ritmo calmo, livre de preocupação. Mesmo que eu tenha deitado na cama por cerca de duas horas, meu cabelo ainda está em perfeitas condições. Eu não me importo muito com isso, mas para ter certeza de que as pessoas não se sentem desconfortáveis ​​ao olhar para mim, eu preciso considerar meu cabelo.

“Tenho certeza que você Ayanokõji-kun não vai dizer nada desnecessário, mas o que estou prestes a dizer é uma informação extremamente sensível. E há a possibilidade de Karuizawa-san simplesmente se recusar a falar sobre. Eu só gostaria que você mantivesse esses fatos em mente” Hirata me diz. 

Há sempre a opção de eu simplesmente espiar eles enquanto me escondo, mas não há como Hirata permitir algo assim. Já que isso é algo que Karuizawa não quer que ninguém mais ouça, ele nunca permitiria que eu bisbilhotasse assim. Então, neste cenário, o melhor que pude fazer é concordar com a resposta.

O local da reunião era em frente a uma máquina de vendas localizada em uma área de descanso no segundo andar. Foi no meio de um longo corredor no navio. Um lugar fácil de perceber, mas também fácil para alguém perceber se há pessoas espionando-as. A localização torna extremamente difícil se esconder e escutar. Karuizawa já estava lá, de camisa, sentada em um sofá enquanto esperava por Hirata. No começo, quando ela o viu, ela sorriu por um momento, mas quando ela me viu atrás de Hirata, ela rapidamente perdeu o sorriso e foi substituída por uma expressão de raiva.

“Por que Ayanokõji-kun está junto com você Hirata-kun?” ela pergunta.

“Tudo bem eu liguei para ele” Hirata responde.

“Hirata-kun por que fez isso? … por quê? Eu te disse que queria falar com você sozinha”, ela perguntou a ele.

“Eu sei, mas eu estava preocupado com o que você, Karuizawa-san me disse no telefone. Então eu trouxe Ayanokõji-kun, que parece entender a situação. Desculpe por agir sozinho assim” Hirata se desculpou com ela. Mesmo que Karuizawa parecesse extremamente insatisfeita com a situação, não parece que ela iria concordar assim com Hirata.

“Mas … eu ainda quero falar com você sozinha …” Karuizawa diz a Hirata.

“Como desejar, mas você não me disse que falar comigo a sós no telefone” Hirata respondeu a ela.

Eu poderia mais ou menos já inferir que isso está relacionado ao problema com a Classe C liderada por Manabe. Mas eu me pergunto como Karuizawa abordaria esse tópico. 

Se ela só queria se animar conversando com Hirata, não havia necessidade de insistir em ficar sozinha com ele. Isso significa que ela deseja falar sobre um assunto que não pode permitir que um forasteiro ouça. De qualquer forma, permanecer em silêncio assim seria inútil. E então Hirata começou a falar sobre o conteúdo de sua ligação.

“Você estava me contando sobre a briga que você teve com Manabe-san e seus amigos da classe C. Isso é verdade?” ele pergunta a ela.

Em resposta a essa pergunta, Karuizawa abriu um pouco a boca para responder, mas talvez ainda esteja cautelosa com a minha presença, mas não houve resposta. Foi mais uma vez Hirata que quebrou o silêncio.

“Ayanokõji-kun já sabia de sua briga com Manabe-san e os outros?”

“Mais ou menos”. Já que a conversa com ela não parece estar indo bem, Hirata aparentemente está pretendendo me perguntar. Karuizawa ainda parecia estar descontente com a situação, mas obedientemente permaneceu em silêncio e ouviu nossa conversa. Isso pode ser porque eu era o único que viu Karuizawa sendo intimidada por Manabe naquele dia.

“Pelo que Karuizawa-san me disse, parece que elas a acusaram primeiro. E então a arrastaram para um lugar isolado e estavam à beira de atacá-la violentamente” Hirata me diz.

“Sim. Isso é verdade. Eu mesmo testemunhei. Yukimura também testemunhou isso”, respondi a ele.

“Entendo …” Hirata disse enquanto olhava para mim pensativamente. Então ele fechou os olhos. Neste caso, eu me pergunto qual seria o julgamento de Hirata? Chame Manabe e as outras e repreende-las? Ou denunciar para a escola? 

“Se Manabe-san e os outros de fato usaram violência, então definitivamente precisamos fazer algo sobre isso. Não posso permitir que amigos usem violência uns contra os outros”, declarou Hirata.

Ouvindo aquelas palavras transbordando com um senso heróico de justiça, eu vi Karuizawa sorrir para Hirata por um momento. Mas uma vez que ela percebeu que eu estava olhando para ela, ela imediatamente voltou a sua expressão de raiva.

“Karuizawa-san, você foi intimidado ao ponto de não poder revidar direito?” ele pergunta a ela.

“Não….”. Incapaz de responder adequadamente, Karuizawa simplesmente olhou em silêncio. Mas desde que ela não negou, parece ser a verdade depois de tudo.

Parece que Karuizawa teve um problema com uma garota chamada Rika no passado. Manabe e os outros tentaram fazê-la se desculpar por isso. Mas no final, as coisas quase se transformaram em violência com Karuizawa. Depois de ouvir a história, Hirata assentiu.

“Entendi, é por isso que você me disse algo assim”, ele disse finalmente.

“Algo parecido?” Eu perguntei.

“Karuizawa-san me disse para ir até Manabe-san e as outras e dar o troco”, Hirata me conta. Esta é uma conversa muito mais direta do que eu esperava.

Mas, do ponto de vista daquele que recebeu o bullying, uma mentalidade de matar ou ser morta pode ser tomada, suponho. E, de fato, quando Hirata falou essas palavras, Karuizawa, que estava em silêncio até agora, falou.

“Por que você está dizendo a ele tudo isso …?” ela pergunta a Hirata.

“Porque esta não é a Karuizawa-san usual. Você não é do tipo que tenta combater a violência com violência, Karuizawa-san” Hirata responde a ela.

“Mas ela está sendo intimidada né? Se você realmente é o namorado dela, então você tem a obrigação de salvá-la” Eu digo a Hirata.

“Sim, eu sei que é o caso. Mas eu não acredito nessa conversa olho-por-olho. Você sabe, não é?” Hirata me responde.

O lado desses dois que eu ainda não conheço, eu senti convicções diferentes se misturando.

“Vamos pensar sobre isso juntos, como se dar bem com Manabe-san e seu grupo!” Hirata declara.

“Isso é impossível. Eu fui atacado unilateralmente por elas. Por favor, entenda …” Karuizawa implora para Hirata.

“Unilateralmente? Não foi porque você intimidou Morofuji-san primeiro, Karuizawa-san?” Hirata pergunta a Karuizawa acusadoramente. Por Morofuji, tenho certeza que Hirata quis dizer a garota chamada Rika. Ele também fez sua pesquisa sobre eles, suponho, é incrível de certa forma.

“Mas isso é … eu não tinha outra escolha … Shinohara-san e os outros estavam me observando”, disse Karuizawa.

“Então basicamente porque Shinohara estava lá, você não tinha outra escolha, é isso que você quer dizer?” Eu perguntei.

“VOCÊ CALE A BOCA!!” Uma vez que eu fiz a minha pergunta, Karuizawa imediatamente gritou para eu ficar quieto. O grito ecoou pelo corredor.

“Eu imploro, por favor, me salve … Hirata-kun, você vai me proteger, certo?” Karuizawa implorou a Hirata.

“Claro que eu pretendo protegê-la, mas não vou fazer nada contra Manabe-san e as outras também. Vou tentar encontrar uma maneira de vocês conversarem e se darem bem juntas” Hirata disse a ela.

“Estou lhe dizendo que isso é impossível! Se as coisas fossem tão fáceis, eu nem pediria para você me ajudar em primeiro lugar”, disse Karuizawa. Parece um pouco extremo, mas eu posso entender os sentimentos de Karuizawa. A posição em que ela está agora é muito mais perigosa do que o esperado. Eu não ficaria surpreso se isso se transformasse em uma grave incidência de violência. A escola tem certas regras. Proibição de cigarro para estudantes menores de idade é um exemplo, e é claro, essa é uma regra que está presente em qualquer escola de ensino médio em todo o país. No entanto, ainda há estudantes que conseguem se infiltrar com um cigarro ou dois em segredo.

Em outras palavras, há coisas que as regras não podem impedir o tempo todo. O bullying é um delas. Hirata parecia preocupado com Karuizawa, mas, ao mesmo tempo, ele também estava preocupado com Manabe. Parece que Hirata está decidida a resolver isso acalmando pacificamente os dois lados.

Em outras palavras, Hirata não parecia estar pensando nela como uma amante, mas apenas como outra amiga normal.

“Não importa qual seja a razão, eu não posso fazer o que você espera que eu faça. Para mim, Karuizawa-san é de fato uma colega de classe preciosa. Se há algo incomodando você eu vou te proteger. Mas qualquer que seja a razão, eu não machucaria mais ninguém, mesmo que seja um aluno da Classe C“, declarou Hirata.

“VOCÊ É UM MENTIROSO!! VOCÊ DISSE QUE ME PROTEGERIA!!” Karuizawa gritou para Hirata.

“Mentiroso? Eu te disse desde o começo que eu tomaria essa postura” Hirata respondeu a ela. Hirata de repente disse aquelas coisas que os alunos da Classe D achariam difícil de acreditar.

“Eu te disse desde o começo, não falei? Que não somos namorado e namorada. Não é real. Eu não me importo de fingir namorar com você, mas eu não vou te ajudar dessa forma e você não será capaz de depender de mim” Hirata declarou a ela. Parece que a relação que ninguém duvidou entre os dois, na verdade, era falsificada o tempo todo.

“… por que você está me dizendo isso agora?” Karuizawa perguntou. 

Certamente esta é uma queixa contra essa declaração que ouvi agora. E agora eu entendo qual é o objetivo de Hirata, ele usou Karuizawa para revelar informações como um tributo a Horikita. Algo parecido.

“Eu pensei em salvá-lo, uma nova abordagem foi necessária”, disse Hirata. Não é como se ele estivesse completamente abandonado Karuizawa, ele está realmente tentando salvá-la no seu próprio caminho. Ele então se aproximou de Karuizawa, que parecia ter perdido a compostura, mas ele não tentou tocar seu ombro frágil e delicado.

“Você está dizendo … eu preciso usar violência eu mesma?” Karuizawa perguntou.

“Eu não disse isso. Farei o meu melhor para salvá-la. De manhã, pretendo conversar com Manabe-san e os outros. Pedir-lhe para parar de incomodar você. Pode não gostar disso, mas eu pretendo dizer que você queria se desculpar com elas“, disse Hirata.

“Isso não é o que eu quero!” Karuizawa respondeu. De fato, parecia que Karuizawa estava pedindo a Hirata para retaliar Manabe e as outras por intimidar ela. Levando isso em consideração, esta parece ser a real essência de Karuizawa. Sua personalidade real. Mais do que tudo, parece que Karuizawa tem algo que ela mais teme.

“Entendi. Se for esse o caso, então não há nada que eu possa fazer por você. Desculpe por isso” Hirata friamente disse isso a ela. Mesmo em uma situação como essa, ele é capaz de manter a calma. Mas mesmo mantendo a calma, Hirata deu Karuizawa, que não podia fazer nada além de depender dele, a sentença de morte.

“Ayanokõji-kun, se você tiver alguma idéia, por favor, nos diga” Hirata então me perguntou. Ele parecia estar tentando empurrar esse papel para mim.

“NÃO PRECISA! SE VOCÊ NÃO VAI OUVIR MEU PEDIDO, ENTÃO EU NÃO PRECISO DE ALGUÉM COMO VOCÊ!” Karuizawa gritou enquanto chutava uma lata de suco da máquina de venda pelo corredor. O suco dentro estava espalhado por todo o chão e o som da lata ressoou pelo corredor.

“Nosso relacionamento termina aqui hoje. Acabou!” Karuizawa declarou para Hirata. Em vez de a verdade de seu relacionamento ser revelada, Hirata parecia irritado consigo mesmo por ser incapaz de ajudá-la. Apesar de Karuizawa fugir, Hirata não mostrou nenhum sinal de seguir ela. Isso significa que ele já decidiu que ela não é aquela com quem ele precisa se preocupar agora.

“Ayanokõji-kun, há certas coisas que eu não posso fazer. É por isso que você está aqui agora, eu gostaria que você entendesse isso” Hirata me diz. Eu estava tentando extrair informações sobre Karuizawa usando Hirata, mas parece que Hirata aproveitou a oportunidade para passar os problemas de Karuizawa para mim.

“Você parece querer ser mais do que uma ponte que conecta todos, isso é muito egoísta da sua parte. Você quer todo mundo como aliado, certo?” Eu perguntei a Hirata.

“Sim. Eu estou do lado de Karuizawa-san e também estou do seu lado Ayanokõji-kun. Mas dependendo de com quem eu estou falando, eu também acabo mudando minha atitude. Você é muito mais capaz do que todo mundo, pense.” Hirata me disse.

“Você está me elogiando demais”, respondi.

“Realmente, estou bastante confiante em ler os sentimentos de outras pessoas. É por isso que eu posso dizer” Hirata continua. Gostaria de perguntar mais sobre essa confiança dele, mas suponho que falar sobre a solução do problema vem em primeiro lugar.

“Em primeiro lugar, eu gostaria de perguntar novamente sobre o seu relacionamento com Karuizawa. Parece que o seu relacionamento com ela é apenas uma fraude, e não real”, disse a ele.

“É verdade, parece que Ayanokõji-kun já suspeitava disso, certo?” ele me pergunta.

“Já se passaram quase quatro meses desde que você começou a sair com Karuizawa. Mas eu não vi nenhum sinal do seu relacionamento ter progredido desde então. Claro, você poderia considerar a opção de manter um relacionamento puro e platônico com ela. Mas você sempre manteve a distância dela, e ainda estão chamando um ao outro pelo seu sobrenome”, eu disse.

Mesmo que seu relacionamento físico não tenha progredido, se eles tivessem se aproximado mais emocionalmente, naturalmente eles teriam mudado seu modo de chamar um ao outro também. Mas, para melhor ou para pior, o relacionamento de Hirata e Karuizawa não mostrara nenhum sinal de progresso. Em um relacionamento entre um homem e uma mulher, não mostrar nenhum sinal de progresso ou mudança é uma coisa estranha.

“Isso mesmo. Nós não estávamos realmente namorando. Só saímos um com o outro porque sentimos que era necessário. Você entende a contradição aqui?” Hirata me pergunta.

Apesar de não namorar um com o outro, ainda era necessário fazê-lo. Isso significa que seus objetivos foram alinhados. E isso significaria que há mérito de sair um com o outro? Então, quem é aquele que solicitou isso e quem é aquele que concorda com esse pedido? Isso é óbvio. Karuizawa foi quem pediu a Hirata para fingir seu relacionamento e Hirata simplesmente respondeu a seu pedido. Sabendo disso, suas ações que podem ser explicadas por esse fato aumentaram.

“Os rumores começaram cerca de três semanas após o início do semestre e, a partir daí, a popularidade de Karuizawa aumentou”. Esse fenômeno também pode ser observado em nosso grupo. Ao se apegar a Machida, Karuizawa foi capaz de se afirmar mais agressivamente do que antes e sua influência no grupo também cresceu proporcionalmente. Em outras palavras, foi assim que Karuizawa se tornou o visco de Hirata.

“Então você fingiu ser o namorado de Karuizawa para ajudar a aumentar seu status” Eu pedi a verdade e Hirata simplesmente sorriu para mim. Eu pensei que esta é a verdade completa – por um momento, mas eu percebi que as peças ainda não se encaixavam. Talvez ela tenha usado Hirata e Machida para ficar no topo do sistema de castas da escola? Não, só isso ainda não explica a situação. Se ela queria dominar a classe, tudo o que ela precisava era pedir a Hirata para sair com ela e Hirata provavelmente concordaria. Seu pedido agora era uma ordem muito alta. A atitude diária de Karuizawa é muito forte, e às vezes ela também desempenha o papel do agressor em uma situação de intimidação. Mas por que aceitar isso sem questioná-la?

E … Karuizawa realmente usou Hirata e os outros para aumentar seu status na classe? Isso também é um assunto questionável. Neste caso, você não pode dizer que ela usou Machida apenas para aumentar sua influência no grupo. Se qualquer coisa, ela não mostrou interesse nos procedimentos do grupo e permaneceu em silêncio a maior parte do tempo. Se assim for, não houve necessidade de usar Machida desde o início.

Então, o que exatamente foi o gatilho que a levou a se aproximar de Machida?

Agora eu finalmente sinto que entendo a garota chamada Karuizawa Kei. “Para se proteger” hein? Por processo de eliminação, a única resposta que resta é a verdade. Não há dúvidas sobre isso.

“Você entende agora, não é? Para ser honesto, quando ouvi essa resposta de você, fiquei arrepiado”, disse Hirata.

“Eu acabei de saber de tudo isso por Horikita, que Karuizawa tem suas próprias razões para usar Hirata e os outros”, eu respondi.

Eu tentei enganá-lo dessa maneira, mas Hirata não é um homem tão simples que iria ser enganado por algo assim.

“Ayanokõji-kun se eu tivesse que te dizer honestamente … pode parecer rude, mas eu acho você assustador. Como uma existência sinistra. Se eu te ofendi, peço desculpas” Hirata me diz.

“Assustador? Por que você acha isso?” Eu perguntei.

“Eu estive observando você desde o início do ano letivo. Mas você, Ayanokõji-kun comparado com o início e o Ayanokõji de agora, são como pessoas diferentes. A presença que você emite e as palavras que você usa. São quase como se você fosse uma pessoa diferente do habitual” Hirata me diz.

Hirata tem a capacidade de discernir as ações e comportamentos das pessoas ao seu redor e nunca ignorar isso. Não pode ser que ele notasse diferença em mim.

“Eu já lhe disse certo? É tudo graças aos conselhos de Horikita. Eu disse a Horikita tudo sobre o meu grupo. E eu apenas obedeço as ordens que ela me dá. O teste do incidente na ilha também foi o mesmo. Horikita fez os julgamentos certos. e guiou a Classe D para a vitória. E a classe ganhou muitos pontos como um resultado direto. Em outras palavras, há um mérito em fazer isso para mim também. Ela é terrivelmente ruim em comunicação como você sabe, então eu apenas transmito o que você disse para ela e recebo ordens dela” Eu disse a Hirata.

Eu passo muito tempo com Horikita, e Hirata, que me conhece bem, certamente não duvidará dessas palavras que eu disse.

“Se é Horikita-san, ela certamente deve ter julgado que salvar Karuizawa-san levaria a classe a obter uma vantagem”, disse ele.

“Sim”.

“Mas eu ainda acho que você é incrível, Ayanokõji-kun. Você é diferente de Ike-kun ou Yamauchi-kun” Hirata admite para mim.

“Eu sou inferior aos dois”, respondi.

“Mesmo se você está apenas seguindo as ordens de Horikita-san, ainda é você quem está falando comigo agora. Não é como se a conversa incluísse apenas os detalhes de sua ordem. Adaptar-se ao fluxo da conversa requer uma lógica clara. E Não é algo que você pode simplesmente pensar durante a noite”, disse Hirata em resposta.

“……”. Parece que Hirata é melhor do que eu esperava. Apesar de seu desejo de salvá-la também, ele ainda é capaz de manter suas altas habilidades normais.

“É algo que você disse, mas a razão pela qual aceitei o pedido de Karuizawa-san para ser seu namorado foi para ajudá-la a se proteger. Isso é o que ela pediu. Ela quer que eu a salve. Pode ser difícil para você acreditar, mas , ao longo de seus anos de ensino fundamental e médio, durante 9 anos inteiros, ela recebeu uma quantidade horripilante de intimidação”, conta Hirata.

“Eu não duvido de você, mas esta história é real, não é?” Eu pedi para confirmar.

Parece que a ansiedade de Karuizawa no início do dia foi desencadeada por seu passado. Desde que eu mesmo vi, não posso deixar de acreditar no trauma de seu passado.

“Claro que eu só conheci Karuizawa-san depois que ela entrou nesta escola, mas eu entendo. Eu conheço o olhar, o cheiro e a presença de uma pessoa que tem sido vítima de bullying. É por isso que eu concordei em sair com ela. sua posição como minha namorada, Karuizawa-san seria capaz de escapar de seu passado de ser intimidada. Eu acho que agora, a atitude que ela tem não é a verdadeira Karuizawa-san. Ela está desesperadamente tentando agir forte, não é?” Hirata me disse.

Eu acho que normalmente, ela não seja capaz de controlar seus sentimentos tão bem. Vítimas de bullying normalmente têm personalidades como uma flor de sakura. Pleno, obediente e fraco. Também por outro lado, pessoas com uma personalidade forte como Karuizawa também são propensas a sofrer bullying. Mas em suma, a personalidade atual de Karuizawa é falsa. É por isso que ela precisa de alguém como Hirata ou Machida em suas costas. Alguém que possa governar o campo para ela. Ao fazê-lo, ela foi capaz de recuperar sua influência dessa maneira.

“Eu posso entender isso agora mais ou menos, mas espere, quais são os benefícios de fazer isso para você?” Eu perguntei a Hirata.

Isso pode ser um ditado comum, mas o amor faz parte da juventude dos estudantes. Hirata é muito popular entre as garotas. Então, fingindo namorar Karuizawa, ele estaria desistindo do amor verdadeiro.

“Benefício? Isso seria Karuizawa-san vivendo sua vida no ensino médio sem ser intimidada. Isso é tudo” Hirata respondeu para mim. Ele acabou de dizer isso. Não é hipocrisia nem amor, e não foi por ele também.

“Você não vai acreditar em mim? Se essa é a minha única razão”, ele pergunta.

“Não é que eu desconfie de você, mas há um significado mais profundo por trás disso que não existe?” Eu perguntei a ele em troca.

Hirata não hesitará em salvar um amigo, mas também reconhece Manabe e os outros como amigos. A maneira como ele se preocupa com os outros quase pode ser descrita como uma doença.

Já que ele me contou muito sobre isso, sem dúvida Hirata também acha necessário falar sobre isso. Ele compra algumas bebidas enlatadas da máquina e me joga uma. Eu aceitei com gratidão.

“Até o meu segundo ano do ensino médio, se eu tenho que dizer honestamente que eu era um cara comum que não se destacava muito”, ele me diz.

“Hirata era … eu não posso imaginar isso”, respondi. A imagem era muito diferente do homem que sempre mostrou excelente liderança.

“Eu não me destacava muito, mas também não era invisível. Meu amigo também era assim. Eu era muito normal. Eu tinha um amigo que me dava muito bem desde que eu era uma criança chamada Sugimura-kun um garoto. Durante seis anos na escola primária nós estávamos juntos na mesma classe. E porque nós também éramos vizinhos nós sempre voltávamos da escola juntos” Hirata disse com uma voz cheia de nostalgia. E assim Hirata recorda seu passado.

“Quando entramos no ensino fundamental, pela primeira vez, nos separamos em turmas diferentes. Mas mesmo assim, no começo a gente ia para a escola e voltávamos pra casa juntos. Mas nos dias que Iniciamos começou a diminuir gradativamente e comecei a se divertir com garotos da minha nova turma. É uma história normal que você poderia ter ouvido em qualquer lugar“, continuou ele. É normal que em um novo ambiente, inevitavelmente novos amigos sejam feitos. Não havia nada de anormal nisso.

“Mas você vê … mesmo que eu estivesse ocupado brincando com meus amigos. Por outro lado, Sugimura-kun estava realmente sendo intimidado” Hirata continuou a dizer enquanto segurava fortemente sua lata de suco. Mesmo um estranho saberia o que está acontecendo.

“Sugimura-kun me enviou um SOS muitas e muitas vezes. Muitas vezes ele apareceu com o rosto machucado e marcas de ferimentos em cima dele. Mas eu priorizei brincar com meus novos amigos e nunca o levei a sério. Sugimura-kun, que originalmente tinha uma personalidade obstinada, sempre foi rápido em escolher uma briga, então eu nunca pensei profundamente sobre a situação dele. Mas quando nós dois nos tornamos alunos do 2º ano, nós nos reunimos um com o outro. E naquela época, Sugimura-kun estava com o coração partido. imagem alegre não estava mais lá e marcas deixadas por socos e pontapés só restavam. Ele nem sequer foi autorizado a ir ao banheiro e forçado a vazar no meio da aula. Esse tipo de coisa se tornou rotina …” Hirata me diz .

“Então você viu e …”.

“Sim. Eu acho que você entende também. Mas eu não fiz nada. Eu não pude fazer nada. Eu estava com muito medo de me tornar o novo alvo. Eu estava com medo de que minha vida agradável fosse destruída … e para Sugimura-kun que sempre esteve junto comigo, eu continuei fingindo não vê-lo, eu acreditei que um dia os valentões ficariam entediados com ele, que um dia Sugimura-kun parará de vir para a escola e o bullying pararia. Ou que alguém iria intervir e salvá-lo. Eu apenas continuei pensando em coisas de auto-serviço como essa”, continuou ele.

“E essa pessoa Sugimura … o que aconteceu com ele no final?” Eu perguntei a Hirata.

“Mesmo agora a memória daquele dia é queimada na minha cabeça. Depois do treino matinal de futebol, voltei para minha sala de aula. E lá, eu vi Sugimura-kun e decidi esperar até entrar. Honestamente, na época, me senti desconfortável Mesmo que ele fosse um amigo com quem eu brincava desde que era criança, na época ele quase parecia um estranho para mim, eu não podia deixar de pensar em pensamentos cruéis como se eu fosse intimidar junto com ele, talvez Sugimura-kun Também vi meu coração feio, mas ele não disse nada, mas quase como um pedido de ajuda … naquele dia no meio da aula, ele pulou pela janela” Hirata me diz.

“Pulou? Ele está morto?” Eu perguntei.

“Parece que ele foi declarado com dano cerebral. Mas mesmo agora, seus pais ainda estão esperando pela recuperação de Sugimura-kun e acreditam nisso. Mas se ele ainda está vivo ou morto agora, eu não sei. Os eventos daquele dia ainda estavam tão surreal, eu ainda me pergunto se foi apenas um sonho ou uma alucinação. Foi inacreditável. No momento em que Sugimura-kun pulou, fiquei muito consciente. Ao me valorizar, empurrei meu precioso amigo para a morte”, disse ele. E assim foi o nascimento do homem chamado Hirata Yousuke.

“Eu não acho que isso irá resultar na salvação de Sugimura-kun, mas, no mínimo, eu quero me arrepender. E para fazer isso, eu pensei que a única maneira era salvar alguém como ele” Hirata continuou.

“Não é como se eu não soubesse como você se sente, mas o mundo não é tão simples assim? Mesmo agora, alguém em algum lugar está sendo intimidado. E assim, Sugimura sobre o qual você falou, eles estão tentando levar o seu próprio vidas. Você não pode parar essas pessoas, sabe?” Eu disse a Hirata.

“Claro que eu entendo isso. Eu não sou um herói da justiça. Mas, eu gostaria de salvar as pessoas na minha frente. Eu tenho que salvá-las. Essa é a responsabilidade do eu que carrega o pecado” Hirata disse.

“Então, como você vai decidir sobre este caso? Você quer salvar tanto Karuizawa e Manabe. Mas isso é uma tarefa impossível”, eu disse a ele.

“Eu sei que é uma tarefa contraditória, é por isso que você está aqui agora”, disse ele. Entendi, parece que ele mesmo percebe sua própria anormalidade. De qualquer forma, parece que ele não pode deixar de querer salvar as pessoas que ele conhece.

“Eu nunca esperei que chegasse o dia em que eu contasse essa história para outra pessoa. Ninguém sabe sobre isso, é por isso que escolhi esta escola”, continuou ele. Então, depois de terminar o suco, ele jogou na lixeira.

“Posso confiar isso a Horikita-san?” ele pergunta finalmente.

“Se você puder prometer não desistir no meio do caminho, tenho certeza de que Horikita fará algo a respeito disso”, respondi a ele.

“Então eu vou escolher acreditar em vocês dois. Porque esse também é o meu ideal”, Hirata me disse.

Parece que por enquanto Hirata não estará participando da questão de Karuizawa. E provavelmente a partir de agora, sempre que Hirata estiver com problemas, ele provavelmente vai confiar em mim. Mas isso também significaria que consegui assegurar a cooperação de Hirata. Isso seria um grande poder que eu ganhei do meu lado. É natural que ele tenha sua própria recompensa também.

“Hirata. Como você tem uma grande rede social, eu gostaria de pedir um favor. Você pode me ouvir?” Eu perguntei. E com isso dito, entreguei a Hirata um pedaço de papel. E depois de ler, Hirata aceitou o meu pedido sem sequer fazer uma cara desagradável.

“E também Ayanokõji-kun. Desde que o exame começou, ainda há uma coisa que eu tenho escondido de você. Eu sei quem é o VIP entre os alunos da Classe D …” ele disse.

***

Parte 5

 

No dia do intervalo do exame, optei por tomar um certo curso de ação, mas fui inesperadamente chamado por Sakura e, assim, decidi ouvi-la.

“Parece que o exame do grupo (Vaca) acabou”, eu disse.

“Sim…”

Eu verifiquei o e-mail no meu telefone que foi enviado para Sakura também junto com todos os outros alunos ao lado da escola. Simplesmente disse:

[“O teste para o grupo (Vaca) terminou. Os membros do grupo (Vaca) não precisam mais participar do exame. Por favor, não perturbe os outros alunos”.]

Foi o mesmo tipo de texto enviado após o término do exame do grupo (Macaco). Sakura olhou para mim com os olhos inquietos.

“Fiz algo errado?” ela pergunta.

“Não, não é isso. Significa apenas que alguém no grupo (Vaca) relatou o VIP para a escola”, eu disse a ela. Deixando de lado o caso que ocorreu graças à fúria de Kouenji, talvez a traição esteja se tornando mais prevalente neste exame.

Ou era “traição com certeza” ou “traição por estar com pressa”.

“A propósito, Sakura, você era o VIP do seu grupo ou era outra pessoa?” Eu perguntei a ela. Quando eu perguntei a ela, Sakura balançou a cabeça de um lado para o outro para negar.

“N-não. Eu não sou o VIP. Mas, eu não tenho certeza sobre Sudo-kun e os outros …” ela respondeu.

Para Sakura, que fazia parte do grupo (Vaca) há apenas dois dias, parece que ela não tem ideia do que fazer com a situação.

“Não pense demais, eu ainda não sei quem é o VIP do meu grupo, afinal” eu disse a ela.

“Sim … obrigado Ayanokõji-kun. Estou feliz que você tenha me dito isso”.

“Como foi a situação com a Classe A? Dos rumores parece que eles não participaram das discussões”, perguntei a ela.

“Isso é … sim. Assim como os outros têm dito. Eles não falaram nada”, ela respondeu para mim.

Parece que Katsuragi tem realizado sua estratégia em todos os grupos. Isso significaria que a parte que causou esse evento teria que ser da Classe C. Mas, nesse caso, uma questão surgiria. Ryuuen havia esquecido as regras estabelecidas pela escola. Mas como a escola não anuncia ativamente os detalhes do exame, é impossível verificar se estou correto ou não no momento. É precisamente por isso que é difícil descobrir a regra por trás deste exame.

Se eu a interpretar mal, eu acabaria me autodestruindo e recebendo dano massivo dessa maneira.

Além do grupo (Vaca), o fato de os outros grupos ainda não terem terminado seus exames deve significar que até mesmo Ryuuen ainda não descobriu a resposta.

Após o final de um exame misterioso como este, sem dúvida, muitos alunos também estão se sentindo perdidos.

“Se houver mais alguma coisa, sinta-se à vontade para me consultar a qualquer momento”, eu disse a Sakura.

“Obrigado, Ayanokõji-kun. Vejo você depois”

Tendo me despedido de Sakura, que saíra enquanto balançava as mãozinhas de um lado para o outro, eu agora me dirigi para o porão. Então eu desci para os níveis mais baixos do navio, onde as pessoas normalmente não vão. Embora a área fosse proibida para estudantes, ainda estava desbloqueada para permitir o acesso da tripulação a ela. A área onde a sala do painel de comando está localizada, embora de fácil acesso, não é um local popular para as pessoas estarem.

Embora se alguém gritasse com uma voz alta, os ecos se formarão, já que este lugar é praticamente automatizado, ninguém normalmente chegará a tal lugar.

Existem apenas duas entradas e saídas para este local, incluindo o regular. A outra é uma porta que leva à escada de emergência e até a tripulação normalmente não a usa. Do pó que se acumulara naquela porta, eu percebi isso. Isso significa que posso monitorar a situação apenas observando o acesso normalmente usado.

Além disso, mais convenientemente para mim, parece que os telefones não têm sinal aqui. Ocasionalmente, às vezes, há sinal aqui, mas na maioria das vezes é extremamente difícil enviar um e-mail ou conversar e muito menos fazer uma ligação.

“Todas as peças estão no lugar” eu murmurei.

Tudo o que resta é executar o plano passo a passo, para não cometer erros.

Primeiro eu vou ter que entrar em contato com Hirata, então ele chamará  Karuizawa para este lugar. Para ter certeza de que há tempo suficiente para tudo, eu teria que ligar para Karuizawa aqui pelo menos uma hora mais cedo. Por isso subi de volta aos andares superiores para fazer a ligação.

Tenho certeza de que ela será cautelosa após os acontecimentos da conversa da noite passada, mas se Hirata a chamar novamente para falar sozinho com Karuizawa, certamente responderá a isso. Ela disse que iria terminar com Hirata, mas se ela realmente terminar com ele, ela é a única que vai sofrer com isso. Enquanto Manabe e seu grupo estiverem mirando nela, para Karuizawa, a existência de Hirata é necessária para que ela continue sua vida na escola.

“Eu já pedi a Karuizawa-san para estar lá às 4 da tarde. Vou mandar o endereço de Manabe-san para você agora”. Eu recebi esse e-mail de Hirata. Como esperado, ele ouviu meu pedido com excelência e conseguiu chamá-la para fora daqui. Como bônus, Hirata até sabia o endereço de contato de Manabe de outra classe. Se ele não o fizesse, eu teria que correr o risco de perguntar a Kushida, então isso me pouparia o trabalho.

“Mas eu não posso te ajudar mais do que isso. Não faça Karuizawa-san triste por favor” Hirata acrescentou isso como um pós-escrito no correio.

Então ele não quer que ela fique triste, né? Se ele soubesse o que estou prestes a fazer com Karuizawa, tenho certeza de que Hirata ficaria furiosa comigo. Mas enquanto eu não tiver problema, tudo bem. Como tal, mesmo se ela morrer aqui, contanto que ele não perceba após o evento, não haveria problema. Para usar um exemplo extremo, mesmo se você cometa um assassinato, desde que não haja provas suficientes, você é um homem livre.

Eu rapidamente pulo o texto que escrevi anteriormente e enviei. O conteúdo foi [Ei, você tem um momento?]. Uma breve sentença assim.

Como regra geral, o aplicativo de bate-papo que estou usando permite apenas uma conta por telefone. Mas há uma pequena brecha nessa regra, ao criar uma nova conta principal do SNS, você pode criar outra conta para si mesmo. Naturalmente, normalmente não há alunos que se dividem entre uma conta principal e uma subconta. Porque não há muito mérito em alternar entre essas contas. Mas, ao fazer isso, posso entrar em contato com um terceiro sem que minha própria identidade seja revelada também.

Eu tenho que proceder delicadamente daqui em diante. Enquanto eu não cometer um erro no processo, ele deve ir perfeitamente.

Apesar da mensagem ter vindo de um remetente anônimo, Manabe respondeu rapidamente.

[Quem é Você?] Manabe, naturalmente não conhecendo o remetente, respondeu com essa pergunta.

[Há alguém ao seu redor agora?]  Eu respondi.

[Não, estou sozinha … quem é você?] ela perguntou novamente.

“Não mostre esta conversa para ninguém. Isso é para o seu bem”, eu disse a ela.

[Como eu disse, quem é você?] ela perguntou.

[Temos  uma  coisa  em comum, Odiamos  a  mesma pessoa. Apenas isso.] eu disse a Manabe. Embora o sinal de ‘leitura’ tenha aparecido imediatamente, Manabe demorou a responder. Talvez ela ainda não entenda a implicação dessa frase.

[Você me confundiu com alguém?] ela finalmente responde.

[Eu não estou cometendo um erro, Manabe-san. Estou contatando você para informá-lo sobre a Karuizawa-san que você odeia tanto. Eu pensei que poderia te consultar sobre a situação, Manabe-san.] Eu mandei isso para ela .

[Eu não sei do que você está falando. Por favor, pare de me mandar mensagens.], ela respondeu rapidamente. Parece que ela está em guarda, sem saber se sou um inimigo ou não. Uma reação natural. Eu preciso resolver esse mal entendido em primeiro lugar.

[A verdade é que, como sua colega de classe, eu tenho guardado rancor contra Karuizawa-san por um tempo. É por isso que eu pensei que poderíamos cooperar e nos vingar dela. Como sou sua colega de classe, é difícil para mim Exatamente minha vingança em Karuizawa-san diretamente, mas é por isso que eu gostaria de cooperar com você.], eu disse a Manabe.

[Eu não sei do que você está falando. Eu vou ignorar você.], ela respondeu.

Mesmo ela sendo cautelosa comigo, o fato dela ainda não ter interrompido o contato comigo é uma prova do quanto ela odeia Karuizawa, parece. Certamente se origina de seu desejo de vingar sua amiga Rika e seu próprio ódio contra Karuizawa. Eu poderia facilmente deduzir isso do fato de que Manabe usou a força para trazer Karuizawa para a escada de emergência.

[Rika-chan ainda está com medo de Karuizawa-san. Você não quer ajudá-la como amiga? Seu rosto tem vingança escrita em tudo isso, você sabe? Mas a verdade é que você não pode fazer isso mesmo se você quiser Desde os eventos de ontem, Karuizawa-san está em guarda, tenho certeza que ela não vai deixar o lado de Hirata-kun ou Machida-kun por um tempo, e ela sempre estará junto com suas amigas, então ela ganhou não fique sozinho também.], eu disse a Manabe.

[Eu não preciso da sua ajuda. Eu só preciso colocar a Rika em contato com a Karuizawa-san. A verdade estará fora.] disse ela.

[Eu me pergunto se vai ser assim tão fácil. Eu não acho que ela iria admitir facilmente a sua transgressão. Pelo contrário, isso só incomodaria Rika-chan. Se Karuizawa-san usar palavras sem coração, ela apenas acabará ferindo Rika-chan ainda mais. Não, isso não é tudo. Se ela nutre rancor, ela pode até mesmo intimidar Rika-chan ainda mais.] eu respondi a Manabe.

[… então o que devo fazer? Você está dizendo que há um jeito?] ela pergunta. O desejo de Manabe de resolver isso com o próximo confronto se torna claro.

[Existe. Você e eu. Podemos cooperar para garantir que podemos nos vingar dela em um local seguro.], eu disse a ela.

[E a garantia? Parece que você está apenas planejando me vender para a escola. Isso cheira a uma subconta de qualquer maneira.]  Manabe respondeu para mim.

[Se eu estou realmente vendendo você, por favor sinta-se livre para mostrar este log de chat para os professores, Manabe-san. Esta conta foi registrada com o telefone da escola. Em outras palavras, eu estou arriscando minha identidade para me vingar de Karuizawa, sou eu quem tem mais responsabilidade. Não estou certo?] Eu disse a ela.

Tenho certeza de que Manabe também entende isso bem. Mesmo que seja uma subconta, uma vez que você a analise completamente, a identidade da pessoa por trás dela pode ser revelada. Se chegar a esse ponto, eu, como aquele que planejou esse plano de vingança, seria responsável e, sem dúvida, seria punido severamente.

[Então, se eu mostrar essa conversa para a escola agora, o que você faria, acabou para você.], Manabe me pergunta.

[Porque eu acredito que Manabe-san não é o tipo de pessoa que faz isso. Eu devo confiar para ser confiável depois de tudo.], eu disse a ela.

[Eu entendo o que você está tentando dizer, mais ou menos. Eu vou ouvi-lo pelo menos.], ela finalmente disse.

Depois disso, repito uma história semelhante a ela várias vezes. Sobre o quanto eu odiava Karuizawa. Sobre como eu queria vingança sobre ela ainda não poderia como alguém em uma posição mais fraca. E sobre como eu ouvi como Manabe e suas amigas estavam brigando com Karuizawa. Eu fiz questão de jogar a vítima.

[Assim que voltarmos para a terra, o contato com Karuizawa certamente se tornaria difícil. Já que os dormitórios da escola estão cheios de câmeras de vigilância, mesmo se você tentasse trazê-la para uma área privada, haveria olhos observando você. Este lugar, um campo de batalha com sem escapatória, seria o lugar perfeito para você.] Eu disse a Manabe. Isso faria com que Manabe e os outros percebessem este lugar, somente neste navio, eles poderiam se vingar.

[Então … o que você está propondo que você pode fazer?] ela finalmente me pergunta.

Manabe, que parece ter finalmente alcançado meu plano, finalmente começa a fazer perguntas.

[Eu posso ligar para Karuizawa-san. Depois disso, você pode conversar com ela e resolver o problema.], eu disse a Manabe.

E com isso, através do bate-papo, enviei-lhe um mapa dos níveis mais baixos do navio.

[Desde que os telefones não recebem recepção lá embaixo. Ela não pode pedir ajuda também. E ninguém normalmente vai até lá de qualquer maneira.], eu disse.

[Entendo … então você pode ligar para Karuizawa-san lá como colega de classe?] Manabe pergunta.

[Eu gostaria que você decidisse agora se deveria cooperar com o meu plano ou não. Depois de ligar para ela, você pode decidir se quer ou não se vingar. Não haveria problemas assim, não?]  Eu perguntei a ela.

Depois disso, por mais tempo, apesar do sinal de “leitura” ter aparecido. Nenhuma resposta veio de Manabe. Então, depois que a resposta chegou, tive certeza de que teria sucesso. Se meu plano para convencê-la via chat falhou, eu tinha outro plano preparado onde eu teria que comparecer antes de Manabe através de contato direto. Claro que isso era perigoso. Desde que eu tinha tirado várias fotos dela ameaçando Karuizawa na escada de emergência, eu poderia tê-la chantageado para seguir o meu plano. Mas o risco também é enorme, pois gostaria de evitar que minha existência se destacasse.

“Agora. Deixe-me ver o que você pode fazer, Manabe”

***

Parte 6

 

Às vezes, um ruído profundo e retumbante ecoa no chão escuro. Talvez isso aconteça sempre que o navio muda de rumo, ou talvez seja porque o navio atingiu alguma coisa. Mas, apesar disso, em um lugar onde apenas o som das máquinas pode ser ouvido, a garota veio sozinha.

“O que é isso? Eu não consigo falar no telefone” ela murmura.

Ainda faltam dez minutos antes do horário prometido. Talvez ela tenha chegado cedo para que ela possa se acalmar antes de encontrar Hirata.

Depois de perceber que o telefone seria inútil, Karuizawa o embolsou novamente com uma expressão entediada e encostou-se na parede.

E com o tempo, que conclusão ela tirou disso? Mas seja o que for, infelizmente, Hirata nunca iria ouvir. Como o tempo chegou às 4 da tarde, a única porta que foi usada no chão se abriu com um baque forte. As que apareceram foram as três de um grupo de garotas da Classe C. As meninas lideradas por Manabe. E mais uma, uma garota cuja aura lembrava a de Sakura. Provavelmente a garota era a tal Rika.

ESTÁ TUDO BEM! Manabe gritou enquanto entrava no quarto. E logo encontrou a figura de Karuizawa. Naturalmente, Karuizawa também as notara.

“Po-Por que você está aqui?” Karuizawa tremeu com a aparição inesperada dessas pessoas. Mas em um espaço estreito, com apenas nenhuma rota de fuga, escapar também é difícil.

“Eu acabei de ver você entrando neste lugar. Sim, este é um bom momento, então eu quero te apresentar. Essa garota é Rika. Karuizawa-san, você se lembra dela?” Manabe pergunta.

Ela então puxa Rika, que estava se escondendo atrás dela, para a frente. E os dois ficaram cara a cara. Karuizawa desviou o olhar e fingiu não saber, mas pelo seu comportamento, é óbvio que ela se lembra dela.

“Hey Rika, aquela que empurrou você antes. É a Karuizawa-san, certo?” Manabe pergunta a Rika.

“Sim … é essa pessoa”, ela respondeu. 

Depois de ouvir a resposta, Manabe deu um sorriso feliz do fundo do coração. Por outro lado, Karuizawa, tendo percebido o perigo da situação, ficou ansioso e confuso. Tudo que preciso fazer agora é assistir aos eventos miseráveis ​​que logo se desdobrariam aqui.

Mesmo que Karuizawa encontre um tormento mais severo do que o esperado aqui, eu não tenho absolutamente nenhuma intenção de salvá-la no meio do caminho.

“Peça desculpas a Rika”.

“Huh? Quem se desculparia? Eu não fiz nada de errado”, retrucou Karuizawa.

“Para agir com firmeza mesmo nessa situação, isso é bastante impressionante. Mas acho que entendo mais ou menos” Manabe respondeu a ela.

“……o que você entende?”.

“Essa atitude estranha e aterrorizada. Karuizawa-san, você foi vítima de bullying, não foi?” Manabe pergunta a ela.

“….”.

O fato de que ela estava tão desesperadamente tentando esconder foi descoberto por uma pessoa que ela nem conhecia bem.

“Eu estou no local, não estou? Eu sabia, eu tinha esse tipo de sentimento sobre você. Desde o início”, continuou Manabe.

“I-Isso não é verdade …”

Foi uma negação terrível, mas mesmo para um bom ator, eles não seriam capazes de convencê-la. Não é como se Manabe tivesse um bom olho para observar tais coisas. Mas porque eu já tinha contado tudo isso a Manabe. Que Karuizawa foi intimidado horrivelmente desde a infância. Que ela teve um trauma grave com isso. É inútil negar a alguém que já conhece a verdade.

“Se você se ajoelhar e implorar agora, eu posso perdoar você. Isso é o que você faz bem, certo? Ajoelhando-se” Manabe conta a Karuizawa.

“Eu não vou fazer isso. Além disso, eu nunca fiz isso antes”, responde Karuizawa.

Ela tentou passar por Manabe como se quisesse escapar, mas Manabe simplesmente agarrou seus longos cabelos e empurrou-a para a parede, batendo nela.

Tendo sido colocado à vontade por um lugar para a vingança ter sido preparado para ela, controlar Manabe certamente não funcionaria mais. O que nós concordamos em nosso bate-papo foi para ela simplesmente “encontrar” com Karuizawa.

Ela deveria ter hesitado em usar a violência como meio de vingança. Mas ao se encontrar cara-a-cara, todo o estresse que ela deve ter suportado dentro dela, junto com a expectativa de seus amigos ao redor de Karuizawa, fez com que Manabe não ficasse satisfeita a menos que fizesse Karuizawa sofrer.

Isso é precisamente o que eu pretendia.

Houve um experimento na década de 1960, conhecido como o experimento de Milgram. Também conhecido como o experimento de Eichmann, envolveu a realização de testes envolvendo um papel de ‘Professor’ e um papel de ‘Aluno’ em instalações isoladas. O papel do ‘Professor’ era administrar um choque elétrico baixo ao sujeito a ponto de que o medo e a dor do choque sejam lembrados por eles. Então, a pessoa designada para o papel de ‘Aluno' seria separada do ‘Professor’ através de um vidro com um dispositivo que permite que o choque fluísse para o ‘Aluno’ que estava sendo testado. As descargas elétricas então seria confiada ao sujeito designado para o papel de ‘Professor’. Isso conclui os preparativos para o experimento. Então o experimentador dá cobaia uma série de perguntas para responder ao ‘Professor’. Para cada vez que o ‘Aluno’ respondesse errado, o ‘Professor’ deveria continuar administrando os choques elétricos nele. E com cada erro, aumentava a tensão dos choques. Finalmente, o interruptor chegou até 450 volts, que é poderoso o suficiente para qualquer ser humano. Por outro lado, o mais fraco era de 45 volts e apresentava apenas uma leve coceira. No entanto, sem o conhecimento do ‘Professor’, o dispositivo era apenas falso e os ‘Alunos’ eram obrigados a fingir sentir dor, gritar, que seriam ouvidos do outro lado. Mesmo que as descargas fluíssem para o sujeito não haveria muita reação inicialmente, embora a cada vez que a voltagem fosse aumentada, a dor aumentaria os gritos, gemidos e finalmente o silêncio. Os sujeitos que receberam os papeis de ‘professores’ não foram ameaçados por isso continuaram a aumentar a voltagem, apesar de entenderem que a outra pessoa estava sofrendo de dor. Quase 66% dos sujeitos elevavam as voltagens até o ponto em que os seres humanos teriam sido mortos. A experiência mostra claramente que ‘dependendo das circunstâncias, qualquer pessoa é capaz de mostrar crueldade’.

“Dói! Dói! Dói! Me solta!”.

Karuizawa grita de dor por ter o cabelo puxado, mas Manabe apenas ri confortavelmente. Neste momento, o ambiente fechado é este nível mais baixo do navio. O papel de ‘professor’ foi atribuído a Manabe e o papel de ‘aluno' para Karuizawa de acordo com a situação. Eu orquestrei esse encontro com base nesse experimento de Milgram. Normalmente, mesmo com essas condições, seria insuficiente, mas, dada a história entre as duas, os resultados do experimento continuam sendo válidos.

O sofrimento e a dor de Karuizawa, que vinha agindo há algum tempo, seriam muito bons para eles agora.

“Haah!”

“Eii... Shiho, você está usando o joelho para chutá-la demais”

Manabe continua a usar o joelho para atacar a área ao redor do estômago de Karuizawa. Naturalmente, Manabe, que não está acostumado a chutar assim, tem movimentos lentos e lentos e seus chutes não devem doer tanto. Mas para Manabe, a dor na voz de Karuizawa é a maior recompensa.

Parecia que ela estava tendo o tempo de sua vida e sussurrou para Rika, que estava se distanciando deles até agora.

“Venha Rika, você deveria tentar também”.

“E-Eu estou bem …”.

“Estamos fazendo isso por você, sabe? Tudo bem, ninguém está olhando de qualquer maneira”.

Rika parecia estar rejeitando a vingança diretamente, mas esse ambiente fechado não a deixa. ‘Você também é meu amigo, não é?’ Se algo assim fosse dito aqui, seria difícil para ela continuar rejeitando. Se essa raiva fosse dirigida a ela, ela seria a vítima amanhã. Ela não pode negar que ela pode ser encontrada com os mesmos olhos de Manabe mais tarde.

“Hmmm… vou tentar...”.

POFT!

Com um som seco e leve como esse, Rika bateu em Karuizawa com um tapa que não causou dor.

“Só isso? Isso não vai causar dor. Você precisa bater mais forte, assim...”.

PAN!

Um som alto como esse ressoou quando Manabe atingiu a bochecha de Karuizawa. Em resposta a isso, Karuizawa sofreu de dor. E conforme instruído, Rika desfere bofetada.

Lentamente, a força de suas batidas aumentou de forma constante.

“Pa-Pare …”.

“Haha … isso é divertido … haha”.

Manabe é uma pessoa mais do que apropriada para o experimento de Milgram. Karuizawa, que mostrava uma grande resistência até agora, começou a pedir perdão.

“Por favor, me perdoem, me perdoem e vão embora…”

Ela então implora por perdão. Ver essa cena deve ser agradável para Manabe e as outras, suspeito.

Para alguém que estava hesitando em participar dessa vingança inicialmente, Rika começou a socar e chutar forte. Além disso, o interessante é que lugares que inicialmente não haviam tocado, como por baixo do uniforme e sob o cabelo, lugares que normalmente não podiam ser vistos, elas começaram a segmentar esses lugares também.

Karuizawa, que já tinha caído de medo, simplesmente derramou lágrimas enquanto escondia o rosto. E para não ser notado, eu que estava observando a cena, me movi sem emitir som. Em seguida, silenciosamente abri a porta da escada de emergência para não chamar a atenção de Manabe e as outras, que estavam distraídas com Karuizawa. Não importa o que aconteça. Uma vez que algo foi completamente destruído, você evita problemas ao reconstruí-lo.

Eu silenciosamente e lentamente fechei a porta atrás de mim para ninguém ouvir os gritos e sofrimentos de Karuizawa. Ninguém mais irá poder ajudá-la.

***

Parte 7

Depois que eu me certifiquei de que a gangue de Manabe tinha saído, eu entrei novamente na sala. Karuizawa provavelmente ouviu a porta se abrir, mas ela continuou agachada no chão chorando. Talvez a sensação esmagadora de medo a tenha impedido de me notar.

Então essa é a verdadeira face da líder egoísta e inflexível das garotas da classe?

Graças à sugestão que dei a Manabe, a pele exposta e o uniforme de Karuizawa estavam mais ou menos intactos. Se seu uniforme fosse rasgado ou alguém cortasse o cabelo dela, seria difícil enganar os outros. 

Embora o bullying seja comum, a singularidade desta escola torna o bullying muito mais difícil de se conter. Se alguém visse algo para se preocupar, seria o rosto dela que estava um pouco avermelhado devido ao abuso físico; Amanhã isso deve diminuir.

— Karuizawa. — Eu chamei o nome dela. 

Ela levantou a cabeça e finalmente me notou.

— Que-Quem está ai …?!

A pessoa que ela nunca pensou em ver aqui, viu a coisa que ela não quer que ninguém veja. 

Ela começou a entrar em pânico.

Mas a experiência foi muito traumática para ela, que não conseguia parar de chorar e fingir que estava tudo bem. 

“Eu preciso parar de chorar”, “Eu preciso me acalmar”. Contanto que ele saia antes disso, esse pequeno e fútil desejo dela não acontecerá.

Eu silenciosamente esperei.

Depois de um tempo, Karuizawa soluçando gradualmente se transformou em subjugações calmas.

Se você colocar 2 pessoas sozinhas neste ambiente escuro e isolado, elas não podem deixar de se sentir mentalmente mais próximas. Isso funciona mesmo se as duas pessoas se odeiam. É assim que os humanos são.

— Já se acalmou?

— Mais ou menos…

Karuizawa usou as mangas para enxugar os olhos inchados. Ela ainda está paralisada e não conseguiu voltar a si. Estendi minha mão para ajudá-la, mas ela não aceitou.

— Onde está Hirata …

— Mesmo que vocês dois tenham combinado de se encontrarem aqui, parece que o Doutor o chamou. Eu estava com ele, então eu vim no lugar dele.

Essa explicação deve ser suficiente para explicar como tudo terminou assim.

Por enquanto, não preciso deixar ela saber a verdade. O primeiro item na lista de coisas a fazer é fazê-la baixar a guarda e preencher as rachaduras em seu estado mental.

— Então, por que você está chorando?

— É por causa de Manabe e sua gangue … eu não vou deixar elas escaparem disso.

Parece que ela está lembrando o que aconteceu com ela. O corpo de Karuizawa começou a tremer. Mesmo que ela não queira me mostrar esse lado humilhante dela, mas o medo que maculou seu corpo não é tão fácil de ser removido.

— Não diga a ninguém que eu chorei. Se não eu nunca vou te perdoar.

A fraqueza de Karuizawa é que ela não pode relatar o que aconteceu com ela para a escola. Se o ataque físico de Manabe e as outras garotas em Karuizawa for descoberto, então a escola iria querer descobrir a razão por trás disso. Para proteger seu status social, ela não pode deixar isso acontecer. É por isso que ela agora está planejando usar Hirata para ameaçar as garotas.

— Você sabe, para bater nelas, até mesmo alguém como você pode fazer isso. Elas são apenas garotas afinal.

— Que pedido irracional.

— Você tem medo que elas te batam? E você diz que é um homem…

— É evidente após o incidente de Sudou que uma simples “vingança” não vai resolver nada. Olho por olho só aumentaria o conflito. Também traria a escola e iniciaria uma investigação. Não é isso que você deseja, certo?

— Então você está dizendo para engolir isso?

Eu sei como responder a ela, mas escolho ficar em silêncio.

— Tipo, elas iriam ... não ... com certeza elas vão continuar fazendo todos os tipos de coisas contra mim …

O corpo de Karuizawa continuou a tremer. É verdade que não há garantia de que Manabe pararia com isso. Há mais pontos de fuga quando voltarmos ao campus da escola, mas Karuizawa não pode continuar a brincar de esconde-esconde pelo resto de seu tempo aqui. Ao mesmo tempo, nossos colegas de turma começariam a notar as mudanças de Karuizawa. Como ambos os lados estão próximos, Karuizawa não tem para onde correr.

Karuizawa percebe isso e agora está extremamente ansiosa perante a isso. E essa ansiedade é o que eu tenho procurado o tempo todo.

— Seria uma pena se as coisas voltassem a ser como eram antes. Eu posso ter empatia por você sobre isso.

— Ah …? O que você disse? O que você quer dizer?

Karuizawa está tentando ver o quanto eu sei. Eu vi que a gangue de Manabe estava intimidando ela, mas eu não deveria saber do seu passado. Se eu realmente não soubesse, então o passado dela é algo que ela deveria esconder de mim.

— O que eu quero dizer? Exatamente o que a frase significa. Contra todas as probabilidades você escapou para esta ala isolada, e até reivindicou o trono de líder da classe D, mas o fato de você ser uma vítima de bullying não mudou.

— Quem, quem você disse que foi uma vítima de bullying?!

— Eu quero dizer você, Karuizawa! — Eu agarrei o pulso de Karuizawa e a arrastei.

— Espere, o que tá fazendo!?

Eu prendi Karuizawa na parede e forcei seu rosto para mim.

— Você estava sendo atormentada por Manabe, não estava? Elas arrastaram o seu cabelo, elas deram um tapa no seu rosto, elas chutaram seus seios, sua cintura e seu estômago, e foi assim que você acabou no chão, infeliz, humilhada, lamentavelmente soluçando.

— !?

Mesmo que ela não quisesse ficar cara a cara comigo, ela não conseguiria fugir.

Como se estivéssemos sendo sugados por isso, nós olhamos nos olhos um do outro. Não há romance envolvido, o que nós compartilhamos aqui foi a própria escuridão.

— Desde que você era pequena, você era uma vítima. O ensino fundamental foi um inferno. Não é por isso que você quer acabar com isso?

— Você ouviu … de Hirata?

— Eu não sei se eu deveria te dizer isso ou não. Hirata se imagina como o companheiro de confiança de todos. Ele irá ajudá-la e ele ajudará os outros. Mesmo que você tenha garantido seu lugar na classe D fingindo ser sua namorada, ele não será muito útil para você em situações como esta. Em outras palavras, para uma parasita, ele não é um bom hospedeiro.

Karuizawa é muito mais inteligente do que sua aparência diz. Ela entende o alinhamento neutro de Hirata, então inicialmente ela não fez nada estúpido no grupo Usagi. Para mostrar seu status social, ela escolheu uma briga com Rika e por consequência sua gangue. Isso foi péssimo para ela.

Ela não poderia mostrar esse lado fraco dela para o resto das garotas da classe D.

— Por que você …… O que lhe dá o direito de me dizer essas coisas pretensiosas?!

— Você não sabe ainda? Você deveria saber o seu lugar. Você sabe quem está na sua frente? Não é o Hirata, sou eu. Conheço seu passado. Eu sei sobre o relacionamento falso entre você e Hirata. Eu sei que Manabe atacou fisicamente você e tudo que você pôde fazer era chorar sem parar. Eu sei tudo isso.

Tudo o que Karuizawa Kei não quer que os outros saibam. Eu, um estranho, agora conheço todos os segredos.

 — Em outras palavras? Se você se tornar muito mais do que um incômodo, eu posso a qualquer momento liberar essas informações.

Quão aterrorizante seria? Karuizawa deveria saber muito bem.

“NÃO BRINQUE, QUEM VOCÊ PENSA QUE É?!”

— Alguém que conhece a verdade. Não é tudo com o que você se importa?

Ao me aproximar dela, Karuizawa virou o rosto para evitar olhar para mim. Eu agarrei suas bochechas e forcei seu rosto de volta para mim. Ela quer desesperadamente evitar meu olhar, mas a força de um homem é forte demais para ela resistir. Ela fechou os olhos em uma tentativa furtada de escapar.

— O que você quer de mim?! Você está interessado no meu corpo?

— Seu corpo, huh. Isso pode não ser uma má ideia.

As pontas dos meus dedos deslizam pelas coxas de Karuizawa. A suavidade que sinto é quase desumana. A suavidade de sua pele é muito diferente do que eu sei e do que tenho.

— NÃO!!

Ela tentou desesperadamente se afastar de mim. Eu reforcei meu aperto em suas bochechas e a fiz olhar nos meus olhos.

— Não resista. Se você fizer isso, eu vou liberar tudo para a escola.

Ao  ouvir  isso,  o  corpo  de  Karuizawa  ficou  paralisado.  Raiva,  pavor,  medo,  desespero. O quanto  disso  ela esteve suportando  até agora?

Ela deve perceber que agora eu sou completamente diferente da pessoa que projetei no dia a dia.

— Abra suas pernas. — Eu ordenei. 

As lágrimas de Karuizawa começaram a cair quando ela lentamente as abriu.

Mesmo que ela saiba que será violada aqui, ela vai querer proteger seu status.

A dor de seu bullying assumiu o controle, e esta é a prova.

Coloquei minha mão no meu cinto e intencionalmente joguei com a fivela de metal. Mesmo assim, Karuizawa não fugiu.

Ela está tentando desesperadamente aceitar essa nova realidade. Ela olhou para mim com olhos vazios e murmurou para si mesma.

Eu sabia. Karuizawa Kei é uma ferramenta utilizável.

Meu objetivo não é o corpo dela. Estou ameaçando-a para ver até onde ela iria para proteger o que ela tem.

É uma aposta arriscada para eu revelar minha verdadeira natureza. Se Karuizawa fugir e relatar sobre mim, então nossas posições seriam completamente invertidas. Mas essa garota não pode fazer isso.

Ela tem medo do passado mais do que qualquer outra coisa. Com medo de que ela perca o lugar que ela tem, para proteger isso, ela está mesmo disposta a usar seu corpo. Isso é o quanto este lugar significa para ela.

— EU NÃO VOU ME CURVAR A VOCÊ ... EU NÃO VOU SER INTIMIDADA POR VOCÊ … VOCÊ APENAS DESCOBRIU MINHA FRAQUEZA E À USOU CONTRA MIM! SEU IMBECIL APENAS FAÇA O QUE QUISER E ME ESTRUPE! — Karuizawa gritou, como se estivesse expondo sua raiva crua ao mundo.

— Mas tudo bem. Esta não é a primeira vez que eu sucumbi desse jeito …

Ela riu. Karuizawa se virou e olhou para mim nos olhos.

— HA! HA! HA! …… Ei, você sabe? Quando uma verdade imutável é lhes apresentada, como os humanos reagem…?

Ela se sacudiu e me abraçou. Com um sorriso oco e entorpecido, ela me deu um olhar distante.

— Eu desisto. Sim, eu fui agredida e devorada. Eu não consigo reunir coragem para resistir. Eu não consigo fazer mais nada, tudo o que posso fazer é aceitar isso.

Quando finalmente chega a essa decisão, Karuizawa levantou a saia e colocou as mãos na calcinha.

Eu agarrei seus pulsos e a segurei contra a parede do navio.

— O que você recebeu? Onde estão  as dores que atormentam você?

— O que … É claro que tudo que eu tinha. Meus sapatos eram amarrados. Minha gaveta de mesa era cheia de cadáveres de animais mortos. Quando eu ia para os banheiros, eu era espirrada com água suja. Meus uniformes eram escritas com palavras como: ‘prostituta’. Meu cabelo foi arrastado, socos e chutes eram tão numerosos que não eram dignos de menção. Qualquer tipo de bullying que você possa imaginar, eu experimentei. O que eu disse foi apenas uma amostra selecionada relativamente ‘gentil’ que eu poderia rir. Então, por que você não começa a rir? Ria de mim que estavam continuamente cuspindo e intimidando.

Depois de experimentar tudo isso, é impressionante que ela ainda possa reunir coragem e se lançar na batalha novamente.

Seu ‘núcleo’ é forte, e é por isso que ela ainda pôde se levantar e entrar nessa escola.

Então é isso que está acontecendo.

Mas… Isso não é suficiente para explicar algumas das coisas que notei.

— Esses foram os únicos tormentos que você experimentou?

— O que…

— O que você disse, essa é toda a verdade?

Eu sinto que ainda há algo crítico que despedaçou seu coração.

Aquela maneira anormal de mostrar seus terrores não podia deixar de me fazer pensar que há algo mais por trás disso.

Karuizawa está escondendo algo que vale tanto quanto desistir de seu corpo.

— O que você está escondendo?

— O que?! Nada …

Karuizawa virou a cabeça e olhou para a cintura esquerda.

Eu notei isso e estiquei minha mão para tocá-la.

— Pa-Pare!

Seu grito foi rudemente contido pelas paredes ao redor e ecoou no corredor vazio.

Mas, minha suspeita foi confirmada por ela ter gritado. Eu peguei o uniforme dela e puxei para cima. Em sua linda pele, havia uma cicatriz feia. Uma cicatriz que só pode ser causada por uma lâmina afiada cortando profundamente.

— Esta é a sua escuridão?

— Fu, hu, huhu …..!

Essa cicatriz não é produto de meras garotas fazendo bulliyng. Uma cicatriz tão profunda deve ter comprometido gravemente sua vida. Mesmo que o passado dela carregue essa bagagem, ela ainda escolhe se levantar.

Nos últimos dias tenho observado esta garota chamada Karuizawa Kei. Essa pessoa, para se proteger, arrastou com força as pessoas ao redor para seus interesses. Mesmo que ela receba desdém de sua ação, ela ainda quer proteger seu status.

— O desespero vem em muitas formas; mas o que você experimentou foi, indiscutivelmente, o desespero.

A escuridão de Karuizawa, suas pupilas, elas se sobrepuseram a ela.

Aqueles  que  escolheram  carregar  a  sua  escuridão  são  atraídos  entre  eles.  E  logo,  são devorados  um  pelo  outro.  E,  finalmente,  envolvem  a  escuridão  do  outro  consigo mesmos.

— O que você …. você ……!

Se esta pessoa está sendo contida pelo seu passado, então tudo que eu preciso fazer é libertá-la de suas amarras.

Mesmo que eu não a conheça profundamente, posso sentir a escuridão que ela tem.

Sim … Este mundo tem muito mais coisas que Karuizawa não experimentou. Em lugares mais profundos, a escuridão ainda mais vil cria raízes.

— Eu posso te prometer uma coisa, de agora em diante eu vou te proteger da intimidação. Eu sou muito mais confiável que Hirata e Machida.

— Você quer dizer que você pode impedir Manabe e sua gangue …?

— O que você deve fazer agora é decidir o quanto minhas palavras são dignas de confiança. Uma pequena amabilidade é fácil de apagar, mas uma chama maior teria o efeito oposto. No final, o fogo evoluirá para algo que nenhuma rajada ou vento possa lidar. Você vai agir em meu nome. Eu vou agir em seu nome. Sua emoção não entra e não deve entrar em jogo aqui. Você concorda com esse relacionamento?

— Primeiro vamos nos livrar de suas preocupações. — Eu disse e segurei meu telefone.

— Eu tenho um jeito de parar as ações de Manabe.

E então, eu liguei minha tela.

No meu celular havia uma foto de Karuizawa sendo agredida pela gangue de Manabe.

— Isto é…

— Se eu mandar isso para elas, devem reconsiderar fazer mais coisas contra você. Se elas ainda decidirem perseguir você espalhando rumores, isso me daria uma boa munição para intervir.

Quanto a Manabe e as outras, esse incidente em particular deve acalmar sua raiva. Desnecessariamente ir mais longe só os colocaria em posições desfavoráveis.

Eu solto suas bochechas, então com um tom de emoção que eu disse a ela...

— Estou apenas procurando alguém para me ajudar. Espero que, no futuro, você seja minha ajuda quando houver necessidade.

— O que, minha ajuda? O que você quer que eu faça…

— Se a situação atual continuar, a classe D nunca ultrapassará as outras classes. Enquanto as habilidades individuais dos membros da classe D são passáveis, estamos severamente carentes de coesão. Somos como areia de praia. No entanto, se você puder controlar as garotas para mim, esta situação irá gradualmente melhorar.

E isso faz de você, um ser mais valioso do que Horikita, que só sabe lutar sozinha.

— Você, o que você está fazendo…

Ela deve ter pensado que eu sou apenas uma pessoa normal do dia a dia, então me ver nesse estado deve tê-la assustado. Mas eu não vou me explicar. Quanto menos palavras, mais aterrorizante e menos ela resiste.

— O primeiro passo da nossa cooperação será levar o nosso grupo à vitória para este exame.

— Vitória? Mas como...

— Porque você é..., não é mesmo?

Quando ela ouviu a palavra-chave, Karuizawa arregalou os olhos e olhou para mim. Como se a verdade estivesse reverberando dentro das pupilas e da mente, seus olhos, eu apresentei a verdade para ela.

Karuizawa parecia um pouco intrigada, mas isso também poderia ser bom.

Um parasita só pode viver se ligando a um hospedeiro. E agora que Karuizawa se ligou a mim, seu novo hospedeiro. Sua vida agora não tem como avançar sem mim.



Comentários