A Classe da Elite Japonesa

Tradução: COTE Brasil


Volume 7

Capítulo 3: Absurdo

Introdução

Um certo dia antes do início das nossas férias de inverno. 

Um problema atingiu a classe D. Aconteceu logo depois que Chabashira-sensei deu o sinal de que a aula havia terminado. As portas da sala de aula se abriram e os alunos da classe C, incluindo Ryūen, apareceram na classe D. 

A turma ficou tumultuada com essa visita inesperada. Chabashira-sensei olhou para eles brevemente, mas logo saiu da sala de aula. Seria uma história diferente se uma briga estivesse prestes a começar, mas não há nada de errado com estudantes de uma classe diferente fazendo uma visita. 

Tendo mantido um olho na Classe D através da utilização de tais medidas indiretas, e ainda sem ter obtido as respostas que procuravam, Ryūen e os outros finalmente se mostraram. 

Ou talvez uma estratégia além da minha compreensão esteja em vigor nos bastidores? Independentemente disso, não há como negar o fato de que eles optaram por seguir uma estratégia de ataque frontal. Horikita, que estava prestes a sair, parou e olhou para os alunos da classe C. 

Os que apareceram foram Ryūen, Ishizaki e Yamada Albert. Também Komiya e Kondou. 

É compreensível que a classe fique tensa com todos esses lutadores reunidos. 

"Que diabos? Esta é a classe D". 

O primeiro a reagir a Ryūen foi Sudou. Sua tendência a brigar pode ter sido um fator, mas também pode ser uma reação puramente autodefesa para evitar ser jogado como antes. 

E o mais importante, ele tem que proteger Horikita. Esses sentimentos podem ter precedência. Sudou imediatamente se levantou e se aproximou de Ryūen. Vendo isso, Hirata entrou em pânico e ficou entre eles como se temesse conflito. 

"Você tem algum negócio com a nossa turma, Ryūen-kun?". 

Como Hirata, incapaz de entender a situação, perguntou-lhe isso, Ryūen respondeu extravagantemente. 

"Existe uma razão pela qual eu não deveria ir à classe de um colega? É algo que acontece em todas as escolas, certo? Ir a uma classe que não é sua para visitar um amigo. Por que vocês estão com tanto medo?". 

As primeiras palavras que ele falou soaram como uma provocação, mas Hirata respondeu calmamente a essa atitude de alta pressão. 

"Normalmente falando, sim. Mas você não acha que as circunstâncias nesta escola são um pouco diferentes? Pois, você nunca visitou a Classe D antes". 

Hirata tentou suavizar as coisas tratando isso como uma emergência no máximo. 

"Acabamos separados até agora. Pensei que agora seria o melhor momento para agir de forma mais agressiva". 

Ele colocou a mão na mesa de uma garota próxima e sorriu, mostrando os dentes brancos. 

"Vocês com certeza se saíram bem durante o exame Paper Shuffle. Graças a isso, a classe C perdeu. O resultado ainda não foi decidido, é claro, mas vocês podem se tornar classe C a partir do terceiro semestre. Bastante impressionante". 

"Heh. Isso significa que você é um macaco incompetente como chefe, certo? Caia na classe D". 

Hirata, em pânico, restringe Sudou quando ele toma um tiro de lado. 

"Nós nos esforçamos para fazer progressos constantes". 

"Esforço, hein? Sudou, que parece completamente familiarizado com o conceito, ainda parece estar por aí, então isso é intrigante. Eu pensei que ele seria o primeiro a desistir". 

"Então você finalmente se lembrou do meu nome?". 

Eles encontraram os olhos e se entreolharam. Vários de nossos colegas de classe que estavam prestes a voltar também congelaram nessa situação. 

"Você poderia nos dizer o que realmente quer?". 

Da perspectiva de Hirata, ele quer descobrir isso o mais rápido possível, para evitar ser pego continuamente no ritmo de Ryūen. No entanto, é melhor supor que ele esteja agindo dessa maneira. 

"Estou dando um aviso completo a vocês da classe D agora". 

"Aviso? Como assim?". 

"Não tenho intenção de explicar isso a alguém que não entende. Ou você está apenas fingindo não entender?". 

À primeira vista, isso parece uma provocação para Hirata, mas isso não é realmente o que é. Ryūen mal estava olhando para Hirata, ele estava olhando para toda a classe. 

Se essas palavras não foram feitas para Hirata, talvez sejam para Keisei ou para mim, ou talvez para Akito e os outros. Mas ele estava apenas olhando de leve. 

Por fim, foi uma pessoa inesperada que chamou a atenção de Ryūen. 

Essa pessoa nem sequer percebeu que estava sendo encarada, ou mais parecido, ele não se importava nem um pouco e fez os preparativos para sair. E então ele se mudou para sair da sala de aula. 

Mesmo quando ninguém mais podia se mover na presença de Ryūen, ele agia como se fosse apenas mais um dia normal. Rindo levemente, Ryūen olhou para seus homens um pouco atrás dele e deu-lhes o sinal quando eles deixaram a sala de aula imediatamente. 

Aparentemente, essa pessoa é o alvo deles. 

Quando Ryūen e os outros fecharam a porta atrás deles, a atmosfera tensa se dissipou e nossos colegas de classe mais uma vez entraram em tumulto. 

"Ei, ei, aquele cara do Ryūen parecia estar prestes a fazer algo inacreditável! É como se eu não pudesse acreditar, certo !?". 

"Mais do que isso, eles provavelmente vão fazer algo com Kouenji, não vão!?". 

Está certo. O que Ryūen estava procurando é Kouenji Rokusuke, o dissidente da Classe D. E com Ike e Yamauchi no centro de tudo, várias teorias começaram a surgir. 

Mas atualmente, Kushida realmente mantém um perfil baixo. Eu sei que isso decorre de sua derrota contra Horikita no confronto, mas ela parou de assumir um papel ativo. 

Claro, não é como se ela tivesse ficado completamente em silêncio. Mesmo agora, ela está falando de Ryūen com as outras garotas, mas ela não se envolveu nem um pouco. E Horikita é Horikita, ela não disse nada sobre Kushida para mim. 

"Isso não é ruim? O que aconteceu agora". 

Horikita me perguntou isso enquanto eu pensava em algo não relacionado a Ryūen. Mesmo para Horikita, que deseja evitar qualquer envolvimento com a Classe C ao máximo de sua capacidade, isso parece ser um assunto urgente. 

"Talvez". 

Parecia que Ryūen tinha negócios com Kouenji, mas isso também é intrigante. 

Kouenji exala uma vibração misteriosa. No entanto, mesmo do lado de fora, não deve parecer que Kouenji está se movendo dentro da Classe D. Provavelmente, há uma razão por que ele está perseguindo descaradamente Kouenji enquanto mantém um olho em muitas pessoas. 

"Kiyotaka, por que não vamos verificar a situação?". 

Akito foi quem disse isso. 

"Isso agora tinha muita gente. Talvez eles estejam planejando fazer algo".

"Suponho que sim... mesmo que haja pessoas por perto, isso ainda não é uma garantia absoluta". 

Se, por acaso Kouenji foi agredido, a Classe D pode acabar assumindo a responsabilidade de não ter evitado. E ser penalizado pela escola não é o único problema. 

Você acabaria se arrependendo de não estar lá para ajudar. Quando entrei no corredor com Akito, Keisei também o acompanhou. 

"Eu também irei. Quanto menos pessoas, mais perigoso é". 

Após um pequeno atraso, Horikita também seguiu e Sudou também seguiu em perseguição. Hirata também saiu da sala de aula com uma expressão preocupada. 

Aparentemente, hoje vai ser um dia tempestuoso. Pedi a Keisei e Akito que esperassem e depois conversei com Hirata. 

"Hirata, você não deveria ficar para trás? Se estudantes mais enérgicos como Ike e Yamauchi acabam nos seguindo, isso pode acabar causando um tumulto maior". 

“ você está certo. Mas, eu me pergunto se Kouenji-kun vai ficar bem...". 

"Horikita está indo para lá também. Keisei e Akito também estão comigo. Na pior das hipóteses, se a violência estiver prestes a começar, eu entrarei em contato com você". 

"Keisei-kun? Tudo bem, eu entendi. Por favor, certifique-se de não exagerar". 

Hirata ficou intrigado com o nome 'Keisei', mas não levou a sério o assunto. 

Hirata imediatamente voltou para a inquieta sala de aula da classe D. 

"Essa foi a decisão certa, Kiyotaka. Quanto mais pessoas, mais problemático será. Além disso, no caso de Hirata, ele é mais adequado para acalmar a turma". 

Keisei assentiu como se tivesse certeza disso, talvez ele seja o tipo de pessoa que vai contra o fluxo. 

Agora, o problema é para onde Kouenji foi. Dentro do prédio da escola, mesmo Ryūen e seus homens não podem agir descuidadamente. Se eles vão atacar, será depois que ele for ao ar livre, mas não consigo imaginar para onde Kouenji iria. 

"O que Kouenji costuma fazer depois da escola?". 

“Nenhum palpite". 

"Eu também não sei". 

Akito e Keisei inclinaram a cabeça como se não tivessem a menor pista. 

"Não há ninguém familiarizado com os padrões comportamentais de Kouenji?". 

Nenhum de nossos colegas falou com ele longamente. 

"Ele principalmente volta direto para o dormitório". 

"Como você sabe?". 

"Eu o vejo voltando com bastante frequência. De qualquer forma, será problemático se ele deixar o prédio da escola. Antes de tudo, devemos ir para a entrada". 

Dizendo isso, fomos em direção à entrada. 

Se os sapatos dele ainda estiverem lá, isso significa que ele ainda está dentro do prédio da escola e, nesse caso, poderemos ganhar tempo. 

Para não ficar para trás, mantivemos nosso ritmo. 

"Algo sério como conflito real pode surgir". 

Sudou disse isso a Horikita enquanto cerrava o punho. 

"Pare de brincar. A violência em massa entre as classes D e C não é motivo de riso. Mais importante, por que você me seguiu?". 

"Não é óbvio? Porque estou preocupada com você Suzune. Ouvi rumores de que Ryūen atacará até mulheres". 

"Não sou tão frágil para precisar da sua proteção". 

"Não diga isso". 

Horikita não mudou sua postura otimista de poder se proteger. Desde que ela é proficiente em artes marciais, ela não precisa de um homem. A demonstração de masculinidade de Sudou também é em vão. 

Mas Sudou é Sudou, afinal, então ele provavelmente nem pensa na idéia de Horikita ser forte um pouco. 

"Além disso, isso pode ser desnecessário, mas há mais uma coisa a acrescentar. Que tal concentrar essas preocupações nas atividades do seu clube?". 

"Está tudo bem, estou lhe dizendo. Ainda há tempo até o treino. Vamos procurar o Kouenji já". 

Mesmo enquanto tentava afastá-lo, Sudou ainda continuava com Horikita. 

"Bom sofrimento... é difícil ter que se mover enquanto carrega as sementes do problema". 

Ela lhe deu um insulto furtivo. 

Se Horikita se machucasse enquanto estava sozinha, Sudou definitivamente se encaixaria. Se isso acontecer, ele se transformará em um grande tumulto que faria o anterior parecer uma piada. 

Se as mesmas pessoas voltarem a brigar novamente, nem a escola nem o conselho estudantil demonstrariam piedade. Nesse sentido, ter Sudou calmo deve ser visto como a melhor opção. 

 

***

Parte 1 

 

Saindo da escola, desci o caminho arborizado que leva de volta ao dormitório. Como as aulas acabou há pouco tempo, quase não há estudantes à vista. No entanto, havia vários garotos da classe C à vista. Eu não o vi de volta na sala de aula, mas parece que Ibuki da classe C também está com eles. 

Além disso, eu pude ver as costas de Kouenji de longe enquanto ele voltava para o dormitório sozinho. Aparentemente, eles estão falando sério sobre atacar Kouenji. 

Quando Ryūen fechou a distância, ele deu ordens a Ishizaki e o fez bloquear o caminho de Kouenji. 

"Parece que eles estão aqui, assim como Suzune pensou que eles estariam. Vamos detê-los". 

Ao encontrá-los, Sudou pediu a Horikita para emitir seu pedido. 

"Vamos esperar e ver. Ainda não sabemos o que Ryūen-kun procura afinal". 

Assim como o próprio Ryūen disse anteriormente, não há nenhuma regra que proíba os alunos de interagir com outras classes e é comum fazê-lo. Não há nada que possamos ganhar ao interrompê-los nesta fase. 

Ao nos aproximarmos, observamos a situação. 

"Ei, espera aí, Kouenji. Nos divirta um pouco". 

"O que há com vocês? Eu não me lembro de fazer nada para fazer você me impedir assim". 

Como Ishizaki está no caminho, não consigo ver o rosto de Kouenji, mas o tom de sua voz é como sempre foi. 

"Você não decide isso". 

"Hmph. Você certamente não é o único a fazê-lo". 

Kouenji olhou em volta para a comitiva de Classe C de Ryūen. Não há um único traço de ansiedade ou pânico refletido em seus olhos.

"Você lembra de mim, não lembra?". 

Com as duas mãos no bolso, Ryūen se moveu para ficar na frente de Kouenji. 

"É claro que eu lembro de você. Você é o Delinquente-kun da classe C, não é?". 

"Eu  fechei os olhos naquela época, mas hoje você vem comigo, sua aberração". 

"Desculpas, mas eu estava bastante ocupado naquela dia". 

Ele se desculpou enquanto escovava o cabelo para trás. Não parecia muito um pedido de desculpas. 

"Mas não posso fingir que não ouvi isso. Por 'aberração', você talvez esteja se referindo a mim?". 

"A quem mais eu iria me referir?". 

"Essa certamente é uma afirmação incompreensível a ser feita, vamos deixar assim mesmo. Porque eu sou uma pessoa tolerante, você vê. Mas eu tenho um encontro depois disso, então vamos encerrar tudo rapidamente, ok?". 

"Isso é uma pena. Mas você terá que reagendar isso". 

"Então você não vai se retirar?". 

"O que você fará se não o fizermos?". 

Kouenji cruzou os braços um pouco, como se estivesse pensando sobre isso, mas depois os separou imediatamente. 

"Então teremos que terminar nossos negócios por lá". 

Kouenji apontou para uma área de descanso a uma pequena distância, talvez tendo determinado que não há como escapar disso ou talvez não queira bloquear o caminho para os outros. 

"Eu não poderia me importar menos onde será”. 

"Então você pode me seguir". 

E com Kouenji os liderando, eles foram para a área de descanso ao lado da estrada. Seria uma história diferente se eles estivessem no meio de uma estrada, mas se eles foram para uma área isolada como essa, será difícil ficar de olho neles. 

"Parece que deveríamos ir até lá também". 

Depois de ouvir isso, Sudou tentou ir até lá, mas Horikita o deteve. 

"Evite agir violentamente e descuidadamente. Você entendeu?". 

"Si-Sim". 

Sudou, tendo sido avisado novamente, assumiu a liderança ao lado de Horikita e seguiu até Ryūen e sua comitiva. E um pouco depois disso, nós também os alcançamos. 

Horikita imediatamente começou a falar com Ryūen. 

"O que você está planejando fazer aqui, Ryūen-kun? Vai se transformar em um enorme problema se isso der errado". 

"Kuku. Então você foi atraída a vir aqui, hein?".

Ele então riu como se soubesse que alguém os seguiria desde o começo. Então ele lentamente olhou para cada um de nós. É verdade que ele estava mirando Kouenji, mas com toda a probabilidade, essa também é uma armadilha destinada a diminuir o número de pessoas para encontrar a pessoa que ele está procurando. 

Se não for assim, não há razão para ele entrar na classe C com seus lacaios a reboque. 

Seu objetivo é semelhante a achar seu alvo. 

"Ayanokõji e Miyake, além de Yukimura, hein? Bem, por segurança, suponho". 

"Eu também estou aqui, Ryūen". 

Ryūen ignorou Sudou, que está esmagando os nós dos dedos. 

"O que aconteceu com Hirata?". 

"Não faço ideia. Você não está interessado nele, certo?". 

"Oh, por favor, esse cara está transbordando de justiça, então não seria estranho ele estar aqui". 

"O que estou tentando dizer é que você não deve assumir que tudo vai do jeito que você prevê". 

"Bem, tudo bem. Por enquanto, é isso". 

Com o sinal de Ryūen, Ishizaki e os outros cercam Kouenji. Vendo essa jogada, Akito murmurou sem sequer tentar esconder seu desgosto. 

"É quase como se ele estivesse bancando o imperador. Para pedir a seus colegas de classe com um sinal como esse". 

"Desculpe Miyake. Mas eu cresci assim". 

Colocando as mãos nos bolsos, Ryūen se aproximou de Kouenji. 

"Espere". 

"Espere? Espere o quê? Como você pode ver, não estamos fazendo nada". 

Por enquanto, eles ainda precisam colocar um dedo em Kouenji. 

"Eu não me importo com suas brincadeiras, mas nesse caso, minha presença não é necessária, estou errado?". 

Kouenji apontou isso para Ryūen, que não apenas se meteu no seu caminho, mas agora está conversando com outra pessoa. Ryūen ignorou o aviso de Horikita e se virou para encarar Kouenji. 

"Falando nisso, você conseguiu o papel principal hoje, Kouenji. Você me deve uma afinal". 

"Devo uma a você? Não me lembro de nada disso". 

"Eu perdi alguns pontos, não graças às suas ações na limpeza do exame do zodíaco". 

Ele está bem informado. Eu me pergunto onde exatamente ele ouviu isso. 

"Ahh, você quer dizer esse jogo de mentiroso. Peço desculpas se eu estiver no seu caminho". 

Apesar de se desculpar, Kouenji não parece nem um pouco se desculpar. Ele corajosamente pegou um espelho de mão. 

Provavelmente é uma ação incompreensível para o pessoal da classe C. Quando a classe C olhou para ele com desconfiança, Kouenji disse-lhes educadamente. 

"Está um pouco de vento aqui hoje. Estou apenas me certificando de que meu estilo legal e agradável não seja interrompido". 

Ele virou o rosto para a esquerda e para a direita várias vezes para verificar sua aparência. 

"Hmm... está um pouco fora de ordem e falta  graça. Desculpe, mas você se importaria de segurar o espelho por um tempo?". 

Dizendo isso, Kouenji apresentou ao homem em pé na frente dele, Ryūen, o espelho de mão. Ryūen aceitou o espelho com um sorriso no rosto. 

"Você pode apontar esse espelho para mim". 

Kouenji disse isso e pegou um kit de cera dura de tamanho compacto da bolsa antes de esfregar um pouco nos dedos e usar as duas mãos para modelar o cabelo. 

Vendo a essa visão absurda, a Classe C não podia sequer interferir. No entanto, um som intenso reverberou no instante seguinte. 

Foi Ryūen quem jogou o espelho de mão que ele recebeu de Kouenji no chão. 

E com o sorriso habitual no rosto, ele agarrou o braço de Kouenji. 

"Esse ato esquisito, eu me pergunto quanto tempo você pode continuar". 

Enquanto ainda arrumava o cabelo com as duas mãos, Kouenji soltou um suspiro. 

"Você com certeza age como um delinquente. Esse espelho de mão é um pouco caro, sabia?". 

"Lamento, escorregou das minhas mãos". 

"Fufu. Então era inevitável. Nesse caso, solte meu braço. Eu não posso pentear meu cabelo dessa maneira. É claro, eu sou um homem que ficaria bem, mesmo com meus cabelos  fora de ordem". 

Nessa situação tensa, Ryūen lentamente soltou o braço de Kouenji. É um local em que agir de maneira conspícua acarreta muito risco. Mas esse é o modus operandi habitual de Ryūen, de caçar seus inimigos até seus limites máximos. 

"Pare com isso, Ryūen-kun". 

"Cale a boca, Suzune. Kouenji é meu companheiro agora". 

"Você não está apenas atacando-o unilateralmente? Ele não quer fazer parte disso". 

Enquanto pegava os cacos do espelho de mão, Horikita olhou para Ryūen. 

"Eu farei isso. Suas mãos podem se machucar". 

"Realmente não me importo. Seria mais problemático se você se machucasse, pois realiza as atividades do seu clube". 

Dizendo isso, Horikita recusou a oferta de Sudou. 

"Não seja estúpido. Eu não posso simplesmente deixar uma garota se machucar". 

Empurrando à força Horikita para o lado, Sudou começou a pegar os fragmentos. 

"Eu não vou te tratar mesmo se você se machucar". 

Apesar de Horikita apontar isso, Sudou continuou a pegar os fragmentos sem prestar atenção. 

"Eu queria saber o que é essa confusão, mas essa é realmente uma formação interessante". 

E esse incidente não terminou apenas com as classes D e C. Como se tivessem atraído o conflito, Sakayanagi da classe A e sua comitiva apareceram. Vi Kamuro Masumi entre eles, mas não sei os nomes dos dois garotos restantes, apenas o rosto deles. 

"Sakayanagi, hein?... é quase como se ela sabesse o tempo certo". 

Ela parou e bateu levemente a bengala no chão. Certamente nos tornamos uma multidão. 

Incluindo Kouenji, somos seis da classe D e cinco da classe C. E quatro da classe A. Um total de quinze pessoas na multidão. 

"Minha presença aqui é pura coincidência". 

"Não me faça rir". 

É óbvio, mesmo para Ryūen, que isso não passa de uma coincidência. 

"Ainda assim, quem diria que os principais membros da classe C e os alunos da classe D estariam aqui. Você está talvez mantendo uma discussão sobre sua festa de Natal?". 

"Recue, eu ainda não tenho nenhum negócio com você". 

"Você não tem que ir tão longe, não é? Se é uma festa que você está planejando, quanto mais, melhor, não é? Então talvez você me deixe participar?". 

Mas Ryūen não mostrou nenhum sinal de brincadeira com a provocação de Sakayanagi. 

"Se você ficar, não fique no meu caminho". 

"Claro que não farei nada para embaraçar o organizador da festa". 

Sakayanagi então se afastou e sentou-se em um banco colocado na área de descanso. E os três alunos da classe A a cercaram por todos os lados como se a protegessem. 

Bem, suponho que é improvável que a violência entre em erupção nesta situação, mas... não há câmeras de vigilância nesta área. 

Ainda assim, se você olhar em volta, verá os alunos voltando. Não há como dizer quantas pessoas vão passar por este lugar. É difícil imaginar uma briga aqui. 

A pessoa no centro de tudo isso que sorria sem medo até agora, Kouenji Rokusuke, abriu a boca. 

"Eu não me importo com a multidão, mas vamos encerrar isso? Se você não planeja fazer isso, eu vou me despedir". 

"Espere um minuto, Kouenji. Ryūen-san acabou de dizer que não vai deixar você ir dessa vez". 

"Foi mal, as coisas ficaram no nosso caminho e nossa pequena conversa parou. Vamos ao que interessa". 

Kouenji sorriu fracamente. 

"Concluo dessa situação que... você está obcecado em derrotar uma pessoa que está causando problemas para a classe C ou uma pessoa que formou uma aliança com outra classe. Estou errado?". 

"Vamos ver, qualquer coisa que eu não goste é inimigo para se derrotar". 

"E uma pessoa da classe D parece impedi-lo. Então, você está tentando desvendar a identidade dessa pessoa". 

Kouenji parece entender a essência disso sem exigir uma explicação de Ryūen. Um tanto inesperado do homem que possui zero consciência de qualquer coisa em que não esteja pessoalmente interessado. 

"Está exatamente correto". 

"Então, sinto muito desapontá-lo, mas não tenho absolutamente nenhum interesse no futuro da classe D ou no futuro de qualquer outra classe. Não fiz nada digno de nota nos exames que antecederam esse ponto e não tenho intenção de fazê-lo no futuro também. É realmente divertido perder tempo com uma pessoa assim?". 

"Isso é engraçado, se importa de explicar o exame do zodíaco então? Os rumores estão se espalhando, você sabe?". 

"Bem, bem, você é bastante experiente". 

Durante o exame do zodíaco, Kouenji conseguiu identificar brilhantemente o VIP do grupo ‘macaco’ ao qual foi designado. Mas mesmo que se perceba que a classe D venceu apenas com os resultados, é difícil identificar o aluno. 

Ele com certeza fez sua lição de casa. Ou talvez ele esteja apenas supondo que Kouenji tenha sido designado para o grupo 'Macaco'. Ele pode ter certeza disso depois que Kouenji não negou sua alegação. 

"Essa é apenas a minha maneira de matar o tempo. Eu não conseguia participar de todas aquelas reuniões chatas, então decidi que encerrar tudo seria o atalho para a liberdade. Isso é tudo". 

Kouenji pegou o telefone e mudou para o modo de câmera para que ele pudesse dar uma olhada em si mesmo. Aparentemente, ele pretende usá-lo como um espelho portátil improvisado. 

"Então isso significa que não podemos descartar a possibilidade de você ter participado dos outros exames também. Em outras palavras, não há garantia de que você não seja o mentor da classe D. Certo?". 

"Isso está correto, mas se essa é a conclusão que você tirou, isso significaria simplesmente que você é apenas um idiota cujos cérebros representam apenas isso". 

Ishizaki tentou iniciar violência, mas Ryūen riu e o deteve. 

No entanto, esse retorno brilhante é admirável. Se você continua insistindo que uma pessoa não relacionada é a mente ideal, isso faz de você apenas um idiota. 

"Kuku, com certeza. Se você está dizendo a verdade, isso significa que você é uma existência completamente inofensiva". 

"Sim. Eu gosto de como você entende as coisas rapidamente, Dragon Boy".

Sakayanagi riu com a menção de Dragon Boy. Mas Ryūen ignorou e mudou completamente de assunto. 

"Então o que você fará se eu disser a esses caras para linchar você aqui? Como vingança pelo exame do zodíaco, sem nenhuma razão. O que você fará se eu tentar subjugá-lo por uma violência sem sentido?" 

Horikita tentou reagir a essa situação perturbadora, mas antes que ela pudesse fazê-lo, Kouenji riu. 

"Agora, essa é uma pergunta sem sentido. Você não escolherá essa opção aqui. Não há muito a ser ganho com o uso da violência em locais públicos como esse, certo?". 

"Infelizmente, eu particularmente não me importo em ter um tumulto, mesmo em um lugar inconveniente como este. Benefícios de tal ato à parte". 

"Entendo. Então permita-me dar minha resposta. Se você escolher essa opção, nocautearei todos aqueles que vierem a mim para proteger meu próprio orgulho". 

"Você está dizendo que pode fazer isso sozinho?". 

"É mais difícil para mim imaginar por que não posso". 

Depois de ouvir aquilo de um lado para o outro, Sakayanagi sorriu de longe. 

"Parece que perdemos nossa marca. Não parece que o X seja Kouenji. Ele é louco à sua maneira. Parece que isso é tudo o que há para ele". 

"O mais importante é que esclarecemos esse mal-entendido". 

"Mas deixe-me perguntar uma coisa, Kouenji. Os pontos da classe D estão subindo constantemente. Definitivamente, há alguém afiado por trás de tudo isso. Se não é você, quem diabos é? É alguém dessa multidão que nos seguiu aqui como um bando de idiotas?". 

Pela primeira vez, Kouenji virou-se para nos olhar apenas uma vez. Mas ele zombou, encolheu os ombros e imediatamente perdeu o interesse. 

"Eu não me importo de responder a essa pergunta, mas...". 

"Uma palavra, se eu puder?". 

Sakayanagi falou enquanto ainda estava sentada no banco, como se fosse cortar Kouenji. 

"Esse é um tópico interessante do qual vocês estão falando. Algo sobre um aluno da classe D ficar no caminho da classe C? Ouvi rumores de que Dragon Boy-san está procurando por essa pessoa, mas parece que os rumores são verdadeiros?". 

"Eu disse para você calar a boca, Sakayanagi. E também, se você me chamar assim, eu mato você, entendeu?". 

"Fufu. Você não gosta? Eu acho que é um nome maravilhoso. Minhas desculpas, no entanto, simplesmente parecia que algo que eu não consigo entender estava acontecendo". 

Uma leve risada se seguiu. E Sakayanagi continuou falando sem prestar atenção a isso. 

"Não é apenas que seu plano foi destruído por alguém da classe D? Essa é uma das pedras angulares do conflito entre as turmas dessa escola. Ficar no caminho de outras turmas também não é estranho, é? De fato, você e eu já lutamos exatamente assim várias vezes. Não sei quem é essa pessoa, mas você não acha que esconder a identidade de alguém enquanto coloca suas estratégias em movimento é uma maneira brilhante de lutar? você realmente está se esforçando para interrogar um aluno não relacionado como esse? Para ser honesto, do meu ponto de vista, isso é simplesmente patético". 

"Admito que meu plano foi destruído por X, mas esse não é o problema aqui. Estou apenas fazendo isso para atrair a pessoa que se esconde nos bastidores. Esse é o tipo de jogo que é". 

"Entendo. Então, cometer atos de extorsão como essa também faz parte do seu plano?". 

"É isso mesmo, não vou me esquivar da violência, se necessário. Gosto da minha maneira de fazer as coisas". 

"Nesse caso, você não estará apenas agindo de forma patética, mas também revelando a extensão de sua incompetência? Ouvi falar bastante de Masumi-san e Hashimoto-kun. Sobre sua estratégia na ilha desabitada, como foi demolida Se você tivesse feito sua pesquisa corretamente, você claramente deveria saber que ele é uma parte não relacionada. Primeiro, o que está por trás dos eventos da ilha desabitada é Horikita Suzune-san, eu ouço. Eu me pergunto se essa pessoa misteriosa que você está procurando realmente existe". 

Os olhos e palavras afiadas de Sakayanagi atacaram Ryūen. 

“ você tem certeza de que isso não é apenas uma desculpa para o porquê de seu plano falhar...?". 

Como se tentasse acompanhar as palavras de Sakayanagi, um dos alunos da classe A murmurou isso em voz baixa. 

"Isso está indo longe demais, Kitou. Certamente até Ryūen não é tão estúpido". 

Quem cobriu Ryūen foi Hashimoto, acredito que o nome dele era esse. Mas Ryūen não mostrou sinais de estar agitado com as provocações de Sakayanagi e sua comitiva. 

Porque isso é algo que Ryūen entende melhor que ninguém. 

"Brincadeira, Sakayanagi. Eu manipulei Katsuragi para assinar um contrato". 

Em vez de refutar essa afirmação, ele mudou de assunto. É quase como se ele quisesse dizer que é sua vez de atacar agora. 

"Contrato, você diz? Sim, se bem me lembro, dizia 'em troca da ajuda da Classe C na ilha, pontos privados serão pagos como compensação'. Para ser mais específico, havia a cláusula '20.000 pontos todos os meses até a graduação', Acredito". 

Sakayanagi também respondeu sem hesitar nisso. 

"Huh? O que isso significa? O que vocês têm feito nos bastidores? Você está bem com isso !?". 

Sudou latiu suas queixas. 

"Não há nenhum problema em termos de regras. É algo que ambas as classes concordaram. Recebemos os pontos de classe que seriam da classe C e, em troca, os compensamos... em outras palavras, estamos apenas devolvendo a classe C com pontos pessoais". 

Eu sabia que a classe A e a classe C haviam se aliado durante o exame na ilha, mas não sabia qual era o acordo entre elas. Certamente este é um acordo que vale a pena fazer. Usando todos os seus pontos e deixando a Classe A com todos os 270 pontos que poderiam ser usados na ilha (menos os 30 pontos devido à ausência de Sakayanagi) e exigindo 20.000 pontos privados em troca. 

À primeira vista, pode parecer que a classe C venceu, mas o importante é a liderança nos pontos da classe no final do exame. Porque o que determina a classificação das turmas é, afinal, os seus pontos de turma. Você quase pode dizer que pontos privados são atribuídos a você como um bônus. Como resultado, Katsuragi pode ter perdido pontos, mas se não tivesse, o resultado poderia ter sido o mesmo, se não muito pior, para a Classe A. O que quero dizer com isso é que a diferença entre os pontos de classe é tão importante. 

Se eles tivessem feito o exame da ilha da maneira normal, mal teriam mais pontos de aula e a diferença entre eles e a Classe B teria diminuído proporcionalmente. 

Mas por que eles estão revelando tudo isso em um momento como este, quando mantiveram em segredo o tempo todo? Provavelmente é algo parecido com a Sakayanagi intimidar Ryūen. Primeiro Ryūen zombou de Sakayanagi e agora é Sakayanagi retornando o favor, é provavelmente como devo interpretar isso. 

"Não sou eu quem terá problemas depois de revelar isso, são vocês. Outras turmas saberão que recebemos 20.000 pontos de você todos os meses, sem exceção". 

"Vai se espalhar em breve, se você quiser. Não faz sentido se preocupar. Em primeiro lugar, quem concebeu a idéia de um contrato foi o Katsuragi-kun". 

Desde que ela não estava lá na ilha e, portanto, uma festa não relacionada, Sakayanagi não precisa se preocupar com o vazamento. 

Não, existe a possibilidade de ela ter instruído a turma com antecedência para não fazer nada desnecessário, mas considerando como os dois estavam travando uma luta naquela época, talvez ela os tenha deixado deliberadamente pendurados. 

De fato, Katsuragi agora mantém um perfil discreto, enquanto Sakayanagi domina a classe. 

"Foda-se, então isso significa que a classe C tem subsídios mensais garantidos". 

"Não caia nessa, Sudou-kun. São todos os pontos de classe que a Classe C deveria ter recebido, mas optou por renunciar. Não é como se eles ganhassem alguma coisa com isso". 

"É mesmo assim, Suzune? Nós também podemos ter ganho 200 pontos de aula nesse exame da ilha, entende? Além disso, a Classe A está pagando a conta e continuará para sempre, a menos que a Classe A perca sua posição". 

"Você está errado. É semelhante, mas o que você recebe deles são pontos particulares. Eles são fundamentalmente diferentes dos pontos de classe". 

Se seu objetivo é a classe A, ele ainda precisa ganhar alguma coisa. A esse respeito, você poderia dizer que a observação de Horikita está correta. Mas o fato de que cerca de 800.000 pontos, dinheiro em outras palavras, está fluindo da Classe A para a Classe C é significativo. 

Mesmo que a Classe C continue a perder pontos de classe e eles acabem com nenhum, eles têm uma permissão mínima garantida, no mínimo. Apesar de serem perseguidos pela facção Sakayanagi, a facção Katsuragi realmente deu a eles uma carona grátis. 

“Você já terminou de falar? Parece que você gosta muito de dar uma cabeçada. Não tenho intenção de negar isso, mas não vou deixar você me incomodar mais do que isso. Seria muito desagradável perder mais tempo. desperdiçado ouvindo suas opiniões sem sentido". 

"Segure aí, Kouenji. Você ainda não me deu sua resposta". 

Como se ele tivesse acabado de se lembrar, Kouenji olhou para o céu por um tempo. 

"Alguma coisa sobre uma pessoa afiada da classe D, foi? Para ser honesto, eu não pensei em nada... de qualquer forma, seria melhor se eu não responder. Você está caçando depois disso responda mesmo em risco para si mesmo. Não seria correto roubar esse prazer. Estou simplesmente curtindo minha juventude aqui nesta escola. Isso é tudo. Se essa escola puder me deixar todo excitado, isso seria diferente mas acho que não posso esperar que isso aconteça.Nesse caso, vou me apaixonar por garotas bonitas e procuraremos maiores alturas.E continuarei construindo minha própria beleza. ". 

"Então você está dizendo que não participará do conflito de classes?". 

"Eu nunca tenho e nunca vou. É o que eu tenho dito desde o início. Do meu ponto de vista, tanto a classe C quanto a classe A podem muito bem ser as mesmas. As pessoas aqui agora me entediam". 

"O que diabos você acabou de dizer !? Ryūen-san, esse cara está zombando de nós há um tempo! Vamos discipliná-lo!". 

Tendo sido menosprezado, Ishizaki levanta o punho contra Kouenji. Mas quem agiu para corrigir as palavras de Kouenji antes mesmo que Ryūen  foi Sakayanagi, que não havia feito nada além de sorrir e provocar até agora. Parece que há algo nas palavras de Kouenji que ela não pôde ignorar. 

"Eu não posso fingir que não ouvi isso. Dragon Boy-san é uma coisa, mas...". 

Logo depois que ela disse essas palavras, Ryūen rapidamente fechou a distância entre eles e deu um chute sem se segurar. 

"Woah --- !?". 

Hashimoto entrou em pânico e ficou entre Sakayanagi e Ryūen e bloqueou o chute com o braço esquerdo. 

Mas por causa do poderoso impacto, Hashimoto foi jogado para o lado e caiu no concreto. 

Se Hashimoto não tivesse entrado entre eles, é muito provável que Sakayanagi realmente tivesse seu rosto chutado. Tanto Hashimoto quanto aquele outro estudante chamado Kitou vestiram luvas brancas e assumiram uma postura de luta contra Ryūen. 

"Parece que eu acertei  um nervo?". 

"Eu disse que te mataria se você me chamasse assim de novo". 

"Pare com isso. Seu comportamento agora é um grande problema". 

Tendo testemunhado o ataque, Horikita deu-lhe um aviso, mas Sakayanagi foi quem a deteve. 

"Houve um problema agora, Hashimoto-kun?". 

"Não. Eu apenas caí por conta própria". 

Enquanto limpava a sujeira de suas roupas, Hashimoto lentamente se levantou. 

"Então se ele diz, Horikita-san". 

“. você é louca, você e Ryūen-kun". 

A classe A, sob a liderança de Sakayanagi, não fez nenhuma queixa contra esse ato de violência. 

Pelo contrário, eles estavam mais do que dispostos a jogar fora. 

"Eu devo pedir desculpas, Ryūen-kun. Eu te provoquei um pouco demais". 

Depois de se desculpar, ela olhou para Kouenji. 

"Voltando ao nosso tópico inicial, o que você quer dizer com todas as pessoas aqui, incluindo eu, entediam você?". 

Para Sakayanagi, essa observação feita por Kouenji é mais preocupante do que Ryūen, que está na frente dela. Ryūen também, tendo ficado apático, se afastou de Sakayanagi. 

"Eu juro, essas pessoas...". 

A agitação e exasperação de Horikita são compreensíveis. Essas pessoas aqui têm algumas peculiaridades próprias. 

"Você realmente não gostou do que eu tinha a dizer, Little Girl?". 

Dirigindo-se ao banco onde Sakayanagi estava sentada, Kouenji abriu a palma da mão e apontou para ela. 

"Kuku. Little Girl, hein? Eu acho que é um nome maravilhoso". 

Como se fosse vingança por ‘Dragon Boy’, Ryūen zombou. 

"Kouenji-san, o que foi isso? Você está enganado ao usar o inglês. Eu não sou uma garotinha". 

"Fu. Fu. Fu. Sou eu quem decide isso, não você. Não cometi um erro de acordo com as regras de uso. O uso da palavra ‘Little Girl' é apropriado para sua idade e físico, que significa que eu vou te chamar exatamente assim". 

"É precisamente aí que você está errado. De acordo com as regras de uso, ‘garotinha’ é o que você usaria para se referir a alunas do ensino fundamental e a mais ninguém. Este mundo não existe apenas para permitir que você faça o que quiser nele". 

"É minha política não seguir o bom senso". 

Ele escovou o cabelo para trás. 

“ pare com isso, Kouenji". 

Kitou deu um passo à frente. Ele se moveu para tirar as luvas brancas. No começo, pensei que era algo que ele usava para proteger contra o frio, mas esse não parece ser o caso. 

"O que há com ele? Acha que um demônio vai aparecer se ele tirar essas luvas?". 

"O que você quer dizer?". 

Como Sudou disse repentinamente a palavra 'demônio', acabei perguntando-lhe inesperadamente. 

"Você não sabe? É de um mangá que costumava ser popular na época. É aquele mangá onde eles removem uma luva branca, um demônio aparece e eles lutam contra demônios". 

Eu nunca ouvi falar disso antes, mas também nunca li mangás antes. 

"Não tenho negócios com a Classe A. Recue". 

"Por favor, pelo menos me permita fixar o tom dele". 

"Fufufu, não é exatamente ruim que vocês estejam brigando por mim, mas infelizmente quando se trata de homens e mulheres, eu só estou interessado naqueles mais velhos do que eu". 

Kouenji está brincando com os representantes de classe Sakayanagi e Ryūen. 

O próprio fato de o senso comum não se aplicar a ele o torna o mais forte, em certo sentido da palavra. A 'insanidade' também pode ser uma força ao lado da violência e da mentira. 

"Estou feliz por ter lidado com você hoje. Já se perca". 

Mesmo para Ryūen, ter que lidar com Kouenji deve ser cansativo. 

Sabendo que ele não obterá mais informações dele, ele pediu que Kouenji fosse embora. 

"Tudo bem então. Vejo você por ai". 

Talvez o problema tenha sido Kouenji, e não Ryūen. 

O incidente terminou e o silêncio caiu sobre nós. 

"Aparentemente, o tempo das visitas acabou. Vamos voltar?". 

"É melhor esperar o terceiro semestre, Sakayanagi". 

"Se você tem certeza de que cuidou da classe D, eu serei seu oponente a qualquer momento". 

Deixando essas palavras para trás, os alunos da classe A foram embora. 

"Vamos voltar também, Horikita?". 

"Sim... eu também não me incomodo em lidar com isso". 

Sudou pegou a maioria dos fragmentos e, por enquanto, podemos dizer que as coisas voltaram ao normal. 

"Mas ele parecia menos interessado em Kouenji do que eu esperava...". 

Horikita parece ter duvidado das ações de Ryūen. Por outro lado, essa dúvida também infectou a Classe C. 

“ foi bom apenas deixá-lo ir?". 

"Se ele fosse o único que eu procurava, não o deixaria sair". 

"Ele parecia bastante desconfiado para mim. Eu não consigo identificar seus pensamentos e há a possibilidade de que suas palavras também sejam mentiras, certo?" 

"Nossa mentalidade não combina. X pensa da mesma maneira que eu. Não consigo imaginar Kouenji puxando as cordas nos bastidores. Em primeiro lugar, ele se parece com o tipo que faria parceria com Horikita?". 

"Isso é certamente difícil de imaginar. Então, por que você mirou em Kouenji?". 

"Yo. O que vocês acham do Kouenji?". 

Depois de tirar os olhos de Kouenji, Ryūen virou-se para nos olhar com um sorriso misterioso. 

"Vocês estão murmurando há um tempo agora. Eu não entendo". 

Sudou, incapaz de entender as ações de Ryūen, olhou para ele enquanto o ameaçava com um punho. 

"Idiotas recuam". 

"Que diabos você acabou de dizer !?". 

Horikita parou Sudou com um olhar. 

"Ryūen-kun, você está agindo fora da linha. É um fato que isso é bastante difícil de digerir". 

"Então isso significa que estou fazendo algo certo". 

Mesmo que ele esteja sendo repreendido, Ryūen não prestou atenção. Pelo contrário, ele parece estar gostando da situação cada vez mais. 

"Consegui diminuir bastante os candidatos hoje, Suzune. Quanto a essa existência rastejando atrás de você". 

"Não tenho intenção de ouvir o que você tem a dizer. É uma perda de tempo apenas cair no seu jogo. Mais importante, eu gostaria que você evitasse abordar nossos colegas de classe no futuro". 

"Estou livre para escolher entre me aproximar ou ficar longe. Não estou infringindo nenhuma regra aqui". 

A pessoa que é a primeira a violar as regras usa essas regras como escudo. 

"Mas este jogo terminará em breve. Estou ansioso pelo final". 

Terminando as coisas com isso, Ryūen olhou para Sakayanagi e sua comitiva e depois saiu. 

"Ele finalmente saiu. Vamos voltar. Por enquanto, devemos relata para Hirata-kun em alta velocidade". 

"Mas o que há com aquele cara Ryūen? Você acha que ele queria tentar alguma coisa?". 

"Não faço ideia. Não acho que haja alguém capaz de entender o que ele quer fazer". 

Parece que os preparativos estão completos a final em Ryūen. 

Consciente disso, vi Ryūen sair.



Comentários